Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Em grande jogo, Grêmio empata com o Cruzeiro no Mineirão

Empate em 3 a 3 faz Tricolor seguir a um ponto do Corinthians.

Foto: Washington Alves / Cruzeiro / Divulgação

Foto: Washington Alves / Cruzeiro / Divulgação

O Grêmio fez uma grande atuação ofensiva, mas pecou lá atrás e empatou com o Cruzeiro, nesta segunda-feira no Mineirão. Esteve duas vezes à frente do placar, mas com a igualdade em 3 a 3, desperdiçou a chance de assumir a liderança do Brasileirão, ainda perseguindo o Corinthians por um ponto, com 19 contra 20 dos paulistas. Vai tentar de novo contra o Coritiba, quinta-feira na Arena.

Os gremistas tiveram alguma dificuldade no começo de partida, com a marcação intensa dos comandados de Mano Menezes. Mas a qualidade técnica superior do toque de bola e a organização logo levaram à superioridade no placar. Quem levou perigo primeiro, porém, foram os cruzeirenses, aos quatro minutos. Alisson recebeu na esquerda, driblou Edilson e chutou forte. A bola explodiu no poste esquerdo. No lance seguinte, Sobis recebeu na entrada da área, girou e chutou no ar, mas saiu desviado.

O Cruzeiro continuou levando perigo e, aos 7, Alisson foi lançado nas costas de Edilson, invadiu a área e chutou na cara do gol, mas bateu para fora. A partir daí, o Tricolor acertou a marcação no corredor e passou a impor seu domínio.

Grêmio assume o controle e abre o placar

Uma grande jogada antecedeu a abertura do placar. Edilson driblou Caicedo e tocou para Ramiro de calcanhar. O volante devolveu na área e Edilson tocou de trivela para Cortez carimbar a zaga em escanteio. Na cobrança de Luan, Kannemann cabeceou a bola na trave, mas no rebote ela tocou no pé de Everton e entrou para o 1 a 0.

O Cruzeiro demorou a responder e o Grêmio tocou a bola, valorizando a vantagem. Aos 28 minutos, porém, os mineiros conseguiram uma linha de passes com a cabeça na área. Sobis botou no pé de Thiago Neves, que tentou o chute de sem pulo e mandou por cima. Grohe teve que trabalhar aos 35, num belo chute de Sobis, da meia-lua.

Aos 36, Ramiro perdeu a chance de ampliar num belo contragolpe, que contou com participações de Cortez, que dominou de calcanhar, e Luan. O atacante lançou o companheiro na cara do gol. Ele tentou encobrir o goleiro e mandou para fora.

Na resposta cruzeirense, Alisson recebeu na esquerda e desferiu lindo chute que, novamente, explodiu na trave esquerda. O Grêmio voltou a pressionar e, aos 41, conseguiu o 2 a 0 . Luan cobrou escanteio na confusão e a zaga tirou. Só que Everton dominou no outro lado e cruzou. Fabio deu um toquinho, mas não foi o suficiente para tirar de Michel, que conferiu de chapa para o fundo das redes.

Podia ser o sinal de um segundo tempo tranquilo, mas o Cruzeiro ainda respondeu aos 45 da etapa. Alisson foi lançado na área e cruzou rasteiro, Kannemann furou em bola e sobrou para Thiago Neves fulminar sozinho para o fundo da meta, descontando no placar.

Cruzeiro volta com tudo e iguala

O intervalo não esfriou o ímpeto do Cruzeiro, que voltou com tudo na segunda etapa. Logo aos dois minutos, a zaga gremista dormiu no ponto e Alisson lançou Sobis livre. Na cara do gol, ele tirou de Geromel e empatou a partida em 2 a 2.

Sem perder tempo, os comandados de Renato Portaluppi foram para a pressão. Aos 7, Luan recuperou bola perdida e tocou para Pedro Rocha. O atacante rolou para Ramiro que chegou chutando e Fabio defendeu no meio do gol. No lance seguinte, Everton recebeu de frente para a meta, mas errou a passada e saiu com bola e tudo.

Aos 14, porém, um grande passe de Luan abriu espaço para o Tricolor desempatar. Ele lançou Pedro Rocha, que tentou o chute cruzado. Fábio espalmou, porém Ramiro chegou no rebote e fuzilou para o 3 a 2. No mesmo lance, Kannemann sentiu e foi substituído por Thyere. A equipe gremista não conseguiu manter a vitória por muito tempo porém. Robinho recebeu na área e chutou por baixo das pernas de Thyere. Grohe pulou atrasado e viu o 3 a 3 passar sob suas mãos.

Tricolor tenta, mas fica com um pontinho

Depois disso, Renato lançou Fernandinho no lugar de Pedro Rocha e o Tricolor foi para cima. Aos 34, Ramiro iniciou jogada com linda troca de passes e lançou Luan. O atacante devolveu na área e Ramiro cabeceou certeiro: passou tirando faísca do poste no ângulo esquerdo. No minuto seguinte, Fábio fez linda defesa em cabeceio de Everton rente ao poste direito.

O Tricolor ainda teve chances em duas cobranças de falta perto da área, só que ambas – de Edilson e Luan – pararam na barreira. Antes do final, o Cruzeiro ainda assutou, aos 46 minutos, com um chute forte de Elber, que resvalou no poste, junto ao ângulo direito de Grohe. A última chance tricolor foi de Geromel, aos 48: Luan cobrou escanteio e o zagueiro testou forte no primeiro pau, mas mandou por cima. Era dia de levar apenas um ponto para casa.

Brasileirão – 8ª rodada

Cruzeiro 3

Fábio; Ezequiel, Caicedo, Léo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Ariel Cabral (Lucas Silva), Robinho (Ábila), Alisson e Thiago Neves; Rafael Sóbis (Élber). Técnico: Mano Menezes.

Grêmio 3

Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann (Rafael Thyere) e Cortez; Michel, Arthur (Maicon), Ramiro e Pedro Rocha (Fernandinho); Luan e Everton. Técnico: Renato Gaúcho.

Gols: Everton (15min/1ºT), Michel (41/1ºT) e Ramiro (14min/2ºT), para o Grêmio; Thiago Neves (45min/1ºT), Rafael Sóbis (2min/2ºT) e Robinho (17min/2ºT), para o Cruzeiro.

Cartões amarelos: Léo, Ezequiel, Robinho, Diogo Barbosa e Rafael Sóbis (Cruzeiro); Michel e Ramiro (Grêmio).

Árbitro: Raphael Claus (Fifa/SP).

Local: estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação / BM

Veículo teria sido utilizado no roubo a lotérica do município recentemente.

Foto: Juliano Beppler / Giro do Vale

Nota oficial foi divulgada pela organizadora do Campeonato Regional de Futebol na tarde desta terça-feira, dia 22.

Foto: Divulgação

Ao perceber a aproximação da viatura, um sujeito fugiu do local.