Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio goleia o Zamora e confirma primeiro lugar do grupo na Libertadores

Tricolor aplicou 4 a 0, mas placar poderia ter sido maior pelas chances criadas.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio amassou o Zamora e aplicou uma goleada de 4 a 0 para garantir o primeiro lugar do Grupo 8 da Libertadores da América na noite desta quinta-feira na Arena. Com o placar, o Tricolor avança para as oitavas de final com a terceira melhor campanha da fase de grupos.

Os gols gremistas foram marcados por Luan, duas vezes, Barrios e Pedro Rocha. O placar até poderia ter chegado aos 7 a 0, que garantiriam a melhor campanha da primeira fase, não fosse o pênalti perdido por Luan e as várias chances com bola rolando, a maioria com Pedro Rocha.

O Grêmio volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Sport pelo Campeonato Brasileiro. Nesta partida, o técnico Renato Portaluppi deverá poupar alguns titulares pela sequência de jogos.

Só deu Grêmio

Desde o começo da partida, o Grêmio impôs sua maior qualidade e já mostrou que tinha tudo para golear o Zamora. Sem Ramiro, o técnico Renato Portaluppi deu oportunidade para o argentino Gastón Fernández iniciar a partida como titular. A entrada do gringo, centralizado atrás de Barrios, mexeu no posicionamento de Luan, que foi jogar pelo lado direito da linha de meias do 4-2-3-1 gremista.

O teste da mudança de posicionamento de Luan ficou difícil de avaliar devido à fragilidade do Zamora. Com imensa tranquilidade, o Grêmio foi empilhando chances de gol. A primeira veio logo aos 5 minutos, quando Cortez bateu a lateral direto para a área, Barrios dominou, girou e chutou para defesa do goleiro Carlos Zalazar. Zalazar ainda apareceu bem mais duas vezes para impedir o gol gremista.

Aos 9, Léo Moura cruzou, Michel tentou, mas foi Barrios quem finalizou forte para nova defesa de Zalazar, no alto. Aos 13 foi Luan quem apanhou o rebote e novamente o goleiro venezuelano apareceu bem. Quando Zalazar não defendeu, o travessão impediu o gol do Grêmio. Aos 21, Luan bateu falta da entrada da área por cima da barreira e acertou o poste.

O gol estava claro que era questão de tempo. E ele veio aos 25. Pedro Rocha conseguiu dar um elástico para se livrar da marcação de Faria, invadiu a área e tocou para Luan, que só teve o trabalho de encostar para o gol, 1 a 0.

A torcida do Grêmio ainda comemorava o primeiro gol quando veio o segundo. Parecido com o primeiro, mas pelo outro lado. Gastón Fernández apareceu pela direita e cruzou para Barrios, que só empurrou para as redes, 2 a 0.

O terceiro veio na sequência. Cortez invadiu a área e foi derrubado: pênalti! Luan esperou o goleiro Zalazar cair em um canto e bateu no outro para ampliar, 3 a 0 com 28 minutos.

O Grêmio até poderia ter aumentado a vantagem antes do intervalo, mas Barrios perdeu uma chance incrível aos 35. Após chute de Pedro Rocha, Zalazar espalmou e a bola sobrou para o centroavante gremista, que mandou para fora com o gol vazio. O Zamora até tentou com Diego García, que finalizou duas vezes da entrada da área, mas mandou para fora.

Tricolor administra

Apesar da possibilidade de garantir a melhor campanha em caso de uma vitória por sete gols de diferença, o Grêmio se mostrou satisfeito com o placar conquistado no primeiro tempo no começo da segunda etapa. Faltou um pouco de concentração ao time nos primeiros minutos.

Vendo a queda do Grêmio, o Zamora conseguiu ocupar o campo de ataque, coisa que não havia feito no primeiro tempo. Apesar disso, foi o Tricolor quem teve a chance aos 12. No contra-ataque, Gastón Fernández tocou para Léo Moura, que cruzou para Barrios. O centroavante acertou um bonito chute, mas a bola passou raspando à trave.

Gastón Fernández apareceu como garçom novamente aos 19. Ele tocou em profundidade para Pedro Rocha, que driblou o goleiro Zalazar e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes para ampliar, 4 a 0.

Logo após o gol, o técnico Renato Portaluppi mostrou que queria buscar a melhor campanha da fase de grupo da Libertadores e sacou o volante Arthur para a entrada do atacante Fernandinho. Pedro Rocha teve a chance do quinto aos 22, quando invadiu a área pela esquerda e chutou, mas a bola explodiu em Zalazar. Logo depois, Renato fez duas alterações pensando na parte física: Éverton e Leonardo entraram nos lugares de Gastón Fernández e Léo Moura.

A chance para o quinto gol veio aos 36 minutos. Fernandinho invadiu a área foi derrubado por Ovalle. Luan foi para a cobrança, mas bateu mal e facilitou a defesa de Zalazar.

Na sequência, Pedro Rocha perdeu uma chance mais fácil até que o pênalti. Ele recebeu passe e saiu livre na cara do gol, mas tentou fazer por cobertura, Zalazar não caiu na dele e ficou em pé para fazer a defesa. O placar ficou em 4 a 0, suficiente para o Grêmio garantir a terceira melhor campanha da primeira fase.

Copa Libertadores – fase de grupos

Grêmio 4

Marcelo Grohe; Leo Moura (Leonardo), Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho); Gastón Fernández (Éverton), Luan e Pedro Rocha; Lucas Barrios. Técnico: Renato Portaluppi.

Zamora 0

Carlos Zalazar; Ángel Faria (Erickson Gallardo), Ezequiel Pilipetto, Rene Flores; Luis Ovalle, Oscar Hernández, José Pinto, Ynmer Gonzales, Diego García; Nelson Pérez e Cesar Martinez (Moreno). Técnico: F. Stifano.

Gols: Luan (22min/1ºT-28min/1ºT), Barrios (25min/1ºT), Pedro Rocha (19min/2ºT)

Cartões amarelos: Hernández, José Pinto (ZAM)

Arbitragem: Juan Albarracín (EQU), auxiliado por Ricardo Baren (ECU) e Flavio Nall (ECU)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Condutor perdeu o controle do veículo, próximo a Gráfica Cometa.

Foto: Divulgação / BM

pós buscas, o suspeito foi localizado dentro de um outro táxi nas proximidades do Parque dos Dick.

Foto: Divulgação

Houve perseguição, e cerco policial antes da prisão dos indivíduos.