Giro do Vale / Esporte / Inter

Em bom jogo, Inter empata com o Corinthians em 1 a 1

Colorado desperdiçou chances e teve que buscar o empate, que dá vantagem do saldo qualificado aos paulistas.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter fez uma boa apresentação, no maior desafio até aqui da temporada, mas amargou o empate em 1 a 1 com o Corinthians nesta quarta-feira. Depois de dominar o período inicial, os comandados de Antônio Carlos Zago sofreram gol em falha defensiva e correram muito para chegar à igualdade, que ainda assim complica a continuidade na Copa do Brasil.

Mesmo com muita luta, o Colorado fica na obrigação de marcar gols na Arena Corinthians, por conta do saldo qualificado. O Timão vai jogar pela vitória simples ou até mesmo o 0 a 0. Um outro empate em 1 a 1 leva a decisão da vaga para os pênaltis.

Foi o Inter que dominou as ações da primeira etapa, empilhou chances, mas não conseguiu abrir o placar. O Corinthians, contudo, foi perigoso o tempo todo, fazendo o goleiro Marcelo Lomba brilhar em dois lances incisivos.

Logo no minuto inicial, William já criou a primeira jogada de ataque do Inter. Recebeu na direita de D’Alessandro e cruzou para a área. A zaga desviou e Edenilson chegou chutando forte. A bola passou raspando o poste direito.

Dois minutos depois, contudo, os paulistas montaram uma blitz na área colorada que somente Lomba em dia iluminado conseguiu desarmar. Marquinhos Gabriel cruzou e Romero recebeu livre na área, mas o goleirão abafou o chute nos pés do paraguaio. Sobrou de novo para o atacante, que armou o chute, mas parou em nova defesa do goleiro.

Domínio e desperdício

Depois disso, o Inter passou a empilhar chances desperdiçadas, muitas delas iniciadas por William. Aos oito minutos, foi D’Alessandro que cruzou na área para chute de Cuesta que parou em grande defesa de Cássio. No rebote, Nico López tentou completar, mas o goleiro catou firme.

Nico voltou a perder gol aos 19 minutos. Edenilson tentou surpreender e mandar no gol de muito longe. A bola passou de Cassio e bateu no travessão. O rebote surgiu limpo para o uruguaio conferir o 1 a 0, mas ele furou em bola.

Aos 25, outra oportunidade desperdiçada por Nico. William disparou lá do campo de defesa em velocidade, viu o atacante na entrada da área e tocou com “açúcar”. O uruguaio tentou o chute de primeira, mas isolou. No minuto seguinte, foi a vez de Brenner se atrapalhar e perder chance clara. Nico fez o cruzamento na pequena área, o centroavante podia ter escorado com o pé, mas se dobrou todo para cabecear e caiu enrolado com a bola.

Como diz o ditado, a bola pune e por pouco o Timão não abriu o placar aos 31 minutos. Em escanteio cobrado por Marquinhos Gabriel, Romero não conseguiu concluir, mas sobrou para Maycon, que chutou à queima roupa no ângulo esquerdo. Lomba saltou no puro reflexo para espalmar. A defesa foi aplaudida até pelo rival, Cássio, lá da outra meta. O primeiro tempo terminou merecendo muito mais que o 0 a 0.

Corinthians não perdoa falha defensiva

Só que o ímpeto colorado não voltou calibrado da mesma forma nos minutos iniciais pós-intervalo. E o Corinthians se aproveitou. Aos sete minutos, Arana recebeu sozinho na esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por toda área e Romero entrou de carrinho para mandar o 1 a 0 para às redes sem proteção.

Mas a resposta do Inter foi rápida. Aos 11 minutos,  D’Alessandro cobrou escanteio curto, Nico López viu a entrada na corrida de Rodrigo Dourado e levantou com qualidade na cabeça. O volante desviou de casquinha no canto esquerdo e empatou sem chances para Cássio.

O Inter se atirou para o ataque, com Carlos no lugar de Brenner. Apesar de gerar problemas para Cássio, também sofreu seus sustos em busca de um placar positivo. Aos 26, Carlinhos cruzou na área, Cássio saiu errado do gol e deixou escapar, mas a zaga tirou antes do chute de Carlos. Na sequência, sobrou para Nico López, que chutou com muito efeito, mas à esquerda do poste.

Lomba mantém o empate

Foi a última participação do uruguaio, que deu lugar a Valdívia. E o guri quase deixou sua marca no primeiro lance. Recebeu na esquerda, entortou duas vezes Fagner e chutou cruzado. A bola passou raspando o poste e por um passo, Carlos não conseguiu tocar para o 2 a 1.

A resposta do Corinthians só não foi gol por mais uma grande participação de Lomba. Giovanni Augusto foi lançado na cara do gol, puxou para o lado e chutou forte, mas o goleirão fechou o ângulo e fez mais uma defesa salvadora. E teve mais Lomba no caminho do Corinthians aos 43. Confusão na área, sobrou para Rodriguinho na marca do pênalti e ele mandou uma bomba no canto esquerdo, mas o goleiro voou para espalmar, mantendo o 1 a 1 no escore. O Inter segue vivo na Copa do Brasil, mas se complicou para o jogo da volta, em São Paulo.

Copa do Brasil

Inter 1

Marcelo Lomba; William, Victor Cuesta, Leo Ortiz e Carlinhos; Rodrigo Dourado, Edenilson (Gutiérrez), Uendel e D’Alessandro; Brenner (Carlos) e Nico Lopez (Valdivia). Técnico: Antonio Carlos Zago.

Corinthians 1

Cássio; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon (Camacho), Rodriguinho, Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto (Léo Jabá)) e Romero; Clayton; Técnico: Fábio Carille.

Gols: Romero (7min/2ºT), para o Corinthians e Dourado (11min/2ºT), para o Inter.

Árbitro: Wagner Magalhães (RJ).

Cartões Amarelos: Victor Cuesta e Carlinhos (I); Fagner, Carlinhos, Maycon e Guilherme Arana (C).

Local: Beira Rio.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ao providenciar a retirada do carro do local, o proprietário verificou o furto do documentos e outros objetos pessoais.

Veículo estava trancado e não tinha sinais de arrombamento

Um trio fugiu para um matagal e um homem foi capturado

Calendário de pagamento inicia nesta quarta e encerra dia 2 de janeiro