Giro do Vale / Polícia / Taquari

Polícia Civil de Taquari indicia médica por homicídio culposo de recém-nascido

Médica foi afastada do hospital, e pediu licença dos postos de saúde onde também atendia.

Foi encaminhado ao Poder Judiciário por parte da Polícia Civil de Taquari o inquérito que investigava a morte de um recém-nascido, ocorrida no hospital de Taquari, no último dia 04 de março. A delegada Betina Martins Caumo indiciou uma médica da casa de saúde por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

O caso ocorreu após a mãe do menino ir ao hospital, no dia 02, sentindo contrações. No  local, afirmaram que as dores eram normais. A gestante ficou internada e, no dia seguinte, sentiu dores mais fortes. À tarde, a médica resolveu fazer a cesariana, pois a mãe se apresentava muito debilitada em função das dores. A polícia concluiu que o procedimento foi tardio. O bebê nasceu com vida, mas morreu horas depois. Segundo o hospital a médica, que não seria obstetra, foi afastada há dez dias das funções, sendo que teria pedido licença nos postos de saúde onde também atendia.

 

Grupo Independente

Comentários

  1. Leticia disse:

    Agora que ela foi afastada e indiciada com razão claro como vai ficar as gestantes quem vai atender..

  2. jane disse:

    assim fazem com as gestantes.deixam sofrer até não aguentar mais .vem me falar de parto normal.
    história de homem não sabem a dor..sou a favor da Cesária.

  3. sirlei daniela disse:

    E agora qm vai atender as gestantis ?????

  4. tais ferreira disse:

    ainda bm q só m tratei ai…n precisei ganhar ai…..é muito indignacao

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Juliano Beppler / Giro do Vale

Decisão foi tomada em reunião no início da noite desta quinta-feira, dia 21.

Foto: Lucas George Wendt / Divulgação

Evento será no teatro da instituição às 18h

Fotos: Divulgação / PRF

Acidente entre três caminhões ocorreu no KM 254 da rodovia.

Foto: Divulgação

Acordo entre líderes aprovou destaque do PPS para adiar o prazo.