Giro do Vale / Esporte / Inter

Do Centenário, sairá o primeiro finalista do Gauchão: Caxias ou Inter

Para avançar à decisão, o Inter pode empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença, a partir do 2 a 1.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Chegar à final do Campeonato Gaúcho de 2017 será emblemático para o Inter. Em processo de reconstrução, depois da queda no ano passado, será mais um passo rumo à autoafirmação do clube. Além disso, o que estará em jogo para os colorados, neste domingo, dia 23, a partir das 16h, contra o Caxias, no Estádio Centenário, é a busca pelo heptacampeonato. Desde 2008 o clube vai á final do Gauchão, ininterruptamente. Nesse período, foram oito títulos conquistados, com um hiato em 2010, quando o Grêmio conseguiu quebrar a hegemonia em vermelho.

Mas, para isso, o Inter de Zago precisa superar o Caxias do ex-capitão colorado Luiz Carlos Winck. Com uma campanha superior à do Inter na primeira fase do Estadual, o Caxias ganhou o direito de decidir em casa. No jogo de ida, no Beira-Rio, vitória colorada por 1 a 0.

— Os nossos jogadores já vinham motivados, e estão com vontade de chegar à final do Campeonato Gaúcho. Temos um adversário difícil, com jogadores velozes na frente. Esperamos superar isso e ir à final do Gauchão, que é um dos nossos objetivos do ano — disse Zago, após a classificação sobre o Corinthians na Copa do Brasil.

O treinador do Inter, porém, segue com problemas para montar a equipe. William, expulso no jogo de Porto Alegre, está fora. Alemão será o substituto. O lateral-esquerdo Carlinhos foi diagnosticado com um quadro de apendicite aguda e precisou ser operado — com previsão de voltar a jogar somente depois do Gauchão. Com isso, Uendel deverá ser mantido na lateral, com Anselmo no meio-campo. E ainda há Edenilson. Afastado do jogo contra o Corinthians, devido a um desconforto muscular, o meia é dúvida para atuar no Centenário. Caso não reúna condições, o meio-campo poderá contar com Charles ou até mesmo com Valdívia. Para a sorte de Zago, D’Alessandro estará de volta, recuperado de uma contusão no tornozelo esquerdo.

O Caxias sonha repetir a temporada 2000, quando Tite levou o time à conquista do Gauchão sobre o Grêmio de Ronaldinho. A torcida confia na mística recente da equipe. Nesse ano, cada derrota foi sucedida por uma vitória no jogo seguinte. E há grande confiança em dar a volta contra o Inter no Centenário.

— Nada melhor do que dar a resposta em um jogo assim, uma decisão. A dificuldade vai ser imensa, mas estamos jogando em casa. É um jogo atípico, com gol qualificado. Não há outra forma de reverter o placar, se não for indo para cima do Inter — comentou o atacante do Caxias Gilmar.

A grande baixa da equipe será o goleiro Marcelo Pitol, suspenso. Lúcio jogará em seu lugar. O zagueiro Jean, com desconforto muscular, poderá ceder e vaga para Laércio.

O que eles precisam

Jogo de ida: Inter 1×0

Inter: para avançar à decisão, precisa apenas empatar ou até mesmo perder por um gol de diferença, a partir do 2 a 1.

Caxias: o Caxias é obrigado a vencer por dois gols de diferença. Caso ganhe por 1 a 0, levará a decisão para os pênaltis.

 

Zero Hora

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Região pode ter máxima de 32°C

Foto: Divulgação / PRF

Ainda foram encontrados R$ 15 mil em dinheiro, sem comprovação de procedência.

Foto: Divulgação

Atleta de Lajeado afirma ter sido chamado de macaco pela mãe de um dos jogadores do time adversário.

Foto: Divulgação

Relógios devem ser adiantados em uma hora a partir do dia 15 de outubro nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.