Giro do Vale / Estrela / Polícia

Polícia tenta identificar bandidos que mataram estrelense na Capital

Depoimentos indicam que vítima não teria reagido à ação.

Foto: Reprodução / Facebook

Foto: Reprodução / Facebook

A Polícia Civil investiga o caso de latrocínio do jovem estrelense Masahiro Hatori (29), conhecido como Massa, ocorrido na tarde de sexta-feira, dia 3, em Porto Alegre. Agentes buscam pistas sobre o carro usado pelos bandidos, uma Ecosport branca, possivelmente sem registro de furto ou roubo.

O delegado responsável pelo caso já tem mais imagens, mas nenhuma mostra com nitidez a placa do veículo. Dois homens participaram do crime, um conduzia o automóvel e o outro efetuou o disparo na cabeça de Hatori.

No momento do ataque, na rua Joaquim Silveira, bairro São Sebastião, o jovem estava com a noiva e a prima dela. De acordo com depoimentos à Polícia, o rapaz não teria reagido. O movimento que ele teria realizado para retirar sua mochila pode ter sido interpretado como uma tentativa de resistência. Após o disparo, o criminoso entrou na Ecosport branca e fugiu, sem roubar nada.

Massa cursava doutorado de física na UFRGS e morava há cerca de meio ano na Capital. Ele participava do grupo de danças folclóricas no município do Vale do Taquari. O corpo de Hatori foi sepultado neste sábado, no Cemitério Evangélico de Estrela.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele pagou fiança de R$ 1,5 mil para responder pelo processo em liberdade.

Coutinho e Neymar garantiram a vitória com gols depois dos 45 do segundo tempo

Sem presença de ar polar, marcas ficam agradáveis durante o dia