Giro do Vale / Esporte / Inter

Do Centenário, sairá o primeiro finalista do Gauchão: Caxias ou Inter

Para avançar à decisão, o Inter pode empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença, a partir do 2 a 1.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Chegar à final do Campeonato Gaúcho de 2017 será emblemático para o Inter. Em processo de reconstrução, depois da queda no ano passado, será mais um passo rumo à autoafirmação do clube. Além disso, o que estará em jogo para os colorados, neste domingo, dia 23, a partir das 16h, contra o Caxias, no Estádio Centenário, é a busca pelo heptacampeonato. Desde 2008 o clube vai á final do Gauchão, ininterruptamente. Nesse período, foram oito títulos conquistados, com um hiato em 2010, quando o Grêmio conseguiu quebrar a hegemonia em vermelho.

Mas, para isso, o Inter de Zago precisa superar o Caxias do ex-capitão colorado Luiz Carlos Winck. Com uma campanha superior à do Inter na primeira fase do Estadual, o Caxias ganhou o direito de decidir em casa. No jogo de ida, no Beira-Rio, vitória colorada por 1 a 0.

— Os nossos jogadores já vinham motivados, e estão com vontade de chegar à final do Campeonato Gaúcho. Temos um adversário difícil, com jogadores velozes na frente. Esperamos superar isso e ir à final do Gauchão, que é um dos nossos objetivos do ano — disse Zago, após a classificação sobre o Corinthians na Copa do Brasil.

O treinador do Inter, porém, segue com problemas para montar a equipe. William, expulso no jogo de Porto Alegre, está fora. Alemão será o substituto. O lateral-esquerdo Carlinhos foi diagnosticado com um quadro de apendicite aguda e precisou ser operado — com previsão de voltar a jogar somente depois do Gauchão. Com isso, Uendel deverá ser mantido na lateral, com Anselmo no meio-campo. E ainda há Edenilson. Afastado do jogo contra o Corinthians, devido a um desconforto muscular, o meia é dúvida para atuar no Centenário. Caso não reúna condições, o meio-campo poderá contar com Charles ou até mesmo com Valdívia. Para a sorte de Zago, D’Alessandro estará de volta, recuperado de uma contusão no tornozelo esquerdo.

O Caxias sonha repetir a temporada 2000, quando Tite levou o time à conquista do Gauchão sobre o Grêmio de Ronaldinho. A torcida confia na mística recente da equipe. Nesse ano, cada derrota foi sucedida por uma vitória no jogo seguinte. E há grande confiança em dar a volta contra o Inter no Centenário.

— Nada melhor do que dar a resposta em um jogo assim, uma decisão. A dificuldade vai ser imensa, mas estamos jogando em casa. É um jogo atípico, com gol qualificado. Não há outra forma de reverter o placar, se não for indo para cima do Inter — comentou o atacante do Caxias Gilmar.

A grande baixa da equipe será o goleiro Marcelo Pitol, suspenso. Lúcio jogará em seu lugar. O zagueiro Jean, com desconforto muscular, poderá ceder e vaga para Laércio.

O que eles precisam

Jogo de ida: Inter 1×0

Inter: para avançar à decisão, precisa apenas empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença, a partir do 2 a 1.

Caxias: o Caxias é obrigado a vencer por dois gols de diferença. Caso ganhe por 1 a 0, levará a decisão para os pênaltis.

 

Zero Hora

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Bandidos fugiram em um veículo Civic de cor prata.

Três indivíduos foram presos na ação conjunta da polícia.

Após registro o homem foi conduzido ao sistema prisional

Vítima levou uma coronhada na cabeça e precisou ser encaminhada ao hospital.