Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence o Brasil e retorna ao G4 da Série B

Colorado dominou as ações ofensivas e voltou a vencer com gol de Fabinho.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter venceu o Brasil, por 1 a 0, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, e retornou ao grupo dos clubes que subiriam para a elite do futebol brasileiro se a Série B terminasse na 10ª rodada. O time apresentou bom futebol, pressionou e marcou no primeiro tempo com Fabinho, em bela jogada coletiva.

Com o resultado, o Colorado chega ao 19 pontos e fica a dois pontos do Juventude, que empatou em 2 a 2 com o Londrina, no estádio do Café. Já o clube de Pelotas fica em nono com 14. O Inter volta aos gramados no próximo sábado, às 16h30min, no estádio Beira-Rio, contra o Boa Esporte. Já o Brasil, no mesmo dia, mas às 19h, vai ao estádio Independência, enfrentar o América, mineiro.

Inter pressiona e marca gol com jogada coletiva

Assim que o árbitro goiano André Luiz de Freitas Castro apitou o início de partida, o Inter partiu para cima do Brasil. Logo a 17 segundos, Fabinho foi à linha de fundo e cruzou da direita, Charles cabeceou e Pitol espalmou sobre o travessão. Com maior posse de bola e presença no campo ofensivo, o Colorado pressionava o Brasil, que buscava os contra-ataques para tentar abrir o placar.

Aos 15, Uendel fez lançamento para Saha, que deu um leve toque para tirar Marcelo Pitol da jogada, mas a bola passou raspando o poste esquerdo do goleiro do Brasil. Cinco minutos depois, Charles aproveitou um rebote e bateu forte, a bola desviou em Teco e obrigou Pitol a dar um tapa pela linha do fundo.

Enquanto isso, o Brasil não conseguia furar o bloqueio armado por Guto Ferreira. Aos 25, D’Alessandro recebeu passe no “bico direito” da área do adversário e bateu. A bola passou raspando a meta de Pitol. Sem nenhuma chance da equipe local, o Inter seguia insistindo com jogadas pela laterais. Até que, aos 38, Fabinho abriu o placar em bela jogada iniciada por Danilo Silva.

O zagueiro fez excelente lançamento para Brenner pela esquerda de ataque. O centroavante foi à linha de fundo e cruzou alto para trás. D’Alessandro recebeu, aguardou a passagem de Fabinho e fez o lançamento. O lateral bateu cruzado e abriu o placar. Brasil 0x1 Inter.

No último lance do primeiro tempo, lance polêmico. Marcinho invadiu a área, pressionado por Danilo Silva, e, na frente de Danilo Fernandes, caiu. O árbitro entendeu como jogada normal e mandou a partida seguir.

Inter cria oportunidades, mas não consegue ampliar

Assim como na primeira etapa, o Inter iniciou pressionando e, aos 44 segundo, Edenilson cruzou da direita, Sasha cabeceou no canto inferior esquerdo da meta de Pitol e o Teco salvou em cima da linha. Após o lance, o Colorado seguiu pressionando, mas não conseguia transformar o domínio em oportunidades de gol.

Com espaços, o Brasil criou a primeira oportunidade da partida aos 14. Juninho fez jogada pela direita de ataque, invadiu a área e bateu forte. Danilo salvou com a mão direita, tapeando para fora da área. Dois minutos depois, o Inter teve a oportunidade de ampliar. D’Alessandro bateu escanteio pela direita de ataque direta, a bola passou na frente da meta de Pitol e saiu pela linha de fundo.

Aos 21, D’Alessandro triangulou com Diego e recebeu dentro da área. De pé esquerdo, bateu próximo ao poste direito de Pitol, mas a bola saiu pela linha de fundo. Três minutos depois, após escanteio da esquerda de ataque, Lincom cabeceou rente ao poste esquerdo de Danilo Fernandes.

O Brasil pressionava e o Inter aproveitava os contra-ataques para tentar ampliar. Aos 38, Cirino que entrou na vaga do cansado Brenner perdeu duas oportunidades. A primeira na frente de Marcelo Pitol chutou para fora. Na segunda, cabeceou sozinho, longe da meta do Brasil. Dois minutos depois, Diego bateu de fora da área e a bola passou rente ao ângulo direito de Pitol.

Faltando um minuto para o fim do tempo regulamentar, Diego recebeu passe dentro da área na frente de Pitol e acertou o poste direito de Pitol. Nos descontos o time local tentou o gol de empate, mas não conseguiu furar o bloqueio defensivo do Inter.

Brasileirão Série B 2017 – 10ª Rodada

Brasil de Pelotas 0

Marcelo Pitol; Wender, Cirilo, Teco, Leandro Leite (Gustavo Papa), Breno, Marcinho, Itaqui, Lincom, Rafinha (Aloísio) e Nem (Juninho).

Técnico: Rogério Zimmermann.

Inter 1

Danilo Fernandes; Fabinho, Klaus, Danilo Silva e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Charles (Junio) e D´Alessandro; Eduardo Sasha (Diego) e Brenner (Cirino).

Técnico: Guto Ferreira.

Gols: Fabinho (38min/1ºT)

Cartões amarelos: Fabinho e Uendel (I) e Marcelo Pitol e Cirilo (B)

Cartões vermelhos: –

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Auxiliares: Cristhian Passos Sorence (GO) e Marcio Soares Maciel (GO).

Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ainda há veículos furtados no município, que estão desaparecidos.

Ação policial iniciou após criminosos terem roubado uma moto nas imediações da Cervejaria Salva em Bom Retiro do Sul.

Homem é um dos sócios de outro envolvido e ambos teriam pago R$ 25 mil por ritual macabro.

Decisão foi feita após processo movido por um grupo de advogados trabalhistas.