Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter cede empate ao Caxias e segue sem vencer no Gauchão

Apesar de golaço de D’Alessandro, Colorado teve muitas dificuldades na partida

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter mostrou poucos momentos de bom futebol, vibrou com um golaço de D’Alessandro, mas sofreu o empate no bom jogo coletivo do Caxias. O 1 a 1 na noite deste sábado, dia 11, no Beira-Rio fez justiça ao que se viu no campo e manteve o Colorado sem vitórias no Gauchão em 2017.

Este resultado deixa o Inter com dois pontos, em décimo lugar, apenas um à frente da zona do rebaixamento. O Caxias vai a quatro pontos e ocupa a quinta colocação. A próxima partida pelo Gauchão é contra o Passo Fundo, fora de casa, em 19 de fevereiro. Antes, na quarta-feira, encara o Princesa de Solimões pela Copa do Brasil.

O Colorado passou por dificuldades na primeira etapa, com os visitantes da Serra tomando a iniciativa de jogo. Mesmo jogando em casa, os comandados de Antônio Carlos Zago deixaram a posse de bola no meio com o time visitante e conseguiram concluir apenas de fora da área.

Logo aos dois minutos, Gilmar assustou a meta colorada. Márcio Goiano levantou na marca do pênalti e, sem marcação, por muito pouco passou da bola, perdendo o gol. Danilo Fernandes já teve que trabalhar aos oito minutos, em chute de primeira no rebote de jogada aérea, para defesa do goleiro.

Colorado não ameaça  e Danilo salva

O Inter só foi chutar a gol aos 19 minutos. Anselmo recebeu na intermediária e bateu forte na bola, para linda defesa de Marcelo Pitol, no canto direito.

Com os goleiros em destaque, Danilo, foi o nome da primeira etapa, mantendo o zero no placar. Ele salvou o Colorado aos 28 minutos, quando Wagner chutou de fora da área e Gilmar desviou de letra. No puro reflexo, o goleiro conseguiu catar no canto direito.

Três minutos depois, pane no sistema de marcação dos volantes do Inter e mais um milagre de Danilo. Wagner saiu na cara do gol, preparou o chute e tentou mandar colocado no canto direito, mas o goleirão espalmou no último momento. Chance para o Inter, só aos 40 minutos. Alemão serviu Valdívia na meia-lua da área e o atacante chutou de primeira. Saiu com muita força, mas Pitol conseguiu se esticar para tirar de soco. Zero a zero e preocupação colorada antes do intervalo.

Zago fez modificações na arrancada da segunda etapa, com Carlinhos no lugar de Anselmo e Carlos no de Valdívia. Logo em seu primeiro lance, o atacante quase abriu o placar. Aos 10 minutos, D’Alessandro disparou na corrida e cruzou na área. A zaga afastou, mas sobrou para Carlos. Ele dominou no peito, se esticou e mandou um voleio, mas a chance de golaço saiu tirando tinta do poste direito.

O Caxias respondeu com Nicolas, que pouco antes tinha entrado no lugar de Gilmar. O atacante foi lançado no contragolpe e chutou com perigo de fora da área. Mas Danilo apareceu bem para catar firme.

Festa com D’Ale dura pouco

Depois dos 25 minutos, o Inter pareceu acordar para o jogo, e foi com tudo para a pressão. Após acumular escanteios e “chuveirar” bastante na área, finalmente veio o gol. Aos 29, Roberson brigou na área e rolou para Uendel. O lateral cruzou na marca do pênalti e D’Alessandro emendou de voleio, um golaço no canto esquerdo.

O Colorado foi com tudo para ampliar, e quase conseguiu aos 32 minutos. Carlos recebeu na direita e tentou surpreender. Mandou de longe, no ângulo esquerdo, lá da linha de fundo. A bola explodiu no travessão. Na sequência, sobrou para Roberson na cara do gol, mas ele chutou no meio e Pitol fez grande defesa.

Três minutos depois, o castigo. Júlio César foi lançado na direita e cruzou. Reis desviou bem fraquinho, mas Danilo saltou atrasado. A bola passou devagarzinho para o fundo das redes, definindo o 1 a 1.

Zago ainda lançou Seijas aos 37 minutos, mas o venezuelano não conseguiu alterar os rumos da partida. O Caxias valorizou a posse de bola, fez o tempo correr e não sofreu mais riscos, garantindo o ponto contra um dos grandes do estadual.

Gauchão – 3ª rodada

Inter 1

Danilo Fernandes; Alemão, Klaus, Ernando e Uendel; Anselmo (Carlinhos), Rodrigo Dourado, Charles, D’Alessandro e Valdívia (Carlos); Roberson (Seijas).

Técnico Antonio Carlos Zago

Caxias 1

Marcelo Pitol; Thiago Machado, Edson Borges, Jean e Márcio Goiano; Marabá (Baiano), Elyeser, Júlio César, Wagner (Marlon) e Reis; Gilmar (Nicolas).

Técnico Luís Carlos Winck

Gols: D’Alessandro (29min/2ºT), para o Inter; Reis (35min/2ºT), para o Caxias.

Cartões amarelos: Charles, Anselmo, D’Alessandro (I); Reis, Marabá, Wagner (C)

Público: 9.563

Renda: R$ 237.642,50

Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Lúcio Flor e Tiago Diel.

Local: Beira-Rio.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Programação inicia pela manhã, e contará com jogos ao longo do dia, e almoço na casa do Rudibar.

Somente com jogadores da cidade, equipe vai para sua primeira experiência na competição regional.

Droga estava escondida em compartimentos ocultos dentro de um veículo Hyundai I30.

Terceira etapa da competição de corrida e caminhada acontece no domingo, dia 22.