Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence Figueirense e se aproxima do G4 da Série B

Colorado saiu na frente, viu catarinenses dominarem a partida, mas anotou o 2 a 1 em contra-ataque.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter deu pinta de que ia dominar, caiu de produção e sofreu até o fim, mas venceu o Figueirense nesta terça-feira em jogo válido pela quinta rodada da Série B. O Colorado viu os donos da casa empatarem, desperdiçarem gols, mas consertou tudo em um contra-ataque que definiu o 2 a 1 no Orlando Scarpelli.

Com o resultado, os comandados de Guto Ferreira chegam aos oito pontos, em sexto lugar, beliscando o G4 para retornar à Série A. O Figueirense é 12º, com seis pontos. O próximo desafio é o Náutico, sábado no Beira-Rio.

Mesmo com seis modificações, o Colorado embalou nos primeiros minutos e chegou a dominar a partida, com direito a abrir o placar. Só que um erro defensivo levou ao empate do Figueira e a iniciativa do jogo se inverteu, com a equipe catarinense ameaçando virar até o fim do primeiro tempo.

Inter trabalha bem para abrir o placar

A primeira chance de gol veio aos seis minutos, em cobrança de falta da intermediária. Charles levantou curto para Danilo Silva, que tocou para a área. Pottker recebeu e devolveu para o companheiro, que chutou muito forte, mas por cima.

O Figueirense respondeu aos 12 minutos. Iago recebeu nas costas da zaga, fez o passe para trás. Danilo tocou de leve na bola, mas ia ficar à disposição de Jorge Henrique. Só que Carlinhos interceptou, tocando pela lateral.

Tocando bem a bola, o Inter logo chegou ao objetivo. Aos 15 minutos, Carlinhos cobrou escanteio na marca do pênalti. Victor Cuesta surgiu livre e, quase sem sair do chão, cabeceou no canto esquerdo, anotando o 1 a 0.

Figueira assume o controle e empata

Só que o Colorado parou por aí e o Figueirense foi para a pressão. Num apagão defensivo, o gol de empate aconteceu aos 22 minutos. Robinho foi lançado na direita, a zaga estacionou e ele fez o passe na pequena área. Passou por todo mundo e Henan fulminou por cima de Danilo Fernandes, que não teve qualquer chance de defender.

As chances foram poucas depois disso, mas o controle da bola ficou com os catarinenses. Aos trancos e barrancos, o Inter chegou a colocar a bola na área. No melhor lance, Roberson rolou bola para Pottker, que tentou o chute de primeira, mas mandou por cima, mantendo o 1 a 1 antes do intervalo.

2º Tempo

Guto Ferreira sacou Brenner e mandou Juan a campo, deslocando Potkker mais para dentro da área. Só que a mudança demorou a aparecer no jogo, já que o Figueirense é que assumiu o comando da partida.

Isso resultou em várias bolas paradas, que Jorge Henrique cobrou com perigo na área colorada. Aos 10, Danilo Silva afastou de cabeça, quando Henan chegava para conferir. Oito minutos depois, ele cobrou da quina da área e quase marcou. Chutou com endereço certo, mas a bola desviou na barreira e saiu em escanteio.

Catarinenses desperdiçam e Colorado surpreende

Na jogada seguinte, aos 19, Dudu cruzou na área e Henan desviou de cabeça. Com Danilo batido, a bola raspou a trave direita. Henan perdeu mais uma oportunidade aos 26. Foi lançado na esquerda, chutou da pequena área, mas passou raspando o poste direito. Dois minutos depois, Danilo salvou o Colorado com uma defesa acrobática. A zaga do Inter afastou mal, sobrou para Dudu Vieira. Ele chutou forte, de trivela e o goleiro colorado saltou certeiro para espalmar.

Depois disso, o Inter fez valer o ditado de que a bola pune. No contra-ataque, desempatou a partida aos 30 minutos. Juan recebeu no meio, segurou a bola para evitar o impedimento e lançou Pottker na direita. O atacante disparou até a linha de fundo e cruzou na pequena área. Diego chegou para conferir e mandou de chapa para o fundo das redes, colidindo com a trave, mas se recuperando para comemorar o 2 a 1.

O Figueira foi para o desespero e ainda perdeu gols com Jorge Henrique, que desperdiçou passe de Marco Antônio na marca do pênalti, e Robinho. Neste último, o meia driblou três marcadores, tocou por cobertura sobre Danilo Fernandes, mas Junio estragou o golaço. Salvou em cima da linha e manteve a vitória da recuperação colorada.

Série B – 5ª rodada

Figueirense 1

Thiago Rodrigues; Dudu, Leandro Almeida, Bruno Alves e Iago; Pereira (Luidy), Dudu Vieira (Joãozinho), Juliano (Marco Antônio) e Jorge Henrique; Robinho e Henan.

Técnico: Márcio Goiano

Inter 2

Danilo Fernandes; Junio, Danilo Silva, Víctor Cuesta e Carlinhos; Charles, Fabinho e Roberson (Valdemir); William Pottker, Carlos (Diego) e Brenner (Juan).

Técnico: Guto Ferreira

Gols: Víctor Cuesta (15min/1ºT) e Diego (30min/2ºT), para o Inter; Henan (22min/1ºT), para o Figueirense.

Cartões amarelos: Leandro Almeida, Dudu (F); Carlos, Carlinhos, Fabinho, Diego (I).

Cartão vermelho: Leandro Almeida.

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza, auxiliado por Daniel Luis Marques e Ricardo Pavanelli Lanutto (trio de São Paulo).

Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Diesel teve aumento de 1,00% no preço

Foto: Divulgação

Ministro do STF concedeu liminar acolhendo mandado de segurança apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

Foto: PRF / Divulgação

Homem foi detido durante averiguação na estrada e chamou mulher para ajudar na liberação do carro