Giro do Vale / Polícia / Sério

Idoso de 81 anos acusado de matar a nora em Sério é condenado a mais de 15 anos

A defesa tem cinco dias para entrar com recurso para tentar levar o caso à segunda instância.

O réu Claudino Schmitz foi condenado em júri popular realizado nesta segunda-feira, dia 27, em Lajeado. Ele é acusado de homicídio qualificado contra a nora Marta Inês Schmitz (42), ocorrido no dia 30 de outubro de 2015, na localidade de Arroio Abelha, no interior de Sério.

De acordo com a denúncia, a vítima saiu para trabalhar na roça, juntamente com seu marido, filho do réu, como de costume. Schmitz teria se aproveitado do momento em que a mulher estava sozinha e matou a vítima com uso de uma faca, tendo em vista que, conforme a denúncia, ela não cedia às suas investidas sexuais.

Schmitz, que possui em registro 79 anos, mas que tem 81 anos de idade, foi condenado a 15 anos e seis meses de prisão. Ele foi recolhido ao Presídio da Bela Vista, em Arroio do Meio. A defesa tem cinco dias para entrar com recurso para tentar levar o caso à segunda instância.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ao providenciar a retirada do carro do local, o proprietário verificou o furto do documentos e outros objetos pessoais.

Veículo estava trancado e não tinha sinais de arrombamento

Um trio fugiu para um matagal e um homem foi capturado

Calendário de pagamento inicia nesta quarta e encerra dia 2 de janeiro