Giro do Vale / Destaque / Geral / Vale do Taquari

Conclusão da duplicação da BR-386 está entre prioridades para 2017

Faltam dez quilômetros para a finalização da obra entre Estrela e Tabaí.

Foto: Divulgação / DNIT

Foto: Divulgação / DNIT

A finalização da duplicação da BR-386 está entre as prioridades do Governo Federal para o próximo ano. A afirmação foi feita em uma audiência na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT RS), em Porto Alegre com representantes da Câmara de Indústria e Comércio do Vale do Taquari (CIC VT), Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) e do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat).

O governo prevê R$ 40 milhões para a finalização dos dez quilômetros que faltam para a conclusão da obra entre Estrela e Tabai, no orçamento de 2017. A Lei Orçamentária Anual (LOA) ainda precisa ser votada. Se aprovado no Congresso Nacional, o recurso para a duplicação deve ser disponibilizado já no início do próximo ano, de acordo com o Superintende do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) RS, Hiratan Pinheiro da Silva, que estima que em 6 meses, com tempo favorável a obra será concluída. “A intenção é começar o serviço em janeiro, pois o verão é o melhor período para o trabalho, os dias são mais longos e quentes”, destaca.

O presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari, Ito José Lanius afirmou que essa é uma ótima notícia para toda a região e o Estado em geral. “Nós não tínhamos nada certo, mas agora sabemos que a obra é prioridade e vamos continuar lutando para que o projeto seja concluído”

A presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) Cíntia Agostini, questionou. “Nós como entidade, o que podemos fazer para garantir que esse recurso seja disponibilizado? Ela ouviu do superintende do DNIT RS que é preciso manter o recurso no planejamento, por isso é importante conversar com a bancada de senadores, explicar a importância da obra.

A duplicação da BR 386 está parada desde janeiro deste ano, por falta de recursos. Segundo o DNIT, mais de 90% da obra está concluída. Ainda de acordo com o Departamento. Faltam dez quilômetros de duplicação para liberar o trânsito e dois quilômetros de terraplanagem. O vice-presidente do Codevat, Sidnei Eckert ressaltou que a duplicação precisa ser concluída. “Se torna uma obra prioritária por que falta pouco para terminar a duplicação. Já o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) Sérgio Marasca afirmou que é importante o trabalho em conjunto das entidades. “O primeiro passo foi já dado, precisamos seguir adiante e terminar a duplicação”, cita.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Fora de casa, time colorado ficou no 0 a 0 com a equipe mineira, mas segue líder.

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Temperatura segue em elevação pelo Estado e pode chegar a 35°C em Santa Rosa

Foto: Divulgação

Lance mínimo para adquirir 70% da estrutura é de R$ 45 milhões