Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio goleia o Zamora e confirma primeiro lugar do grupo na Libertadores

Tricolor aplicou 4 a 0, mas placar poderia ter sido maior pelas chances criadas.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio amassou o Zamora e aplicou uma goleada de 4 a 0 para garantir o primeiro lugar do Grupo 8 da Libertadores da América na noite desta quinta-feira na Arena. Com o placar, o Tricolor avança para as oitavas de final com a terceira melhor campanha da fase de grupos.

Os gols gremistas foram marcados por Luan, duas vezes, Barrios e Pedro Rocha. O placar até poderia ter chegado aos 7 a 0, que garantiriam a melhor campanha da primeira fase, não fosse o pênalti perdido por Luan e as várias chances com bola rolando, a maioria com Pedro Rocha.

O Grêmio volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Sport pelo Campeonato Brasileiro. Nesta partida, o técnico Renato Portaluppi deverá poupar alguns titulares pela sequência de jogos.

Só deu Grêmio

Desde o começo da partida, o Grêmio impôs sua maior qualidade e já mostrou que tinha tudo para golear o Zamora. Sem Ramiro, o técnico Renato Portaluppi deu oportunidade para o argentino Gastón Fernández iniciar a partida como titular. A entrada do gringo, centralizado atrás de Barrios, mexeu no posicionamento de Luan, que foi jogar pelo lado direito da linha de meias do 4-2-3-1 gremista.

O teste da mudança de posicionamento de Luan ficou difícil de avaliar devido à fragilidade do Zamora. Com imensa tranquilidade, o Grêmio foi empilhando chances de gol. A primeira veio logo aos 5 minutos, quando Cortez bateu a lateral direto para a área, Barrios dominou, girou e chutou para defesa do goleiro Carlos Zalazar. Zalazar ainda apareceu bem mais duas vezes para impedir o gol gremista.

Aos 9, Léo Moura cruzou, Michel tentou, mas foi Barrios quem finalizou forte para nova defesa de Zalazar, no alto. Aos 13 foi Luan quem apanhou o rebote e novamente o goleiro venezuelano apareceu bem. Quando Zalazar não defendeu, o travessão impediu o gol do Grêmio. Aos 21, Luan bateu falta da entrada da área por cima da barreira e acertou o poste.

O gol estava claro que era questão de tempo. E ele veio aos 25. Pedro Rocha conseguiu dar um elástico para se livrar da marcação de Faria, invadiu a área e tocou para Luan, que só teve o trabalho de encostar para o gol, 1 a 0.

A torcida do Grêmio ainda comemorava o primeiro gol quando veio o segundo. Parecido com o primeiro, mas pelo outro lado. Gastón Fernández apareceu pela direita e cruzou para Barrios, que só empurrou para as redes, 2 a 0.

O terceiro veio na sequência. Cortez invadiu a área e foi derrubado: pênalti! Luan esperou o goleiro Zalazar cair em um canto e bateu no outro para ampliar, 3 a 0 com 28 minutos.

O Grêmio até poderia ter aumentado a vantagem antes do intervalo, mas Barrios perdeu uma chance incrível aos 35. Após chute de Pedro Rocha, Zalazar espalmou e a bola sobrou para o centroavante gremista, que mandou para fora com o gol vazio. O Zamora até tentou com Diego García, que finalizou duas vezes da entrada da área, mas mandou para fora.

Tricolor administra

Apesar da possibilidade de garantir a melhor campanha em caso de uma vitória por sete gols de diferença, o Grêmio se mostrou satisfeito com o placar conquistado no primeiro tempo no começo da segunda etapa. Faltou um pouco de concentração ao time nos primeiros minutos.

Vendo a queda do Grêmio, o Zamora conseguiu ocupar o campo de ataque, coisa que não havia feito no primeiro tempo. Apesar disso, foi o Tricolor quem teve a chance aos 12. No contra-ataque, Gastón Fernández tocou para Léo Moura, que cruzou para Barrios. O centroavante acertou um bonito chute, mas a bola passou raspando à trave.

Gastón Fernández apareceu como garçom novamente aos 19. Ele tocou em profundidade para Pedro Rocha, que driblou o goleiro Zalazar e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes para ampliar, 4 a 0.

Logo após o gol, o técnico Renato Portaluppi mostrou que queria buscar a melhor campanha da fase de grupo da Libertadores e sacou o volante Arthur para a entrada do atacante Fernandinho. Pedro Rocha teve a chance do quinto aos 22, quando invadiu a área pela esquerda e chutou, mas a bola explodiu em Zalazar. Logo depois, Renato fez duas alterações pensando na parte física: Éverton e Leonardo entraram nos lugares de Gastón Fernández e Léo Moura.

A chance para o quinto gol veio aos 36 minutos. Fernandinho invadiu a área foi derrubado por Ovalle. Luan foi para a cobrança, mas bateu mal e facilitou a defesa de Zalazar.

Na sequência, Pedro Rocha perdeu uma chance mais fácil até que o pênalti. Ele recebeu passe e saiu livre na cara do gol, mas tentou fazer por cobertura, Zalazar não caiu na dele e ficou em pé para fazer a defesa. O placar ficou em 4 a 0, suficiente para o Grêmio garantir a terceira melhor campanha da primeira fase.

Copa Libertadores – fase de grupos

Grêmio 4

Marcelo Grohe; Leo Moura (Leonardo), Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho); Gastón Fernández (Éverton), Luan e Pedro Rocha; Lucas Barrios. Técnico: Renato Portaluppi.

Zamora 0

Carlos Zalazar; Ángel Faria (Erickson Gallardo), Ezequiel Pilipetto, Rene Flores; Luis Ovalle, Oscar Hernández, José Pinto, Ynmer Gonzales, Diego García; Nelson Pérez e Cesar Martinez (Moreno). Técnico: F. Stifano.

Gols: Luan (22min/1ºT-28min/1ºT), Barrios (25min/1ºT), Pedro Rocha (19min/2ºT)

Cartões amarelos: Hernández, José Pinto (ZAM)

Arbitragem: Juan Albarracín (EQU), auxiliado por Ricardo Baren (ECU) e Flavio Nall (ECU)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Tempo fica instável, mas sol aparece com nuvens em várias cidades.

Com decisão, ex-presidente seguirá preso para cumprir condenação no caso do triplex.

Eles fizeram duas viagens para conseguir levar todo o material furtado.

Ele pagou fiança de R$ 1,5 mil para responder pelo processo em liberdade.