Giro do Vale / Geral / Internacional

Ataques aéreos são registrados em cidade alvo de bombardeio químico na Síria

Mais de 80 pessoas de Khan Sheikhoun morreram no começo da última semana.

Foto: Abd Doumany / AFP

Foto: Abd Doumany / AFP

A rede de notícias norte-americana CNN afirmou neste sábado que novos ataques aéreos foram realizados na cidade da Síria onde ocorreu um bombardeio com armas químicas responsável pela morte de mais de 80 pessoas.

A publicação ainda relata que não está claro quem conduziu os ataques em Khan Sheikhoun, apesar de apenas as forças russas e sírias passarem pelo local com aeronaves. Os primeiros bombardeios ocorreram ainda nessa sexta-feira e atingiram uma base aérea síria. Os Estados Unidos acusam o governo de Bashar Al-Saad de ser o responsável pelo ataque químico.

A Síria pode ter recebido ajuda para realizar o suposto ataque químico na cidade rebelde de Khan Sheikhun, informaram funcionários americanos, que se abstiveram de acusar a Rússia de cumplicidade. “No mínimo, os russos fracassaram em controlar a atividade do regime sírio”, afirmaram as fontes sob a condição de anonimato. “Sabemos que os russos têm especialistas em armas químicas no país. Não podemos falar abertamente de qualquer cumplicidade entre russos e o regime sírio neste caso, mas estamos avaliando cuidadosamente qualquer informação que possa implicar que os russos sabiam ou ajudaram no ataque”, acrescentaram.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Segundo os bombeiros, houve a perda de materiais de uso agrícola, alguns terneiros e suínos.

Três elementos encapuzados e armados realizaram a ação criminosa e levaram um carro das vítimas.

O acidente ocorreu próximo à Vonpar Alimentos, na altura do km 77 da ERS-130.