Giro do Vale / Educação / Vale do Taquari

Professores estaduais protestam em Lajeado contra a Reforma da Previdência Social

Conforme o Departamento de Trânsito de Lajeado, que fez o acompanhamento, cerca de 250 pessoas participaram do ato.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A manhã desta quarta-feira, dia 15, foi de protestos contra a Reforma da Previdência Social, em Lajeado. Liderados pelo 8º Núcleo do Cpers Sindicato, sete representações de classes realizaram uma passeata pelas principais ruas do Centro da cidade. Conforme o Departamento de Trânsito de Lajeado, que fez o acompanhamento, cerca de 250 pessoas participaram do ato.

Com bandeiras, cartazes e auxílio de um carro de som, os manifestantes saíram em caminhada por volta das 9h30 pela avenida Benjamin Constant até a rua Marechal Deodoro, quanto retornaram até o posto Faleiro pela rua Júlio de Castilhos.

Conforme a vice-diretora do 8º Núcleo do Cpers Sindicato Lídia Spellmeier, três escolas estaduais de Lajeado estiveram fechadas neste dia de paralisação: Érico Veríssimo, Fernandes Vieira e Presidente Castelo Branco. Ela destaca que este é um movimento nacional onde as reivindicações vão além das questões envolvendo a educação pública.

“Foi uma chamada da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação em Brasília, mas além das questões da educação, hoje é prioritária a mudança da previdência. Ela vem a atingir todo mundo. Ninguém vai se aposentar com esta Reforma da Previdência”, relata.

A conselheira do 8º Núcleo do Cpers Sindicato Luzia Hermann considera uma guerra para manutenção dos direitos dos trabalhadores.

“Na verdade é uma guerra que a classe trabalhadora terá de fazer com esses governos. Mais forte do que isso, que afeta todos os trabalhadores é a Reforma da Previdência. Muitas escolas estão trabalhando, mas eu acredito que na medida que toda a comunidade ficar sabendo o que é a reforma da previdência, essas 300 pessoas que estão aqui vão se multiplicar”, comenta.

Além dos professores estaduais, participaram do movimento o Sindicato dos Servidores Municipais de Lajeado, Sindicato dos Professores de Lajeado, Sindicato dos Bancários de Lajeado e Região, SindiComerciários, Sindicato dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul (Sindijus RS) e o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Lajeado e Vale do Taquari (Sindisaúde).

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foram recuperados materiais possivelmente oriundos de furtos e roubos.

Um dos homens foi imobilizado por populares e o outro foi capturado no porão de uma casa.

Suspeito foi acompanhado por câmeras de videomonitoramento.

Chamas iniciaram na tarde da última quarta-feira