Giro do Vale / Geral

Inter e Novo Hamburgo empatam em 2 a 2 no primeiro jogo da final

Goleiro Keiller sentiu um problema no braço e Marcelo Lomba jogou minutos finais.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Em um jogo repleto de emoção, Inter e Novo Hamburgo ficaram no 2 a 2 na tarde deste domingo, no estádio Beira-Rio, na primeira partida da decisão do Campeonato Gaúcho 2017. O time visitante abriu o placar em um lance de bola parada com João Paulo, sofreu o empate aos 8 do segundo com um chute de Roberson, que bateu nas costas do goleiro Matheus e entrou. Porém, o Nóia voltou a passar no placar, com Assis, e o Colorado buscou o empate com Nico López.

A partida ainda teve tom de desespero para o torcedor colorado quando, aos 44 minutos, o goleiro Keiller sentiu o braço esquerdo e foi substituído por Marcelo Lomba, que ainda não está 100% recuperado de uma lesão muscular. Com o resultado, o campeão sairá de quem vencer a partida de volta, ou novo empate e teremos a decisão por pênaltis.

As duas equipes definem o campeão no próximo domingo, às 16h, em local a ser definido pela Federação Gaúcha de Futebol. O Novo Hamburgo corre contra o tempo para instalar arquibancadas móveis e mandar a partida no Estádio do Vale. O prazo final para a confirmação é a terça-feira.

Novo Hamburgo começa melhor, faz gol em escanteio e se fecha

Mesmo atuando fora de casa, o Novo Hamburgo iniciou pressionando o Inter e, a um minuto, após escanteio da direita de ataque, Juninho cabeceou, sozinho, no interior da grande área e a bola “estourou” no poste direito e saiu pela linha de fundo. Quatro depois, Juninho driblou William e bateu de canhota, mas a bola subiu e passou sobre o poste direito de Keiller.

O Colorado foi reagir aos 12. Anselmo driblou com o corpo um marcador, lançou para Carlos, que dominou e devolveu o passe para Anselmo. Na frente da grande área, o volante chutou e a bola passou rente ao poste esquerdo de Matheus.

Quando começava a dominar as ações ofensivas, o Novo Hamburgo contra-atacou e Léo Ortiz afastou contra a meta pela linha de fundo. Aos 18, na cobrança pela esquerda de ataque, João Paulo saltou sozinho no meio da grande área e cabeceou para o chão, sem chances para Keiller: Inter 0x1 Novo Hamburgo.

Após o gol, os visitantes passaram a aguardar o Inter para contra-atacar em velocidade. Com a estratégia, o Colorado aumentou a presença no campo ofensivo e criou oportunidades, mas sem conseguir levar perigo extremo para o adversário. Aos 22, Nico passou por dois marcadores e bateu rasteiro, mas fraco, e a bola foi parar nas mãos de Matheus. Dois depois, William cruzou da direita, Uendel cabeceou para o meio da grande área e Carlos testou pela linha de fundo, longe da meta do Nóia.

Após o lance, o Novo Hamburgo voltou a aparecer no campo ofensivo, mas sem criar chances claras. O Inter voltou a levar perigo aos 36. Após escanteio da esquerda de ataque, Matheus afastou de soco. No rebote, Uendel arriscou da intermediária e o goleiro do Novo Hamburgo defendeu com facilidade. Dois minutos depois, D’Ale fez lançamento para William, próximo da linha de fundo. Mesmo sem ângulo, o lateral bateu forte e Matheus fez a defesa em dois tempos.

Aos 39, Carlos recebeu lançamento dentro da área, deu um “balãozinho” no goleiro Matheus, mas, no momento do chute, Júlio Santos afastou o perigo pela linha de fundo. A melhor oportunidade do Colorado do primeiro tempo ocorreu aos 46. D’Alessandro aparou o rebote, fora da área, a bola saiu forte no canto inferior esquerdo e o goleiro espalmou pela linha de fundo. Na saída de campo, vaias para a equipe e alguns gritos de burro para o técnico do Inter.

Inter empata, sofre novo gol e busca novamente a igualdade no placar

No intervalo, Antônio Carlos Zago retirou Anselmo e colocou Roberson. Com a alteração, o Colorado voltou em alta velocidade. Depois de iniciar pressionando, aos oito minutos, o Inter empatou.

O atacante que entrou na etapa final iniciou a jogada, passou para Edenilson, recebeu de volta e chutou forte. Pablo tentou afastar em cima da linha e a bola bateu nas costas de Matheus e foi parar no fundo das redes. Inter 1×1 Novo Hamburgo.

Três minutos depois, D’Alessandro lançou Nico, que tentou cruzar, mas a bola bateu no marcador e voltou para o argentino, que chutou forte. A bola passou na frente da meta e saiu rente ao poste esquerdo de Matheus. O Colorado quase ampliou aos 12 minutos. Carlos, dentro da pequena área, bateu e o goleiro do Novo Hamburgo fez excelente defesa. No rebote, Roberson bateu forte e o goleiro espalmou para fora.

Mesmo com o empate, o Inter seguiu pressionando, mas, aos 22, os visitantes voltaram a ficar na frente no placar. Jardel cruzou da direita, Pablo cabeceou para o interior da área e Assis, sem marcação, tocou de cabeça para o fundo das redes, sem goleiro, já que Keiller havia saído da meta para tentar afastar a bola.

O Colorado seguiu insistindo e, aos 38 minutos, D’Alessandro deu um lançamento aéreo para Nico López, dentro da área. O uruguaio bateu por cima de Matheus e deixou tudo igual. Inter 2×2 Novo Hamburgo. O Colorado seguiu insistindo, mas sem conseguir criar chances claras. Aos 44 minutos, Keiller saiu do gol em um cruzamento e deslocou o pulso ou o cotovelo esquerdo. Sem opções, Marcelo Lomba, que ainda não está 100% recuperado, teve que entrar em campo.

Sem tempo, o jogo terminou com o empate em 2 a 2. No próximo domingo, o Estado conhecerá o melhor time de 2017.

Campeonato Gaúcho – 1ª partida da final

Inter 2

Keiller (Marcelo Lomba); William, Leo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Anselmo (Roberson / Valdívia), Edenilson, D’Alessandro e Nico López; Carlos.

Técnico: Antônio Carlos Zago.

Novo Hamburgo 2

Matheus; Léo, Júlio Santos, Pablo e Assis; Amaral (Tiago Ott), Jardel, Renan, Juninho, Branquinho (Lucas Santos) e João Paulo.

Técnico: Beto Campos.

Gols: João Paulo (18min/1ºT), Roberson (8min/2ºT), Assis (22min/2ºT) e Nico López (37min/2ºT)

Cartões amarelos: D’Alessandro e Uendel (I) e Branquinho e Leo (NH)

Cartões vermelhos: –

Público: 43.158

Renda: R$ 1.924.000,00

Árbitro: Anderson Daronco.

Auxiliares: Lúcio Flor e Leirson Martins

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Programação inicia pela manhã, e contará com jogos ao longo do dia, e almoço na casa do Rudibar.

Somente com jogadores da cidade, equipe vai para sua primeira experiência na competição regional.

Droga estava escondida em compartimentos ocultos dentro de um veículo Hyundai I30.

Terceira etapa da competição de corrida e caminhada acontece no domingo, dia 22.