Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter perde para o Palmeiras e retorna para zona de rebaixamento

Cleiton Xavier marcou o gol palmeirense na primeira etapa.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter perdeu para o Palmeiras por 1 a 0 no Allianz Parque, em São Paulo, e, restando quatro jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, retornou para a zona de rebaixamento. O Colorado criou algumas oportunidades, mas não conseguiu marcar e ainda sofreu um gol no rebote de uma bola parada.

Com o resultado, aliado a vitória do Vitória sobre o Atlético-PR, o Colorado caiu para o 17º lugar com 38 pontos, um a menos que o Coritiba, que recebe o Atlético-MG, às 19h30min, no Couto Pereira, e o próprio Vitória, que também chegou a 39.

O próximo compromisso do Inter será em 11 dias. No dia 17, às 21h, o Colorado recebe a Ponte Preta, no estádio Beira-Rio. No mesmo dia e horário, o Palmeiras vai ao Independência enfrentar o Atlético-MG.

Inter começa pressionando, mas sofre gol no início do primeiro tempo

Os comandados de Celso Roth começaram a partida pressionando o Palmeiras, entretanto, não conseguiram criar nenhuma chance de gol, errando a meta nos dois chutes que deram. O castigo veio aos 16, após escanteio da direita de ataque, a defesa afastou, mas Thiago Santos cabeceou para dentro da área, onde Cleiton Xavier desviou e abriu o placar: Palmeiras 1 a 0.

O Inter, através do Twitter, reclamou que, no lance que originou o escanteio do gol, Mina teria cabeceado para fora e, o correto, seria o tiro de meta. Porém, uma imagem revelou que a bola bateu no braço de Paulão antes de sair pela linha de fundo.

Imediatamente após o gol, o Palmeiras passou a pressionar o Colorado, mas sem criar oportunidades claras. Aos 28, os donos da casa passaram a esperar o adversário para contra-atacar. Com isso, o Inter voltou a jogar no campo ofensivo e, dois minutos depois, numa cobrança de falta da intermediária ofensiva, Alex deu um toque para William que só rolou. O meia bateu à meia altura muito perto do poste direito de Jailson.

Aos 33, Anderson arriscou de fora da área, mas a bola saiu fraca e ficou fácil para Jailson. Dois minutos depois, o Colorado tinha 49% da posse de bola contra 51% do Palmeiras. Aos 39, William chutou fraco e rasteio e Jailson apenas segurou a bola com o pé. Nos descontos, após escanteio da direita de ataque, Vitor Hugo saltou mais alto que o marcador e cabeceou. Danilo Fernandes teve que saltar para fazer a ponte e soquear a bola pela linha de fundo.

Mesmo com mudanças, Inter não conseguiu buscar o empate

No intervalo, Celso Roth retirou Ceará e colocou Sasha. E foi dele a primeira oportunidade do segundo tempo. Após triangulação pela esquerda de ataque, o atacante arriscou forte chute de fora da área, pela esquerda, mas a bola desviou no corpo de Mina e ficou fácil para a defesa de Jailson.

Aos oito, Anderson recebeu lançamento próximo ao meio de campo e arrancou em velocidade. Ganhou no corpo de três marcadores, mas, no momento da batida estava desequilibrado e o chute passou perto do travessão do Palmeiras. Depois deste lance, os dois times passaram a disputar a bola de intermediária a intermediária, sem criar nenhuma chance de gol.

Celso Roth, aos 28, retirou Alex e colocou Valdívia. Ao chegar no banco de reservas, o experiente meia demonstrou irritação ao dar um tapa na garrafa de água oferecida pelo massagista da Inter. Apesar das alterações, o Palmeiras passou a ter maior posse de bola, mas sem conseguir pressionar.

Até que, aos 35, Diego arriscou de fora da área e a bola passou próximo ao ângulo esquerdo de Jailson. Sete depois, Gabriel Jesus chutou de dentro da área, Danilo Fernandes fez a defesa, mas a bola ainda acertou o poste esquerdo. No rebote, o goleiro evitou o gol após chute de Tchê Tchê, próximo a linha de fundo.

Anselmo, aos 42, fez jogada individual e arriscou da intermediária, mas a bola passou próximo ao ângulo direito de Jailson. O Inter insistiu desorganizadamente e não conseguiu buscar o empate. Com isso, o Colorado amargou a 16ª derrota em 34 jogos.

Brasileirão 2016 – 34ª Rodada

Palmeiras 1

Jailson; Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago dos Santos, Tchê Tchê e Cleiton Xavier (Fabiano); Roger Guedes (Alecsandro), Dudu e Gabriel Jesus.

Técnico: Cuca.

Inter 0

Danilo; Ceará (Sasha), Paulão, Ernando e Geferson; Anselmo, Dourado, William, Anderson e Alex (Valdívia); Aylon (Diego).

Técnico: Celso Roth.

Público: 31.967

Renda: R$ 2.112.466,12

Gols: Cleiton Xavier (16min/1ºT)

Cartões amarelos: –

Cartões vermelhos: –

Árbitro: Péricles Cortez (PE)

Auxiliares: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)

Local: Allianz Parque, em São Paulo.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Material estava em tonéis, e foi levado em ação que durou cerca de 5 minutos.

O suspeito, que já foi três vezes preso por furto em pouco mais de um mês, estava no interior do carro.

Veículo estava abandonado em uma rua do Bairro Pinheiros.

Decisões no mês de agosto fazem comissão técnica pensar em preservar jogadores importantes.