Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio vence o Cruzeiro no Mineirão e fica a um passo da final

Tricolor não tomou conhecimento dos donos da casa e garantiu vitória por 2 a 0.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio não tomou conhecimento do Cruzeiro e conseguiu grande vitória nesta quarta-feira, em pleno Mineirão. Com grande atuação, o Tricolor venceu por 2 a 0 e ficou muito próximo da final da Copa do Brasil. O Tricolor decidirá um lugar na decisão do título na próxima quarta-feira. Com a torcida a favor na Arena, poderá até perder de 1 a 0 para seguir em frente. Mesmo o 2 a 0 levaria para os pênaltis. Antes disso, faz uma escala em Florianópolis, onde enfrenta o Figueirense, no sábado, pelo Brasileirão.

Os comandados de Renato Portaluppi seguraram uma pressão inicial do Cruzeiro no primeiro tempo, mas depois mandaram no jogo. Com toque de bola eficiente e marcação forte, o Tricolor abriu espaços e também o placar com um golaço ainda antes da metade da etapa.

Aos dois minutos, porém, um susto. Edílson tentou um drible perto da área e foi desarmado. Arrascaeta invadiu com a bola dominada e tentou o chute por cobertura. Marcelo Grohe fez boa defesa para evitar o gol. Seis minutos depois deste início complicado, Luan teve sua primeira boa participação na partida. Com um jejum de 12 jogos sem marcar, ele estava com fome de bola e disparou pelo meio, driblando dois marcadores. Na hora do chute, pegou mal e mandou para fora.

Golaço para mostrar quem manda

Quando o relógio bateu 12 minutos, porém, ele compensou com pontaria cirúrgica. Marcelo Oliveira tabelou com Pedro Rocha e entregou para Luan. Apesar do pouco espaço entre dois zagueiros, ele bateu colocado e, encobriu o goleiro. A bola fez o desenho no ar e parecia que ia para fora, mas bateu na forquilha do ângulo direito e quicou lá no fundo das redes para o 1 a 0 depois de mais de um minuto de posse de bola azul, preta e branca. Golaço para calar o Mineirão.

Depois do gol, o Grêmio mandou na partida. Trocando passes rápidos, abriu buracos na defesa da Raposa e até merecia ampliar. Marcelo Grohe virou espectador, com o Cruzeiro insistindo nos cruzamentos de longe, com ampla vantagem de Geromel e Kannemann. Antes do intervalo, Ramiro emendou de longe, com muita força, e Rafael fez grande defesa.

O Grêmio teve a troca de Maicon por Jailson no intervalo, mas sem perder sua capacidade de marcação. O Cruzeiro foi com tudo para o ataque, mas parou na marcação. O perigo veio na bola parada. Aos seis minutos Kannemann fez falta muito perigosa na meia-lua. Edimar chutou forte, com efeito mirando o canto esquerdo. Grohe se esticou sem alcançar, mas passou em tiro de meta. No minuto seguinte, Sobis foi lançado dentro da área e tentou o chute colocado, mas Marcelo Grohe fez a defesa.

Contragolpe para matar a partida

O Tricolor matou o jogo no contra-ataque, entretanto. Aos 16 minutos, Ramiro escapou em alta velocidade e ninguém alcançou. Ele fez o passe preciso na área e Douglas aproveitou. Mesmo com o pé direito, o “ruim”, bateu cruzado na saída do goleiro e correu para o abraço do 2 a 0.

No desespero, o Cruzeiro foi com tudo para o ataque, mas pouco conseguiu de efetivo. A zaga do Grêmio passou em branco em dois cruzamentos, um de Sobis e outro de Robinho, mas ninguém da Raposa apareceu para concluir. Nos minutos finais, os mineiros vieram com tudo, mas a marcação Tricolor não deu espaço e espantaram a bola aérea com qualidade. Ficou mesmo no 2 a 0 e a festa dos cerca de 300 torcedores gremistas no Mineirão.

Copa do Brasil – Semifinal

Cruzeiro 0

Rafael; Lucas Marques (Alisson), Léo, Bruno Rodrigo e Edimar; Denilson (Alex), Lucas Romero, Robinho e De Arrascaeta; Rafael Sobis (Willian) e Ramón Ábila. Técnico: Mano Menezes.

Grêmio 2

Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon (Jailson), Walace, Ramiro e Douglas; Pedro Rocha (Everton) e Luan (Kaio). Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Luan (12min/1ºT) e Douglas (16min/2ºT), para o Grêmio.

Cartão amarelo: Kannemann (G)

Arbitragem: Pericles Bassols Cortez (PE).

Local: Mineirão.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foram recuperados materiais possivelmente oriundos de furtos e roubos.

Um dos homens foi imobilizado por populares e o outro foi capturado no porão de uma casa.

Suspeito foi acompanhado por câmeras de videomonitoramento.

Chamas iniciaram na tarde da última quarta-feira