Giro do Vale / Destaque / Geral / Vale do Taquari

Praças de pedágio da região passam a contar com ambulâncias

Assim como nas outras dez praças pedagiadas pela EGR, Cruzeiro, Encantado, Venâncio e Boa Vista já têm viaturas à disposição

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Desde a última quarta-feira, dia 5, as 14 praças de pedágio controladas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) no Rio Grande do Sul contam com ambulâncias para atender em casos de resgate e primeiros socorros. Na região, são quatro novas viaturas: em Cruzeiro do Sul, Encantado, Venâncio Aires e Boa Vista do Sul. Cada ambulância atenderá 24 horas por dia, sete dias por semana, com um motorista e um enfermeiro.

A população que trafega pelas estradas pedagiadas (na região na RSC-453 e na ERS-130) volta a contar com ambulâncias depois de mais de dois anos e meio, já que a Sulvias encerrou os trabalhos no fim de 2012. O contrato com a empresa porto-alegrense Transul Emergências Médicas – vencedora do pregão eletrônico – vale por 12 meses, com um custo de R$ 11 milhões para as 14 praças.

De acordo com o comandante do Pelotão Rodoviário da Brigada Militar de Cruzeiro do Sul, sargento Joel Diehl, no trecho de aproximadamente 40 km entre Venâncio Aires e Arroio do Meio, durante este período, o serviço era realizado pelo Samu e pelos Bombeiros.  Desde o início de 2013, 541 pessoas necessitaram de atendimento e ocorreram 17 óbitos, neste trajeto. Em média, são de 15 a 20 acidentes com lesões corporais por mês. “Com certeza vai facilitar o nosso serviço com a chegada dessas ambulâncias, uma vez que vai desonerar também o Corpo de Bombeiros e a Samu. O tempo de resposta entre o chamado e o atendimento vai ficar mais curto”, estima.

O comandante alerta também para a conscientização. “Acredito que o que influencia mesmo é a conscientização dos motoristas em andar da forma correta, dentro da velocidade, não fazer ultrapassagens proibidas. É isso que reduz realmente os acidentes”, cita.

É possível acionar uma ambulância da EGR pelo 0800-772-3772, o Pelotão da Brigada Militar pelo 198, o Samu pelo 192 ou os Bombeiros pelo 193.

O sargento Diehl diz não ter informações sobre a contratação de serviço de guincho. Hoje é chamado o serviço do Detran. O projeto da EGR é publicar edital de credenciamento de guinchos para os municípios que contam com praças de pedágio.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Mapa preliminar aponta 75% do RS em bandeira vermelha

De acordo com a MetSul Meteorologia, deve chover mais nas áreas afetadas pelas enchentes, como os Vales e a Grande Porto Alegre

Prefeitos, secretários e assessores de cidades atingidas estiveram reunidos nesta manhã

Bombeiros não conseguiram chegar ao local em função da cheia do Rio Taquari