Giro do Vale / Lajeado / Polícia

Suspeito de tentativa de roubo é liberado devido à interdição do presídio de Lajeado

Homem estava com réplica de revólver.

Foto: Divulgação / BM

Foto: Divulgação / BM

Um homem foi abordado pela Brigada Militar (BM) após ser suspeito de uma tentativa de roubo, por volta das 21h50 desta quarta-feira (05), no Centro de Lajeado. De acordo com a Brigada Militar (BM), o indivíduo teria se aproximado da vítima com uma arma na avenida Benjamin Constant, na esquina com a rua Borges de Medeiros, anunciando o roubo e exigindo a chave de seu carro.

Conforme registro feito na Polícia Civil, desde o início da ação, a vítima teria percebido que o criminoso estava com uma réplica de revólver. O suspeito fugiu na direção da São José, sendo capturado após dez minutos por uma guarnição do Pelotão de Operações Especiais (POE) na rua João Abott. A réplica de revólver foi apreendida e o jovem de 21 anos, morador do bairro Universitário, foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). O indivíduo foi reconhecido como autor da tentativa de roubo.

Ainda conforme o registro, pelo acusado estar portando uma réplica, há uma descaracterização de roubo pela tentativa de furto. Tendo em vista a interdição do Presídio Estadual de Lajeado, o homem acabou liberado. Segundo o comando da BM, esse mesmo indivíduo está sendo investigado por um caso de envolvimento com entorpecentes, ocorrido dia 27 de junho no bairro Universitário.

Ele possui extensa ficha criminal, com delitos como furtos, roubos e envolvimento com drogas e, segundo a BM, é suspeito de ser autor de vários roubos ocorridos na área central de Lajeado nos últimos dias.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ainda há veículos furtados no município, que estão desaparecidos.

Ação policial iniciou após criminosos terem roubado uma moto nas imediações da Cervejaria Salva em Bom Retiro do Sul.

Homem é um dos sócios de outro envolvido e ambos teriam pago R$ 25 mil por ritual macabro.

Decisão foi feita após processo movido por um grupo de advogados trabalhistas.