Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter cede empate ao Caxias e segue sem vencer no Gauchão

Apesar de golaço de D’Alessandro, Colorado teve muitas dificuldades na partida

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter mostrou poucos momentos de bom futebol, vibrou com um golaço de D’Alessandro, mas sofreu o empate no bom jogo coletivo do Caxias. O 1 a 1 na noite deste sábado, dia 11, no Beira-Rio fez justiça ao que se viu no campo e manteve o Colorado sem vitórias no Gauchão em 2017.

Este resultado deixa o Inter com dois pontos, em décimo lugar, apenas um à frente da zona do rebaixamento. O Caxias vai a quatro pontos e ocupa a quinta colocação. A próxima partida pelo Gauchão é contra o Passo Fundo, fora de casa, em 19 de fevereiro. Antes, na quarta-feira, encara o Princesa de Solimões pela Copa do Brasil.

O Colorado passou por dificuldades na primeira etapa, com os visitantes da Serra tomando a iniciativa de jogo. Mesmo jogando em casa, os comandados de Antônio Carlos Zago deixaram a posse de bola no meio com o time visitante e conseguiram concluir apenas de fora da área.

Logo aos dois minutos, Gilmar assustou a meta colorada. Márcio Goiano levantou na marca do pênalti e, sem marcação, por muito pouco passou da bola, perdendo o gol. Danilo Fernandes já teve que trabalhar aos oito minutos, em chute de primeira no rebote de jogada aérea, para defesa do goleiro.

Colorado não ameaça  e Danilo salva

O Inter só foi chutar a gol aos 19 minutos. Anselmo recebeu na intermediária e bateu forte na bola, para linda defesa de Marcelo Pitol, no canto direito.

Com os goleiros em destaque, Danilo, foi o nome da primeira etapa, mantendo o zero no placar. Ele salvou o Colorado aos 28 minutos, quando Wagner chutou de fora da área e Gilmar desviou de letra. No puro reflexo, o goleiro conseguiu catar no canto direito.

Três minutos depois, pane no sistema de marcação dos volantes do Inter e mais um milagre de Danilo. Wagner saiu na cara do gol, preparou o chute e tentou mandar colocado no canto direito, mas o goleirão espalmou no último momento. Chance para o Inter, só aos 40 minutos. Alemão serviu Valdívia na meia-lua da área e o atacante chutou de primeira. Saiu com muita força, mas Pitol conseguiu se esticar para tirar de soco. Zero a zero e preocupação colorada antes do intervalo.

Zago fez modificações na arrancada da segunda etapa, com Carlinhos no lugar de Anselmo e Carlos no de Valdívia. Logo em seu primeiro lance, o atacante quase abriu o placar. Aos 10 minutos, D’Alessandro disparou na corrida e cruzou na área. A zaga afastou, mas sobrou para Carlos. Ele dominou no peito, se esticou e mandou um voleio, mas a chance de golaço saiu tirando tinta do poste direito.

O Caxias respondeu com Nicolas, que pouco antes tinha entrado no lugar de Gilmar. O atacante foi lançado no contragolpe e chutou com perigo de fora da área. Mas Danilo apareceu bem para catar firme.

Festa com D’Ale dura pouco

Depois dos 25 minutos, o Inter pareceu acordar para o jogo, e foi com tudo para a pressão. Após acumular escanteios e “chuveirar” bastante na área, finalmente veio o gol. Aos 29, Roberson brigou na área e rolou para Uendel. O lateral cruzou na marca do pênalti e D’Alessandro emendou de voleio, um golaço no canto esquerdo.

O Colorado foi com tudo para ampliar, e quase conseguiu aos 32 minutos. Carlos recebeu na direita e tentou surpreender. Mandou de longe, no ângulo esquerdo, lá da linha de fundo. A bola explodiu no travessão. Na sequência, sobrou para Roberson na cara do gol, mas ele chutou no meio e Pitol fez grande defesa.

Três minutos depois, o castigo. Júlio César foi lançado na direita e cruzou. Reis desviou bem fraquinho, mas Danilo saltou atrasado. A bola passou devagarzinho para o fundo das redes, definindo o 1 a 1.

Zago ainda lançou Seijas aos 37 minutos, mas o venezuelano não conseguiu alterar os rumos da partida. O Caxias valorizou a posse de bola, fez o tempo correr e não sofreu mais riscos, garantindo o ponto contra um dos grandes do estadual.

Gauchão – 3ª rodada

Inter 1

Danilo Fernandes; Alemão, Klaus, Ernando e Uendel; Anselmo (Carlinhos), Rodrigo Dourado, Charles, D’Alessandro e Valdívia (Carlos); Roberson (Seijas).

Técnico Antonio Carlos Zago

Caxias 1

Marcelo Pitol; Thiago Machado, Edson Borges, Jean e Márcio Goiano; Marabá (Baiano), Elyeser, Júlio César, Wagner (Marlon) e Reis; Gilmar (Nicolas).

Técnico Luís Carlos Winck

Gols: D’Alessandro (29min/2ºT), para o Inter; Reis (35min/2ºT), para o Caxias.

Cartões amarelos: Charles, Anselmo, D’Alessandro (I); Reis, Marabá, Wagner (C)

Público: 9.563

Renda: R$ 237.642,50

Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Lúcio Flor e Tiago Diel.

Local: Beira-Rio.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Bandidos fugiram em um veículo Civic de cor prata.

Três indivíduos foram presos na ação conjunta da polícia.

Após registro o homem foi conduzido ao sistema prisional

Vítima levou uma coronhada na cabeça e precisou ser encaminhada ao hospital.