Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio luta muito e vence o Bahia por 1 a 0

Vitória nos minutos finais mantém Tricolor a um ponto da liderança do Brasileirão.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio teve muitas dificuldades, sofreu os 90 minutos, mas conseguiu a vitória mínima, mas essencial, sobre o Bahia nesta segunda-feira. O 1 a 0 saiu apenas aos 40 minutos do segundo tempo, mas foi suficiente para o Tricolor manter a perseguição ao Corinthians no Brasileirão.

Com o resultado, os comandados de Renato Portaluppi vão a 15 pontos, no segundo lugar, apenas um atrás do líder. O Bahia escorrega para o 8º lugar, com nove pontos. O próximo confronto tricolor será contra o Fluminense, quinta-feira no Maracanã.

O Grêmio teve dificuldades para enfrentar uma forte e organizada marcação do Bahia, no primeiro tempo. Além disso, levou alguns sustos nos contra-ataques, principalmente nas participações de Zé Rafael.

Tricolor arrisca de longe

Sem espaço para entrar na área, o Tricolor arriscou algumas vezes de longe. Logo no começo, aos três minutos, Edilson tentou o chute da direita, em passe de Maicon, mas carimbou a defesa. Sobrou rebote e o volante também tentou o chute, mas a zaga afastou.

Aos seis, Pedro Rocha recebeu bela bola de Maicon e chutou cruzado, da risca da área. A bola passou raspando o poste direito. O Grêmio continuou insistindo e, aos 17, Arthur fez bela jogada, ao dominar no peito o cruzamento de Edilson e chutar forte. Mas a defesa conseguiu o desvio para escanteio.

O Tricolor, por sinal, empilhou escanteios, mas não conseguiu fazer faler a vantagem na bola aérea. Aí a aposta passou a ser na individualidade de Luan. E ele tentou. Aos 31, driblou dois e tabelou com Edilson. Na marca do pênalti, ele chutou colocado, mas Jean catou firme?.

Aí o Bahia ameaçou, com uma das jogadas mais perigosas da primeira etapa. Eduardo serviu Zé Rafael, que bateu de bico, na surpresa, para Marcelo Grohe fazer boa defesa. Ainda dava tempo para Pedro Rocha chegar muito perto de marcar, antes do intervalo. foi lançado na cara do gol e, sem marcação, tentou um gol por cobertura, o que facilitou a defesa de Jean, mantendo o zero no placar.

Bahia complica na segunda etapa

Os times voltaram sem mudanças para a segunda etapa, mas o jogo ficou ainda mais complicado para os gremistas. O ferrolho do Bahia bloqueou quaisquer oportunidades até quase a metade da etapa.

Aos 18, Jean fez intervenção salvadora. Ramiro abriu para Edilson, que cruzou fechado para Pedro Rocha, mas o goleiro se antecipou.

Aí, foi a vez do Bahia assustar em falha de Marcelo Grohe. Ele saiu mal na cobrança de escanteio e afastou errado. Sobrou para o ataque com o goleiro desarmado na marca do pênalti, mas o Tricolor conseguiu afastar.

Mudanças e gol para desabafar

Renato fez modificações para tentar mudar o jogo e sacou Pedro Rocha, em má jornada, para colocar Fernandinho. Também tirou Arthur para colocar Everton e, finalmente, sacou Maicon para fazer Lincoln entrar.

Na sua primeira participação, Fernandinho driblou a zaga e cruzou no segundo pau, mas Ramiro não conseguiu alcançar. Aos 34, Fernandinho dominou de costas para o gol, ajeitou para Cortez, que chutou na cara do goleiro, mas carimbou a zaga.

O desabafo tricolor veio aos 40 minutos. Luan cruzou na área, Geromel desviou no primeiro pau e Cortez chegou livre batendo de chapa para o fundo das redes, finalmente liberando o grito da torcida para o 1 a 0.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Condutor perdeu o controle do veículo, próximo a Gráfica Cometa.

Foto: Divulgação / BM

pós buscas, o suspeito foi localizado dentro de um outro táxi nas proximidades do Parque dos Dick.

Foto: Divulgação

Houve perseguição, e cerco policial antes da prisão dos indivíduos.