Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence o Brasil e retorna ao G4 da Série B

Colorado dominou as ações ofensivas e voltou a vencer com gol de Fabinho.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter venceu o Brasil, por 1 a 0, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, e retornou ao grupo dos clubes que subiriam para a elite do futebol brasileiro se a Série B terminasse na 10ª rodada. O time apresentou bom futebol, pressionou e marcou no primeiro tempo com Fabinho, em bela jogada coletiva.

Com o resultado, o Colorado chega ao 19 pontos e fica a dois pontos do Juventude, que empatou em 2 a 2 com o Londrina, no estádio do Café. Já o clube de Pelotas fica em nono com 14. O Inter volta aos gramados no próximo sábado, às 16h30min, no estádio Beira-Rio, contra o Boa Esporte. Já o Brasil, no mesmo dia, mas às 19h, vai ao estádio Independência, enfrentar o América, mineiro.

Inter pressiona e marca gol com jogada coletiva

Assim que o árbitro goiano André Luiz de Freitas Castro apitou o início de partida, o Inter partiu para cima do Brasil. Logo a 17 segundos, Fabinho foi à linha de fundo e cruzou da direita, Charles cabeceou e Pitol espalmou sobre o travessão. Com maior posse de bola e presença no campo ofensivo, o Colorado pressionava o Brasil, que buscava os contra-ataques para tentar abrir o placar.

Aos 15, Uendel fez lançamento para Saha, que deu um leve toque para tirar Marcelo Pitol da jogada, mas a bola passou raspando o poste esquerdo do goleiro do Brasil. Cinco minutos depois, Charles aproveitou um rebote e bateu forte, a bola desviou em Teco e obrigou Pitol a dar um tapa pela linha do fundo.

Enquanto isso, o Brasil não conseguia furar o bloqueio armado por Guto Ferreira. Aos 25, D’Alessandro recebeu passe no “bico direito” da área do adversário e bateu. A bola passou raspando a meta de Pitol. Sem nenhuma chance da equipe local, o Inter seguia insistindo com jogadas pela laterais. Até que, aos 38, Fabinho abriu o placar em bela jogada iniciada por Danilo Silva.

O zagueiro fez excelente lançamento para Brenner pela esquerda de ataque. O centroavante foi à linha de fundo e cruzou alto para trás. D’Alessandro recebeu, aguardou a passagem de Fabinho e fez o lançamento. O lateral bateu cruzado e abriu o placar. Brasil 0x1 Inter.

No último lance do primeiro tempo, lance polêmico. Marcinho invadiu a área, pressionado por Danilo Silva, e, na frente de Danilo Fernandes, caiu. O árbitro entendeu como jogada normal e mandou a partida seguir.

Inter cria oportunidades, mas não consegue ampliar

Assim como na primeira etapa, o Inter iniciou pressionando e, aos 44 segundo, Edenilson cruzou da direita, Sasha cabeceou no canto inferior esquerdo da meta de Pitol e o Teco salvou em cima da linha. Após o lance, o Colorado seguiu pressionando, mas não conseguia transformar o domínio em oportunidades de gol.

Com espaços, o Brasil criou a primeira oportunidade da partida aos 14. Juninho fez jogada pela direita de ataque, invadiu a área e bateu forte. Danilo salvou com a mão direita, tapeando para fora da área. Dois minutos depois, o Inter teve a oportunidade de ampliar. D’Alessandro bateu escanteio pela direita de ataque direta, a bola passou na frente da meta de Pitol e saiu pela linha de fundo.

Aos 21, D’Alessandro triangulou com Diego e recebeu dentro da área. De pé esquerdo, bateu próximo ao poste direito de Pitol, mas a bola saiu pela linha de fundo. Três minutos depois, após escanteio da esquerda de ataque, Lincom cabeceou rente ao poste esquerdo de Danilo Fernandes.

O Brasil pressionava e o Inter aproveitava os contra-ataques para tentar ampliar. Aos 38, Cirino que entrou na vaga do cansado Brenner perdeu duas oportunidades. A primeira na frente de Marcelo Pitol chutou para fora. Na segunda, cabeceou sozinho, longe da meta do Brasil. Dois minutos depois, Diego bateu de fora da área e a bola passou rente ao ângulo direito de Pitol.

Faltando um minuto para o fim do tempo regulamentar, Diego recebeu passe dentro da área na frente de Pitol e acertou o poste direito de Pitol. Nos descontos o time local tentou o gol de empate, mas não conseguiu furar o bloqueio defensivo do Inter.

Brasileirão Série B 2017 – 10ª Rodada

Brasil de Pelotas 0

Marcelo Pitol; Wender, Cirilo, Teco, Leandro Leite (Gustavo Papa), Breno, Marcinho, Itaqui, Lincom, Rafinha (Aloísio) e Nem (Juninho).

Técnico: Rogério Zimmermann.

Inter 1

Danilo Fernandes; Fabinho, Klaus, Danilo Silva e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Charles (Junio) e D´Alessandro; Eduardo Sasha (Diego) e Brenner (Cirino).

Técnico: Guto Ferreira.

Gols: Fabinho (38min/1ºT)

Cartões amarelos: Fabinho e Uendel (I) e Marcelo Pitol e Cirilo (B)

Cartões vermelhos: –

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Marcio Soares Maciel (GO).

Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Evento está sendo promovido pela Aciab e Câmara de Vereadores.

Foto: Divulgação

Universitários quitaram as últimas dívidas que impossibilitavam o andamento da entidade.

Foto: Divulgação

A vítima foi socorrida pelo Samu e encaminhada ao hospital de Soledade, com lesões graves.

Foto: Divulgação

O assaltante tentou fugir, mas foi preso pelos agentes da PRF.