Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio recebe o Botafogo na estreia do Campeonato Brasileiro

Equipe do técnico Renato Portaluppi joga neste domingo, às 19h, na Arena.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Com três desfalques, o Grêmio dá neste domingo, contra o Botafogo, a largada no Brasileirão. Em busca do tri — foi campeão em 1981 e 1996 —, o clube ingressa em sua quarta competição na temporada com o desafio de retomar o bom desempenho do final do ano passado e exibido em escassos momentos neste 2017.

Edílson, suspenso, e Maicon e Bolaños, com lesão muscular, descaracterizam a base da equipe. As ausências, segundo Renato, explicam boa parte dos problemas.

— Não temos 50% da equipe que acabou o ano. Não é desculpa, mas complica — diz o treinador. Vice-campeão brasileiro em 2013, o técnico projeta uma campanha de regularidade e coloca o Grêmio como um dos candidatos ao título.

— Não somos piores do que ninguém, mas não tem melhores do que a gente — resume.

Renato vai para sua quarta participação em Brasileirões como técnico do Grêmio. Na primeira, em 2010, assumiu com a equipe na zona de rebaixamento e a conduziu à pré-Libertadores. No ano seguinte, não manteve o desempenho e deixou o clube nas primeiras rodadas. De volta em 2013, fez do Grêmio vice-campeão brasileiro. No ano passado, com o foco voltado para a Copa do Brasil, que o Grêmio conquistaria, descuidou-se do Brasileirão e viu a equipe finalizar na nona colocação.

Desde 2006, quando o Brasileirão passou a ser disputado por 20 clubes, o desempenho do Grêmio só é superado pelo São Paulo, apesar da falta de títulos. São 681 pontos contra 709 do clube paulista.

— Nos últimos 11 anos, o Grêmio tem feito uma média de 62 pontos por Brasileirão. É praticamente uma vaga por ano em Libertadores – destaca o matemático Tristão Garcia, do site Infobola.

A exemplo do Grêmio, o Botafogo também foca a Libertadores, praticamente classificado para as oitavas de final. A vaga poderá vir quarta-feira, no jogo contra o Nacional-COL, no Engenhão. Uma das atrações para a torcida é o atacante Guilherme, emprestado pelo próprio Grêmio.

 

Rádio Gaúcha

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo, que ainda não teve a identidade confirmada, teria sido alvejado por quatro disparos de arma de fogo.

Veículo cortou a frente de ônibus que transportava cerca de 20 pessoas. Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, sendo que quatro permanecem no HBB, em estado regular.

Mulher havia registrado ocorrência de Maria da Penha contra o indivíduo.

Ele foi agredido com socos e teve sua carteira, com documentos e cerca de R$ 1 mil, levada.