Giro do Vale / Geral / Internacional

Sobe para 28 mil total de vítimas do terremoto na Itália

Em Norcia, 3 mil dos 4,6 mil habitantes estão desabrigados.

Foto: Alberto Pizzoli / AFP

Foto: Alberto Pizzoli / AFP

Subiu para 28 mil o número de pessoas que necessitam de assistência pública em razão do forte terremoto que atingiu nesse domingo a Itália.

A pequena cidade de Norcia, que conta com pouco mais de 4,6 mil habitantes, tem três mil moradores desabrigados, segundo informou o comissário extraordinário para a Reconstrução, Vasco Errani.

O terremoto de 6,5 graus na escala Richter – ocorrido na região central da Itália – foi o mais forte registrado no país desde 1980, quando um violento tremor atingiu a cidade de Irpínia. Naquele ano, mais de 280 mil pessoas ficaram desabrigadas e mais de 2,9 mil morreram.

Tragédia muda visual da Itália

Os constantes terremotos – que nesta última semana de outubro estão deixando um rastro de destruição e de desespero – mudaram o visual da região central da Itália, de uma boa parte dos Apeninos.

E, momentaneamente, estão cancelando os itinerários turísticos conhecidos além das fronteiras italianas: a dramática foto da Basílica de São Benedito, em Norcia, caída e destruída rodou o mundo, tomando espaço em inúmeros sites de notícias internacionais.

O bairro Castelluccio de Norcia, famoso no mundo todo pelas lentilhas e procurado por estrangeiros para saltos de asa delta e de parapente, foi praticamente ao chão. “Mudou para sempre o panorama daquela zona aos pés do Monte Vettore”, disse uma das testemunhas que viram o terremoto destruir tudo.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Time colorado joga pelo empate fora de casa nesta primeira fase.

Uma terceira vítima foi encaminhada ao hospital e não corre risco de morte.

Por motivos desconhecidos um Astra, que seguia em direção a Arroio do Meio, teria invadido a pista contrária e colidido de frente com a Saveiro.

Homem que arremessou objetos para o interior do pátio do presídio, chegou a disparar um tiro contra um policial.