Giro do Vale / Geral / Internacional

EUA lançou a “mãe de todos as bomba” em área controlada pelo EI

Bomba não nuclear mais poderosa do arsenal norte-americano foi usada em suposta área controlada pelo EI.

Foto: AFP

Foto: AFP

Testemunha do lançamento do explosivo GBU-43/B, a bomba não nuclear mais poderosa dos Estados Unidos, Esmail Shinwari, governador do distrito de Achin no Afeganistão, ficou impressionado com a força do impacto na área chamada Momand Dara. “Essa explosão foi a mais poderosa eu já vi em toda a minha vida. Enormes colunas de fogo tragaram toda a área”, comentou.

O gestor local explicou que, em meio à destruição, até agora não há informações completas sobre as vítimas. “Considerando-se que era uma área do EI, deve haver muitos combatentes da organização mortos”, afirmou. O presidente dos EUA, Donald Trump, elogiou o lançamento e classificou a missão de “evento bem-sucedido”.

No Pentágono, o general John Nicholson, chefe das forças americanas no Afeganistão, explicou que a poderosa bomba é “a munição adequada para reduzir os obstáculos e manter o impulso da ofensiva” contra as forças do Estado Islâmico em Khorasan. A GBU-43/B, pesa cerca de nove toneladas e foi desenvolvida pelo Laboratório de Pesquisas da Força Aérea americana. “Essa é a mais potente bomba não nuclear usada em combate”, definiu o porta-voz da Força Aérea, coronel Pat Ryder.

“Os Estados Unidos tomaram todas as precauções necessárias para evitar vítimas civis e danos colaterais como resultado desta operação”, declarou o porta-voz da Casa Branca, Sean Psicer. Até esta quinta-feira, essa bomba havia sido utilizada apenas em testes realizados pela Força Aérea em 2003.

O EI, em intensa atividade na Síria e no Iraque, começou recentemente a se expandir no Afeganistão, onde conseguiu atrair numerosos seguidores dos grupos talibãs na região, assim como islamistas de origem uzbeque. Militares da Otan estimam que no início de 2016 o EI treinava cerca de 3.000 combatentes no Afeganistão, embora esse número atualmente deva ser menor, entre 600 e 800 homens armados.

Segundo a Força Aérea americana, quando a “mãe de todas as bombas” foi experimentada, em uma base no estado da Flórida, gerou uma coluna de fumaça e pó que podia ser vista a 32 quilômetros de distância.

 

Correio do Povo

Comentários

  1. Homem aranha disse:

    Essa bomba perfura o solo destruindo túneis e banquer de autra destruição , que provavelmente será usado na correia nas próximas semanas .

Publicidade

Últimas Notícias

Mulher se dizendo advogada também tentou angariar dados da vítima

Apesar do forte calor, não se descarta chuva isolada na Metade Norte

Medida encurta em 15 dias período com o sol até mais tarde

Colisão entre um caminhão caçamba e uma motocicleta ocorreu em frente ao Country Clube, no Bairro Olarias.