Giro do Vale / Destaque / Estado / Política

Cpers entrega pedido de impeachment contra Sartori à Assembleia

Solicitação foi embasada em denúncia de que governador teria recebido propina da JBS.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Cpers/Sindicato entregou na manhã desta segunda-feira à Assembleia Legislativa um novo pedido para impeachment do governador José Ivo Sartori. Segundo a presidente do Cpers, Helenir Schürer, a solicitação está embasada nas denúncias de que Sartori teria recebido propina oriunda da JBS, montante que seria de R$ 1,5 milhão.

“Os principais aspectos jurídicos do pedido são o não cumprimento do artigo 35 da Constituição, que obriga o governo a pagar integralmente os salários até o último dia do mês; o segundo é o não cumprimento de uma decisão judicial do Tribunal de Justiça sobre o mesmo assunto. Resgatamos também as pedaladas feitas no 13º salário de 2015, quando tivemos que fazer um empréstimo no Banrisul, o que caracteriza o uso do sistema bancário do Rio Grande do Sul. Além disso, tem as informações do financiamento da campanha com dinheiro de propina”, disse em entrevista à Rádio Guaíba.

Helenir garantiu que a denúncia relacionada a Sartori está documentada no pedido de impeachment. “Está expressa no pedido, mas nós sabemos que esta não será a parte mais forte da solicitação. No momento em que há um grande questionamento sobre incentivos fiscais no Estado. Eu acho que mais do que nunca que o Rio Grande do Sul precisa saber que tentáculos da JBS chegaram até aqui”, resumiu.

A presidente do Cpers espera que o pedido seja analisado, independente de quem esteja no comando da Assembleia Legislativa. “Nós encaminhamos o pedido também por uma pressão da nossa categoria e também pelas razões anteriores”, explicou.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Diesel teve aumento de 1,00% no preço

Foto: Divulgação

Ministro do STF concedeu liminar acolhendo mandado de segurança apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

Foto: PRF / Divulgação

Homem foi detido durante averiguação na estrada e chamou mulher para ajudar na liberação do carro