Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio vence Flamengo e retoma vice-liderança do Brasileirão

Em jogo equilibrado, Luan garantiu o 1 a 0 na Ilha do Urubu.

Foto: André Fabiano / Folhapress

Foto: André Fabiano / Folhapress

Após três derrotas consecutivas, o Grêmio reencontrou o caminho das vitórias na noite desta quinta-feira na Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro. O Tricolor aguentou a pressão do estádio e superou o Flamengo por 1 a 0, em jogo válido pela 13ª rodada do Brasileirão. O único gol do jogo foi marcado por Luan.

Com o resultado, o Grêmio retomou a vice-liderança do Brasileirão, com 25 pontos. O time ainda está 10 pontos atrás do Corinthians. O próximo compromisso será na Arena contra a Ponte Preta, em jogo marcado para domingo, às 16h.

Flamengo vacila e Grêmio abre placar 

Disposto a reencontrar o caminho das vitórias, o Grêmio entrou em campo nesta quinta-feira para enfrentar o Flamengo na perigosa Ilha do Urubu. A proximidade da torcida e o campo, mais acanhado, proporcionavam a sensação de pressão para o Tricolor, o que dificultou as ações ofensivas do time de Renato Portaluppi. Os obstáculos, porém, eram os mesmos para o Rubro-Negro, que encontrou um adversário marcador e muito concentrado.

Os primeiros minutos de jogo denunciaram que o duelo seria pautado pela técnica e somente um vacilo de algum lado poderia definir a partida. Aos três minutos, Trauco levou o Flamengo ao ataque e passou por três defensores gremistas antes de arriscar um chute a gol que assustou o goleiro Léo.

As equipes se respeitaram muito na etapa inicial, com um jogo que se concentrou muito no meio-campo, com um perde e ganha as principais estrelas do confronto: Luan e Diego. Ambos foram bem marcados e os espaços para atuação eram mínimos. O Grêmio só chegou ao ataque aos 20 minutos, quando Ramiro chutou de fora da área para uma boa defesa de Thiago.

Cinco minutos depois, quando a partida seguia equilibrada, Luan foi alvo de uma blitz, mas conseguiu se livrar de três marcadores na entrada da área e, após tabelar com o pé de Rafael Vaz, chutou forte e rasteiro para abrir o placar na Ilha do Urubu.

O gol mudou o panorama do duelo e acendeu de vez o sinal de alerta no Flamengo. Aos 30, Éverton Ribeiro tentou dar a resposta após pegar um rebote de Damião. Ele chutou forte e no canto, mas Léo estava atentou e fez uma grande defesa.

Aos 42 minutos, a pressão flamenguista incomodou a defesa do Grêmio novamente. Cuellar tabelou com Diego pelo meio e arriscou de perna canhota para uma nova intervenção de Léo. O Grêmio resistia bem, mas não conseguia mais jogar, tanto que aos 44 quase sofreu o gol de empate. Éverton recebeu a bola perto da meia-lua e bateu com efeito. A bola bateu no travessão e deu um frio na barriga da zaga gaúcha.

Ferrolho gremista segura vitória 

Grêmio retornou do vestiário com a mesma postura que terminou o primeiro tempo. Tricolor iniciou a etapa complementar esperando o Flamengo, à espera de um contra-ataque para matar o jogo. A pressão flamenguista apareceu logo nos primeiros minutos. Damião serviu Diego dentro da área de calcanhar e o meia bateu forte para uma defesa de Léo.

Aos seis minutos, o Flamengo aproveitou um contra-ataque em velocidade puxado por Éverton. Ele se livrou duas vezes de Arthur antes de servir Damião dentro da área. O centroavante girou em cima da marcação gremista e bateu de perna esquerda para fora.

O cerco ainda mais fechado para o Grêmio aos 13 minutos, quando Réver aproveitou um escanteio e cabeceou contra o chão. No quique da bola, Léo fez uma grande defesa e salvou aquele que seria o empate do Flamengo. A resposta gremista veio num vacilo de Diego, que foi desarmado por Fernandinho. Atacante carregou a bola em velocidade e serviu Luan, que não conseguiu concluir bem e facilitou a intervenção de Thiago.

A partir dos 20 minutos, o Grêmio conseguiu reequilibrar a partida a partir das entradas de Everton e Jailson. O Tricolor passou a ter opções para o contra-ataque, ainda que o Flamengo tenha empilhado atacantes depois das entradas de Mancuello e Geuvanio.

A tentativas do Flamengo no ataque ficaram mais escassas depois dos 30 minutos, quando o Grêmio tinha o adversário sobre controle. Somente alguns lances de bola parada que levaram perigo, mas todos foram bem vigiados por Geromel e Kannemann.

O ferrolho gremista ficou ainda mais completo com a entrada de Rafael Thyere na vaga de Luan. O defensor serviu para conter a bola aérea que foi muito explorada pelo Flamengo. A retranca não faz o estilo do Grêmio, mas serviu para frear o Rubro-Negro e garantir um resultado importante em solo fluminense.

Brasileirão 2017 – 13ª rodada

Flamengo 0

Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Trauco (Mancuello); Cuellar (Vizeu), Márcio Araujo (Geuvanio), Éverton Ribeiro, Diego e Éverton; Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo

Grêmio 1

Léo; Edílson, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Arthur (Jailson), Ramiro, Luan (Thyere) e Fernandinho; Lucas Barrios (Everton). Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Luan, aos 25/1º;

Cartões Amarelos: Kannemann (G); Michel (G); Trauco (F);

Árbitro: Marcelo de Souza (SP).

Local: estádio Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foram recuperados materiais possivelmente oriundos de furtos e roubos.

Um dos homens foi imobilizado por populares e o outro foi capturado no porão de uma casa.

Suspeito foi acompanhado por câmeras de videomonitoramento.

Chamas iniciaram na tarde da última quarta-feira