Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio estreia na Libertadores com vitória consistente sobre o Zamora

Tricolor venceu por 2 a 0, com grandes atuações de Ramiro e Léo Moura.

Foto: Federico Parra / AFP / Divulgação

Foto: Federico Parra / AFP / Divulgação

O Grêmio fez uma partida consistente para estrear com boa vitória sobre o Zamora, nesta quinta-feira na Venezuela. Os comandados de Renato Portaluppi tomaram alguns sustos nas jogadas de velocidade, mas confirmaram o 2 a 0 para abrir a campanha pelo sonhado tricampeonato da Libertadores.

Com o resultado, o Tricolor lidera no saldo de gols o Grupo 8 da competição. Só volta a jogar pela Libertadores em 11 de abril, contra o Deportes Iquique, na Arena. Bem antes disso, volta a campo e enfrenta o Brasil de Pelotas, domingo, pelo Gauchão.

Grêmio assume o controle do jogo

Os gremistas complicaram mais do que precisavam o primeiro tempo, mas com muito mais qualidade, acabaram encontrado o gol. Até lá, porém, foram muitos sustos nos contragolpes dos venezuelanos. Logo aos quatro minutos, Marcelo Grohe impediu o Zamora de abrir o placar. Uribe foi lançado nas costas da zaga, invadiu a área e chutou cruzado, mas o goleirão conseguiu espalmar. Quatro minutos depois, Angel Farias se desvencilhou a dribles da marcação gremista e cruzou rasteiro. Na cara do gol, Clarke chutou para fora.

O ataque tricolor só conseguiu aparecer para as câmeras aos 15 minutos. Em boa jogada trabalhada, Bolaños tabelou com Luan e lançou Michel na cara do gol. Como elemento surpresa, ele tinha a meta à disposição, mas chutou mais chão que bola e isolou.

À essa altura, o Grêmio já colecionava escanteios. Num deles, Bolaños cruzou no primeiro pau e Jailson subiu livre na área para cabecear. Só que errou a mira e mandou à direita do gol de Salazar. Depois, foi a vez de Bolaños perder boa chance aos 25 minutos. Luan tocou para o equatoriano que driblou o zagueiro e chutou forte, mas em cima do goleiro.

Com os ponteiros já se aproximando do intervalo, o Zamora perdeu mais uma oportunidade incrível. Gallardo passou de viagem por Marcelo Oliveira e tocou para Uribe. Livre e a dois passos da pequena área, ele explodiu por cima da meta.

E veio o castigo. Aos 45 minutos, Luan recebeu de Jailson e tocou para Pedro Rocha na meia-lua. O atacante viu a entrada de Léo Moura e deixou o companheiro na cara do gol. Com qualidade, o lateral chutou firme no canto direito e correu para o abraço. Seu primeiro gol no Grêmio e já essencial na campanha pela América.

Volta do intervalo fulminante

O primeiro tempo terminou bem, e o segundo tempo começou ainda melhor para o Tricolor. Logo aos quatro minutos, Pedro Rocha foi lançado livre na esquerda, viu a entrada de Ramiro na área e rolou com qualidade. Na hora do chute, o volante foi derrubado e marcada penalidade máxima. Na cobrança, Luan deslocou o goleiro, bateu colocado no meio e confirmou o 2 a 0.

O Grêmio conseguiu controlar a partida até os 15 minutos, mas o Zamora promoveu a entrada do baixinho Sosa que complicou o padrão defensivo tricolor. Aos 17 minutos, em jogada iniciada pelo atacante, Grohe saiu mal do gol e foi driblado por Peña. No chute, porém, Kannemann se atirou na frente da bola para mandar em escanteio. Na cobrança, Uribe cabeceou no canto esquerdo e, com Grohe fora do lance, Ramiro tirou de cabeça em cima da linha.

Para represar os ânimos venezuelanos, Renato trocou Pedro Rocha e Luan por Everton e Lucas Barrios. Com dois novos homens de frente, o Tricolor voltou a levar perigo. Aos 31, o centroavante paraguaio recebeu na esquerda, limpou o lance e serviu Bolaños na marca do pênalti. O equatoriano dominou e tentou o voleio, mas chutou em cima do goleiro Salazar.

Dois minutos depois, Rafael Thyere fez milagre para evitar o gol. Barrios errou a saída de bola e Gallardo saiu na cara do gol. A bola ia para o fundo das redes, mas o zagueirão surgiu de carrinho e tocou para escanteio. Já nos minutos finais, Fernandinho entrou no lugar de Bolaños e quase criou a jogada do terceiro gol. Ele fez boa jogada pela direita e rolou para Ramiro, que chegou chutando de primeira, mas mandou por cima. Um 2 a 0 de bom tamanho.

Libertadores – Grupo 8

Zamora 0

Carlos Salazar; Ángel Faria (Ronald Hernández), Oscar Hernández, Filipetto e Ovalle; Luis Melo, Luis Vargas (José Pinto), Clarke (Eduardo Sosa), Angelo Peña e Erickson Gallardo; Anthony Uribe. Técnico: Francesco Stifano.

Grêmio 2

Marcelo Grohe; Leo Moura, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel, Jailson, Ramiro, Miller Bolaños (Fernandinho) e Pedro Rocha (Lucas Barrios); Luan (Everton). Técnico: Renato Gaúcho.

Gols: Léo Moura (45min/1ºT) e Luan (6min/2ºT, de pênalti).

Árbitro: Darío Herrera (Fifa/Argentina).

Cartões amarelos: Ovalle, Luis Vargas (Z).

Local: Estadio Agustín Tovar, em Barinas (Venezuela).

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Clarissa Jaeger / Divulgação

Feira segue até o dia 1º de Outubro

Foto: Divulgação

Expectativa da Secretaria da Fazenda é quitar em dia vencimentos de até R$ 1,3 mil

Foto: Departamento de Trânsito de Lajeado / Divulgação

O veículo havia sido furtado nas imediações