Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Destaque / Política

Câmara não realiza votação de projeto e Bom Retiro do Sul pode perder R$ 200 mil

Recurso diz respeito a venda da folha de pagamento do funcionalismo público ao Banrisul.

Na noite da terça-feira, dia 29, os vereadores de Bom Retiro do Sul poderiam ter votado Projeto de Lei 080/2016 que diz respeito a venda da folha de pagamento dos funcionários públicos municipais ao Banrisul. Com a apresentação, e aprovação de um pedido de vistas, a matéria não foi votada, e desta forma o município arrisca perder R$ 200 mil referente a concessão da folha de pagamento ao banco, já que o prazo para aderir ao convênio encerra nesta quarta-feira, dia 30.

Atualmente os servidores municipais já recebem pelo Banrisul, acontece que nos últimos meses a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) reuniu-se com as direções de Banrisul, Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal pedindo que fosse feita uma proposta que contemplasse a maioria das 497 cidades gaúchas, e ao final das negociações apenas o Banrisul apresentou proposta considerada satisfatória a todos os municípios.

A folha atual que é paga pelo Banrisul não traz nenhum benefício, e nesses novos moldes Bom Retiro do Sul receberia R$ 200 mil para seus cofres.

O pedido de vistas foi apresentado pelo vereador João Batista Ferreira (PMDB). Ele justificou seu pedido dizendo que é preciso analisar melhor a matéria. Segundo o peemedebista não foram informados os valores e nem as taxas que serão cobradas dos servidores públicos. Ferreira pede que seja consultado o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais para ver o que é bom para todos.

Diogo Antonioli (PTB) lamentou que a matéria não tenha sido votada. Ele reforçou que o convênio vigente não traz benefícios financeiros ao município e que a aprovação do projeto injetaria recurso aos cofres públicos. “Tínhamos, a oportunidade de ser recompensado, mas, por questões pequenas, não votamos um projeto que traria recursos para o desenvolvimento de Bom Retiro do Sul”.

Votaram contra o pedido de vistas os vereadores Airton Giacomini (PDT), Diogo ANtonioli (PTB), José Moisés da Rosa (PTB) e Paulo César Cornélius (PRB). Além de Ferreira, foram favoráveis ao pedido Alexander Negreiros Fritscher (PSB) Carlos Antônio da Rosa Cardoso (PMDB), Eder Eduardo Müller Cíceri (PSB) e o presidente do Legislativo Paulo Miguel de Freitas (PDT) que desempatou.

Como o prazo para aderir ao convênio vence nesta quarta-feira, dia 30, a prefeitura fará um contato com o Banrisul para saber se é possível aguardar que o Projeto de Lei vá a votação na próxima semana no Legislativo.

 

Giro do Vale

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Os corpos, que seriam de pai e filho, já estavam em avançado estado de decomposição

Foto: João Vilnei / Divulgação

Defesa Civil concentrou o atendimento aos moradores no ginásio do Corpo de Bombeiros em Santa Maria

Foto: Divulgação

Casa incendiou, mas os bombeiros conseguiram controlar as chamas

Foto: Brigada Militar / Divulgação

Indivíduo estava com crack, cocaína e maconha