Giro do Vale / Geral / Internacional

EUA lançou a “mãe de todos as bomba” em área controlada pelo EI

Bomba não nuclear mais poderosa do arsenal norte-americano foi usada em suposta área controlada pelo EI.

Foto: AFP

Foto: AFP

Testemunha do lançamento do explosivo GBU-43/B, a bomba não nuclear mais poderosa dos Estados Unidos, Esmail Shinwari, governador do distrito de Achin no Afeganistão, ficou impressionado com a força do impacto na área chamada Momand Dara. “Essa explosão foi a mais poderosa eu já vi em toda a minha vida. Enormes colunas de fogo tragaram toda a área”, comentou.

O gestor local explicou que, em meio à destruição, até agora não há informações completas sobre as vítimas. “Considerando-se que era uma área do EI, deve haver muitos combatentes da organização mortos”, afirmou. O presidente dos EUA, Donald Trump, elogiou o lançamento e classificou a missão de “evento bem-sucedido”.

No Pentágono, o general John Nicholson, chefe das forças americanas no Afeganistão, explicou que a poderosa bomba é “a munição adequada para reduzir os obstáculos e manter o impulso da ofensiva” contra as forças do Estado Islâmico em Khorasan. A GBU-43/B, pesa cerca de nove toneladas e foi desenvolvida pelo Laboratório de Pesquisas da Força Aérea americana. “Essa é a mais potente bomba não nuclear usada em combate”, definiu o porta-voz da Força Aérea, coronel Pat Ryder.

“Os Estados Unidos tomaram todas as precauções necessárias para evitar vítimas civis e danos colaterais como resultado desta operação”, declarou o porta-voz da Casa Branca, Sean Psicer. Até esta quinta-feira, essa bomba havia sido utilizada apenas em testes realizados pela Força Aérea em 2003.

O EI, em intensa atividade na Síria e no Iraque, começou recentemente a se expandir no Afeganistão, onde conseguiu atrair numerosos seguidores dos grupos talibãs na região, assim como islamistas de origem uzbeque. Militares da Otan estimam que no início de 2016 o EI treinava cerca de 3.000 combatentes no Afeganistão, embora esse número atualmente deva ser menor, entre 600 e 800 homens armados.

Segundo a Força Aérea americana, quando a “mãe de todas as bombas” foi experimentada, em uma base no estado da Flórida, gerou uma coluna de fumaça e pó que podia ser vista a 32 quilômetros de distância.

 

Correio do Povo

Comentários

  1. Homem aranha disse:

    Essa bomba perfura o solo destruindo túneis e banquer de autra destruição , que provavelmente será usado na correia nas próximas semanas .

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Atleta de Lajeado afirma ter sido chamado de macaco pela mãe de um dos jogadores do time adversário.

Foto: Divulgação

Relógios devem ser adiantados em uma hora a partir do dia 15 de outubro nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Foto: Juliano Beppler / Giro do Vale

Nos aspirantes, vitória do Estudiantes sobre o Rudibar.

Foto: Brigada Militar / Divulgação

Bandidos tentaram abrir cofre com uso de maçarico.