Giro do Vale / Destaque / Geral / Vale do Taquari

Conclusão da duplicação da BR-386 está entre prioridades para 2017

Faltam dez quilômetros para a finalização da obra entre Estrela e Tabaí.

Foto: Divulgação / DNIT

Foto: Divulgação / DNIT

A finalização da duplicação da BR-386 está entre as prioridades do Governo Federal para o próximo ano. A afirmação foi feita em uma audiência na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT RS), em Porto Alegre com representantes da Câmara de Indústria e Comércio do Vale do Taquari (CIC VT), Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) e do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat).

O governo prevê R$ 40 milhões para a finalização dos dez quilômetros que faltam para a conclusão da obra entre Estrela e Tabai, no orçamento de 2017. A Lei Orçamentária Anual (LOA) ainda precisa ser votada. Se aprovado no Congresso Nacional, o recurso para a duplicação deve ser disponibilizado já no início do próximo ano, de acordo com o Superintende do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) RS, Hiratan Pinheiro da Silva, que estima que em 6 meses, com tempo favorável a obra será concluída. “A intenção é começar o serviço em janeiro, pois o verão é o melhor período para o trabalho, os dias são mais longos e quentes”, destaca.

O presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari, Ito José Lanius afirmou que essa é uma ótima notícia para toda a região e o Estado em geral. “Nós não tínhamos nada certo, mas agora sabemos que a obra é prioridade e vamos continuar lutando para que o projeto seja concluído”

A presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat) Cíntia Agostini, questionou. “Nós como entidade, o que podemos fazer para garantir que esse recurso seja disponibilizado? Ela ouviu do superintende do DNIT RS que é preciso manter o recurso no planejamento, por isso é importante conversar com a bancada de senadores, explicar a importância da obra.

A duplicação da BR 386 está parada desde janeiro deste ano, por falta de recursos. Segundo o DNIT, mais de 90% da obra está concluída. Ainda de acordo com o Departamento. Faltam dez quilômetros de duplicação para liberar o trânsito e dois quilômetros de terraplanagem. O vice-presidente do Codevat, Sidnei Eckert ressaltou que a duplicação precisa ser concluída. “Se torna uma obra prioritária por que falta pouco para terminar a duplicação. Já o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) Sérgio Marasca afirmou que é importante o trabalho em conjunto das entidades. “O primeiro passo foi já dado, precisamos seguir adiante e terminar a duplicação”, cita.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele foi detido por uma guarnição da Brigada Militar (BM) na Estação Rodoviária, no Florestal, onde aguardava um ônibus.

Condutor do veículo que atropelou a vítima, deixou o local sem prestar socorro.

Tempo fica instável, mas sol aparece com nuvens em várias cidades.

Com decisão, ex-presidente seguirá preso para cumprir condenação no caso do triplex.