Giro do Vale / Polícia / Vale do Taquari

Delegacia Especializada da Mulher deflagra operação Saia Justa no Vale do Taquari

Operação policial ocorreu nas 22 Delegacias Especializadas de Atendimento a Mulher do Rio Grande do Sul

Foto: Josevan Ferreira / Grupo Independente / Divulgação

Foto: Josevan Ferreira / Grupo Independente / Divulgação

Em operação deflagrada pela Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (DEAM) de Lajeado, foram cumpridos na manhã da última quinta-feira, dia 24, três mandados de prisão no Vale do Taquari.

Por volta das 8h45, policias prenderam Lercio Noll (53), morador do Bairro Morro 25, em Lajeado. Contra ele, havia um mandado de prisão condenatória, pelo crime de estupro, fato ocorrido em 2003. Ele foi capturado em sua residência na rua Maria Francisca dos Santos.

Já por volta das 10h50, os agentes foram até uma empresa de calçados, no Centro de Roca Sales, onde capturaram Luis Carlos da Cruz Bonadiman (59), morador de São Caetano, Arroio do Meio. Contra ele, também havia um mandado de prisão condenatória, acusado de estupro ocorrido em 2009. No final da tarde também foi preso um homem de 40 anos, que ainda não teve o nome informado. A prisão é provisoria, por descumprimento a medida protetiva deferida pela lei Maria da Penha.

Esta operação denominada “Saia Justa”, ocorreu nas 22 Delegacias Especializadas de Atendimento a Mulher do Rio Grande do Sul.

Foram efetuadas cerca de 30 prisões, além de apreensão de drogas e armas. Os três presos aqui na região, foram apresentados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Lajeado, onde foi feito o registro e posteriormente recolhidos ao Presidio Estadual.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Vítima foi encontrada por um pescador, que estava em um barco.

A Brigada Militar (BM) foi acionada e fez buscas, mas o assaltante não foi encontrado.

Havia cerca de 10,5 mil aves no momento do incêndio, mas não houve perda significativa

Após ser levado a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) ele seria conduzido ao presídio.