Giro do Vale / Destaque / Geral / País

Governo federal cancelará 21 mil benefícios do Bolsa Família no RS

Medida ocorre após um pente-fino em que foram encontradas irregularidades nos cadastros.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS) anunciou, nesta segunda-feira, dia 7, que cancelará 21.157 mil benefícios do Bolsa Família no Rio Grande do Sul. A medida ocorre após pente-fino em que foram encontradas irregularidades nos cadastros. Além dos cancelamentos, há também 25.129 bloqueios.

Em Porto Alegre, foram 3.167 cancelamentos. O município de Picada Café é o segundo do país com maior número proporcional de cancelamentos: 23,08% do total na cidade.

Ao todo, o Estado possui 398 mil cadastros no programa social, o que gera um custo de R$ 65 milhões mensais à União. Em média, cada família recebe R$ 164 por mês. O valor varia de acordo com o nível de pobreza e a composição familiar.

O ministério verificou inconsistências em 1,1 milhão de benefícios em todo o Brasil. O total de benefícios pagos no país é de 13,9 milhões. Desse 1,1 milhão de inconsistências encontradas, 469 mil benefícios foram cancelados e 654 mil bloqueados.

Do número total de benefícios bloqueados, 13 mil são referentes a famílias identificadas como doadoras de campanha nas eleições de 2016. No bloqueio, as famílias terão três meses para explicar as inconsistências. Caso não comprovem, o benefício é cancelado.

Segundo o ministério, o resultado se deve ao aprimoramento dos mecanismos de controle, que teve sua base de dados ampliada para verificação permanente da renda das famílias. Em todos os casos, foi constatado que a renda das famílias era superior à exigida para ingresso e permanência no programa.

Com as novas ferramentas adquiridas pelo ministério será possível fazer análises mensais, reduzindo o tempo médio que o poder público leva para identificar os casos em que a renda é maior do que a declarada ao Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal.

Segundo o governo, a revisão foi feita a partir de cruzamentos de dados. Os municípios começarão a ser comunicados a partir de amanhã sobre o corte no pagamento. Cerca de 1,4 milhão de famílias serão convocadas para averiguação cadastral.

 

Rádio Gaúcha

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foram recuperados materiais possivelmente oriundos de furtos e roubos.

Um dos homens foi imobilizado por populares e o outro foi capturado no porão de uma casa.

Suspeito foi acompanhado por câmeras de videomonitoramento.

Chamas iniciaram na tarde da última quarta-feira