Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio apenas empata com o Veranópolis

Tricolor sofreu com erros no primeiro tempo e buscou 1 a 1 com belo gol de Luan.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio voltou a ter lapsos de atenção e, com uma atuação abaixo da esperada, empatou com o Veranópolis neste domingo, na Arena. A igualdade em 1 a 1 deixa a equipe gremista com 13 pontos, no terceiro lugar do Gauchão. O VEC é quarto, com a mesma pontuação, mas com pior saldo de gols. A tentativa de reação será na quarta-feira, contra o líder Novo Hamburgo, no Vale do Sinos.

O Tricolor sofreu mais uma vez com os “cochilos” criticados por Renato Portaluppi na primeira etapa de jogo. Cometeu erros no ataque e, viu o Veranópolis abrir uma placar em falha do goleiro Léo. Depois, tentou correr atrás do prejuízo com mais vontade que organização.

Aos 10 minutos, a situação parecia melhor, inclusive com a torcida gritando gol. Mas o lance foi invalidado. Após desvio de Barrios em cruzamento, sobrou para Kannemann, que chutou para o fundo das redes. Mas o zagueiro estava um passo à frente da linha defensiva, impedido.

Erros de marcação e frango

O Veranópolis cresceu e começou a tocar a bola no campo do Grêmio. Na única oportunidade que teve, contou com ajuda do goleiro para anotar 1 a 0. Gustavo recebeu nas costas de Léo Moura, cortou para dentro e chutou no canto esquerdo. A bola foi na direção do goleiro, que tentou tirar de soco, mas desviou para as próprias redes.

Aí o Grêmio se atirou ao campo de ataque, mas gerando poucas chances efetivas, tanto por erros de posicionamento, quanto por passes equivocados. Aos 29, Ramiro tocou para Luan, que disparou o chute da risca da área, só que fraco para defesa de Reynaldo. Cinco minutos depois, foi Ramiro quem dominou na área e chutou de voleio, porém o goleiro voltou a levar a melhor.

Antes da virada do ponteiro, Barrios mandou para o fundo do gol, contudo em mais um lance invalidado: em posição irregular, Ramiro aparou bola na área e tocou para o paraguaio marcar.

Lincoln dá novo ânimo

Renato mudou o time para o segundo tempo, com Lincoln no lugar de Jailson. E o garoto deu nova presença ofensiva para o Tricolor. Logo aos dois minutos, fez grande jogada. Ele se apresentou pelo meio e limpou para Luan. O garoto cruzou na área, e Pedro Rocha não alcançou por centímetros para empatar.

Aos quatro, porém, Luan marcou um golaço para igualar os números. O atacante recebe lindo lançamento de Ramiro, tirou do marcador ao dominar no peito e, com categoria, deslocou o goleiro para tocar devagarzinho no canto direito. Mas o Veranópolis tentou mostrar reação e quase marcou aos sete minutos. Matheus Santana recebeu na frente da área, driblou Thyere e chutou no canto esquerdo. Leo pulou atrasado e conseguiu desviar muito de leve para evitar o gol.

Um dos melhores do Tricolor, Léo Moura quase deu sua contribuição em cobrança de falta, aos 21. Bateu com muito efeito, a bola contornou a barreira e ia entrar no canto esquerdo, mas Reynaldo voou rente à trave para espalmar. Três minutos depois, a virada quase saiu de uma assistência de Léo Moura. Ele recebeu de Luan e cruzou na marca do pênalti para Pedro Rocha. Sem goleiro, o atacante isolou por cima.

A essas alturas, Renato já tinha lançado Everton no lugar de Barrios e promovido a estreia de Gata Fernandez na vaga de Michel. Era a tentativa final pela vitória. O argentino fez alguns bons lançamentos longos, mas o Tricolor não conseguir ir além do fraco empate na Arena, o que gerou até mesmo algumas vaias após o apito final.

 

Correio do Povo

 

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele foi detido por uma guarnição da Brigada Militar (BM) na Estação Rodoviária, no Florestal, onde aguardava um ônibus.

Condutor do veículo que atropelou a vítima, deixou o local sem prestar socorro.

Tempo fica instável, mas sol aparece com nuvens em várias cidades.

Com decisão, ex-presidente seguirá preso para cumprir condenação no caso do triplex.