Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio vence o Cruzeiro em Gravataí e se aproxima do líder

Bolaños, com um belo chute, e Ramiro marcaram para o Tricolor.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio venceu o Cruzeiro, por 2 a 0, na tarde deste sábado, no estádio Vieirão, em Gravataí, em partida válida pela 5ª rodada do Campeonato Gaúcho. Com o resultado, o Tricolor chegou aos 10 pontos e termina a rodada na terceira colocação, com o mesmo número do Caxias, mas perde nos critérios a posição.

Depois de certa pressão e um pênalti perdido pelos donos da casa, Bolaños acertou um belo chute de fora da área e abriu o placar. No início do segundo tempo, Lucão foi expulso e os comandados de Renato Portaluppi passaram a dominar a partida. Ramiro ampliou aos 22.

O Grêmio volta aos gramados pelo Gauchão no próximo sábado, às 18h30min, na Arena, no primeiro Gre-Nal da temporada. Já, no domingo, o Cruzeiro enfrenta o Caxias, às 17h, no Centenário. Antes disso, na quinta-feira, o Tricolor recebe o Ceará, na Arena, às 21h30min, pela Primeira Liga.

Cruzeiro pressiona, mas Bolaños abre o placar com um golaço

O primeiro tempo no Vieirão foi de alta movimentação e de oportunidades para ambos os lados. O Cruzeiro teve as melhores, mas foi o Grêmio que abriu o placar. Logo aos três minutos, Fernandinho saiu da esquerda e, no meio, passou para Bolaños. O equatoriano ajeitou e bateu forte. Giovani espalmou para alinha de fundo. Quatro minutos depois, Reinaldo puxou o contra-ataque desde o campo defensivo, sem marcação. Próximo a grande área, passou por dois marcadores e, desequilibrado, chutou. Grohe espalmou para a frente e a defesa afastou o perigo.

A partir deste lance, o clube de Cachoeirinha passou a dominar as ações ofensivas, com o Tricolor aproveitando os espaços para contra-atacar. Aos 10, Sander triangulou com Alagoano, passou por dois marcadores, de meia lua por Geromel e cruzou. Kannemann afastou o perigo em cima da linha. No minuto seguinte, Tiago Alagoano recebeu lançamento entre os dois zagueiros do Grêmio, invadiu a área e, no momento do chute, Geromel se recuperou e afastou o perigo.

O Grêmio reagiu aos 20. Bolaños deu excelente lançamento dentro da área para Everton. O atacante saiu na frente de Giovani, mas tentou dar um toque para o lado, para chutar sem obstáculos para dentro do gol, mas o goleiro do Cruzeiro ficou com a bola.

No reinício da partida após hidratação, aos 25, Lucão tirou Geromel para dançar com dois dribles, deu um giro e chutou forte. Marcelo Grohe espalmou para a frente, mais uma vez, e a defesa aliviou. Três depois, Bolaños passou para Everton, que ajeitou, mas, sem espaço, deu passe para Marcelo Oliveira, livre pela esquerda de ataque. O lateral bateu forte e a bola passou raspando próximo ao travessão de Giovani.

Aos 30, Kozlowski invadiu a área, chocou com o braço de Kannemann e caiu. O árbitro Daniel Soder marcou a penalidade máxima. Lucão bateu rasteiro no canto direito. Marcelo Grohe saltou para o lado certo e espalmou pela linha de fundo. A pressão seguiu: dois minutos depois, Tiago Alagoano cobrou falta próximo a linha de fundo pela esquerda de ataque. A bola foi em direção ao gol, Reinaldo estava no lance, mas Grohe salvou mais uma.

A resposta veio em seguida. Léo Moura recebeu passe de Bolaños, cortou a marcação e passa para Everton. O atacante chutou, mas foi bloqueado pela defesa. Pela imagem da televisão, a bola bateu no braço de um dos marcadores do Cruzeiro, mas Soder não deu o pênalti. Não fez falta. Logo em seguida, Bolanõs arriscou de fora da área, a bola bateu no poste esquerdo e foi parar no fundo das redes. Golaço do equatoriano.

Expulsão no primeiro minuto facilita e Grêmio amplia o placar

Aos 55 segundos do segundo tempo, Lucão pisou no tornozelo de Michel e recebeu o seu segundo cartão amarelo. Com a expulsão, o Cruzeiro passou a atuar com 10 jogadores e o Grêmio, a comandar as ações ofensivas. Já os donos da casa passaram a aguardar contra-ataques para buscar o empate.

O Tricolor teve boa oportunidade aos 17 minutos, quando Jaílson aproveitou rebote e chutou forte e rasteiro, mas Giovani fez a defesa. Cinco minutos depois, Lincoln, que entrou na vaga do apagado Fernandinho, fez jogada de linha de fundo e deu passe perfeito para Ramiro, no segundo poste, chutar sem chances para goleiro do Cruzeiro. Grêmio, 2 a 0.

O Grêmio voltou a levar perigo aos 31 minutos. Léo Moura fez excelente jogada pela direita e cruzou. A zaga não conseguiu afastar e a bola ficou a meia altura para Everton, que chutou de primeira, mas a bola saiu a esquerda da meta de Giovani. Até o final do jogo, o Tricolor seguiu dominando o jogo, mas não criou novas oportunidades claras de gol.

Depois da vitória, uma merecida folga de carnaval. A reapresentação está marcada para terça-feira, sem horário confirmado.

Campeonato Gaúcho – 5ª rodada

Cruzeiro 0

Giovani; John Lennon, Dão, Vladimir e Sander; Benhur, Reinaldo (Ronaldo), Lucas Martins (Matheus) e William Kozlowski (Netinho); Lucão e Tiago Alagoano.

Técnico: Ben-Hur Pereira

Grêmio 2

Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira (Cortez); Jaílson, Michel (Arthur), Ramiro, Bolaños e Fernandinho (Lincoln); Everton.

Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Bolaños (42min/1ºT) e Ramiro (22min/2ºT)

Cartões amarelos: Matheus, Reinaldo, Lucão e Lucas Martins (Cruzeiro) e Ramiro, Jaílson, Arthur, Geromel e Kannemann (Grêmio)

Cartões vermelhos: Lucão (Cruzeiro)

Arbitragem: Daniel Soder, auxiliado por André Bitencourt e Tiago Kappes Diel.

Local: Estádio Antônio Vieira Ramos (Vieirão), em Gravataí.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Programação inicia pela manhã, e contará com jogos ao longo do dia, e almoço na casa do Rudibar.

Somente com jogadores da cidade, equipe vai para sua primeira experiência na competição regional.

Droga estava escondida em compartimentos ocultos dentro de um veículo Hyundai I30.

Terceira etapa da competição de corrida e caminhada acontece no domingo, dia 22.