Giro do Vale / Polícia / Taquari

Polícia Civil de Taquari indicia médica por homicídio culposo de recém-nascido

Médica foi afastada do hospital, e pediu licença dos postos de saúde onde também atendia.

Foi encaminhado ao Poder Judiciário por parte da Polícia Civil de Taquari o inquérito que investigava a morte de um recém-nascido, ocorrida no hospital de Taquari, no último dia 04 de março. A delegada Betina Martins Caumo indiciou uma médica da casa de saúde por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

O caso ocorreu após a mãe do menino ir ao hospital, no dia 02, sentindo contrações. No  local, afirmaram que as dores eram normais. A gestante ficou internada e, no dia seguinte, sentiu dores mais fortes. À tarde, a médica resolveu fazer a cesariana, pois a mãe se apresentava muito debilitada em função das dores. A polícia concluiu que o procedimento foi tardio. O bebê nasceu com vida, mas morreu horas depois. Segundo o hospital a médica, que não seria obstetra, foi afastada há dez dias das funções, sendo que teria pedido licença nos postos de saúde onde também atendia.

 

Grupo Independente

Comentários

  1. Leticia disse:

    Agora que ela foi afastada e indiciada com razão claro como vai ficar as gestantes quem vai atender..

  2. jane disse:

    assim fazem com as gestantes.deixam sofrer até não aguentar mais .vem me falar de parto normal.
    história de homem não sabem a dor..sou a favor da Cesária.

  3. sirlei daniela disse:

    E agora qm vai atender as gestantis ?????

  4. tais ferreira disse:

    ainda bm q só m tratei ai…n precisei ganhar ai…..é muito indignacao

Publicidade

Últimas Notícias

Programação inicia pela manhã, e contará com jogos ao longo do dia, e almoço na casa do Rudibar.

Somente com jogadores da cidade, equipe vai para sua primeira experiência na competição regional.

Droga estava escondida em compartimentos ocultos dentro de um veículo Hyundai I30.

Terceira etapa da competição de corrida e caminhada acontece no domingo, dia 22.