Giro do Vale / Destaque / País / Polícia

Temer defende a reforma da Previdência para “Brasil não se transformar no RS”

Presidente citou o Estado que passa por grandes dificuldades financeiras.

Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil / Divulgação

Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil / Divulgação

O presidente Michel Temer (PMDB) disse em entrevista à Rádio CBN que a reforma da Previdência vai evitar que o País acabe na mesma situação do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, Estados que decretaram calamidade financeira.

Temer disse que o Brasil não pode, daqui a quatro ou cinco anos, transformar-se em uma figura como está acontecendo com os Estados brasileiros. “O governo manda aquilo que acha necessário para que o Brasil não se transforme, vou citar aqui com toda a liberdade porque já está ‘publicizado’, a história do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais, Estados que estão passando por grandes dificuldades em função do fenômeno previdenciário”, declarou o peemedebista.

Nome para a história

Em outro trecho da entrevista ,o presidente Michel Temer disse que quer ser lembrado na história pelo serviço que prestou ao país promovendo as reformas necessárias. “Se eu chegar ao fim do governo nessas condições [aprovação das reformas e recuperação econômica], e tenho quase que absoluta certeza que chegarei, a única coisa que quero é ser reconhecido pela história. Quero ser recordado pelo serviço que faço ao meu país, e ser reconhecido como quem prestou um serviço pelo país”, afirmou, negando que será mordido pela “mosca azul” do poder, como indagou o jornalista Jorge Bastos Moreno, na entrevista.

 

Correio do Povo

Comentários

  1. Anônimo disse:

    Tudo isto é uma porcaria e quem paga é o povo doentes sensos largados da previdência cem condição d trabalhar isto é o cúmulo inquanto o guverno só faz merda roba e quem paga o pato é o povo quem paga os cemvergonhas isto q é triste o povo quem paga

Publicidade

Últimas Notícias

Bandidos fugiram em um veículo Civic de cor prata.

Três indivíduos foram presos na ação conjunta da polícia.

Após registro o homem foi conduzido ao sistema prisional

Vítima levou uma coronhada na cabeça e precisou ser encaminhada ao hospital.