Giro do Vale / Polícia / Sério

Idoso de 81 anos acusado de matar a nora em Sério é condenado a mais de 15 anos

A defesa tem cinco dias para entrar com recurso para tentar levar o caso à segunda instância.

O réu Claudino Schmitz foi condenado em júri popular realizado nesta segunda-feira, dia 27, em Lajeado. Ele é acusado de homicídio qualificado contra a nora Marta Inês Schmitz (42), ocorrido no dia 30 de outubro de 2015, na localidade de Arroio Abelha, no interior de Sério.

De acordo com a denúncia, a vítima saiu para trabalhar na roça, juntamente com seu marido, filho do réu, como de costume. Schmitz teria se aproveitado do momento em que a mulher estava sozinha e matou a vítima com uso de uma faca, tendo em vista que, conforme a denúncia, ela não cedia às suas investidas sexuais.

Schmitz, que possui em registro 79 anos, mas que tem 81 anos de idade, foi condenado a 15 anos e seis meses de prisão. Ele foi recolhido ao Presídio da Bela Vista, em Arroio do Meio. A defesa tem cinco dias para entrar com recurso para tentar levar o caso à segunda instância.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Programação inicia pela manhã, e contará com jogos ao longo do dia, e almoço na casa do Rudibar.

Somente com jogadores da cidade, equipe vai para sua primeira experiência na competição regional.

Droga estava escondida em compartimentos ocultos dentro de um veículo Hyundai I30.

Terceira etapa da competição de corrida e caminhada acontece no domingo, dia 22.