Giro do Vale / Destaque / Estado / Política

Nova fase do pacote de Sartori será enviada à Assembleia em abril

Entre as medidas, estão alterações em carreiras de categorias do funcionalismo.

Foto: Galileu Oldenburg / Assembleia Legislativa / Divulgação

Foto: Galileu Oldenburg / Assembleia Legislativa / Divulgação

Devem ser enviados pelo Executivo à Assembleia Legislativa, em abril, projetos que integram a nova fase de ajuste fiscal, chamada internamente no governo de “plano de modernização do Estado”. Nessa terça-feira, em fala durante o lançamento da Expodireto Cotrijal, o governador José Ivo Sartori confirmou que as alterações terão continuidade.

“Fizemos o nosso dever de casa, mas ainda falta muita coisa. Os deputados que estão aqui sabem que têm coisas que estão na Assembleia e precisam ser votadas, mas eu digo: vai ter mais”, disse Sartori.

Grupos de técnicos e integrantes de auditoria trabalham há algum tempo em diagnósticos que serão utilizados na elaboração dos projetos, em processo que será conduzido pelo secretário-geral de Governo, Carlos Búrigo. Entre as medidas, estão alterações em carreiras de categorias do funcionalismo, iniciativas envolvendo a cobrança da dívida ativa e mais enxugamentos, que colocarão em discussão também os papéis de órgãos como o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs).

No caso da Uergs, entre as alterações em análise está o direcionamento de cursos para áreas mais produtivas, com viés mais prático. As sedes do governo no interior do Estado, passando pela atuação e lógica de funcionamento dos Conselhos regionais de Desenvolvimento (Coredes), também estão no foco de mudanças.

Segundo integrantes do primeiro escalão do Piratini, a intenção é tornar mais eficientes as estruturas da máquina administrativa, ampliar o acesso da população e qualificar a prestação de serviços. A atuação de instituições como Banco Regional de Desenvolvimento (BRDE) e Badesul também podem passar por reformulações. As articulações, no caso do Badesul, já teriam ocorrido inclusive junto a interlocutores dos estados de Santa Catarina e Paraná.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Clarissa Jaeger / Divulgação

Feira segue até o dia 1º de Outubro

Foto: Divulgação

Expectativa da Secretaria da Fazenda é quitar em dia vencimentos de até R$ 1,3 mil

Foto: Departamento de Trânsito de Lajeado / Divulgação

O veículo havia sido furtado nas imediações