Giro do Vale / Destaque / Lajeado / Polícia

Presídio Feminino de Lajeado começa a receber detentas na próxima segunda-feira

Nove presas serão transferidas de Encantado, Santa Cruz do Sul e Guaíba.

Foto: Divulgação / Susepe

Foto: Divulgação / Susepe

Com a obra concluída desde a metade de 2016 e inaugurado há mais de 40 dias, a ocupação do Presídio Feminino de Lajeado inicia com nove presas na próxima segunda-feira, dia 9. A abertura da casa prisional ocorre após determinação do juiz Luís Antônio de Abreu Johnson. O começo dos trabalhos ainda resultou na entrega dos cargos de três agentes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).

A burocracia envolvendo a instalação de gás, a conexão de internet e a realização do Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) colaboraram para que a obra seguisse vazia. A superintendente da Susepe Anne Stock afirma que o processo já foi destravado.

“Com a determinação do doutor Johnson para remoção das presas em 72 horas, nós nos mobilizamos e agilizamos a questão (PPCI). Tanto o corpo de bombeiros como a secretaria de segurança do município foram incansáveis e nos ajudaram a destrancar esse processo”, relata.

LEIA TAMBÉM:
Delegado da Susepe é demitido após polêmica de demora para abertura de presídio
Juiz determina abertura de presídio feminino de Lajeado em até 72h

A demora na ocupação causou a demissão do delegado que respondia pela Susepe no município Eugênio Eliseu Ferreira. Após a exoneração de Ferreira, a então diretora do Presídio de Lajeado Rita de Cássia Donine Antocheviz e mais duas servidoras entregaram seus cargos na tarde desta quinta-feira, dia 5.

Anne diz respeitar a decisão das agentes. “Elas entregaram a função que estavam exercendo e elas retornam para os locais de lotação que elas estavam trabalhando anteriormente”, comenta.

Os agentes penitenciários que deverão trabalhar no presídio ainda não foram definidos até o fim da tarde da quinta-feira. Conforme a superintendente, serão realocados 10 servidores de outras casas prisionais. A nova diretora e chefe de segurança ainda não foram definidas.

As nove apenadas que ocuparão a casa prisional serão realocadas de presídios de Encantado, Santa Cruz do Sul e Guaíba. Elas haviam sido condenadas pela comarca de Lajeado mas precisaram ser encaminhadas para outros municípios, que contavam com cadeias femininas.

A obra do Presídio Feminino de Lajeado iniciou em março de 2015. O investimento total para a obra foi de R$ 800 mil com recursos de penas alternativas do Poder Judiciário de Lajeado, Estrela e Teutônia, além da prefeitura de Lajeado e verbas da comunidade.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Região pode ter máxima de 32°C

Foto: Divulgação / PRF

Ainda foram encontrados R$ 15 mil em dinheiro, sem comprovação de procedência.

Foto: Divulgação

Atleta de Lajeado afirma ter sido chamado de macaco pela mãe de um dos jogadores do time adversário.

Foto: Divulgação

Relógios devem ser adiantados em uma hora a partir do dia 15 de outubro nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.