Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Em jogo entre equipes reservas, Grêmio perde para o Botafogo no Rio

Marcelo Oliveira desperdiçou um pênalti no final do primeiro tempo em derrota por 1 a 0.

Foto: Rafael Ribeiro / Press Digital

Foto: Rafael Ribeiro / Press Digital

Com time reserva, o Grêmio teve uma baixa produção ofensiva e foi derrotado pelo Botafogo por 1 a 0 na noite deste domingo, no NIlton Santos, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida foi marcado logo aos 6 minutos por Leandrinho. Marcelo Oliveira ainda perdeu um pênalti nos acréscimos do primeiro tempo.

Com a derrota, o Grêmio perde a oportunidade de reduzir a distância para o líder Corinthians, que teve seu jogo da rodada, contra a Chapecoense, adiado para o dia 23. de agosto O Tricolor segue com 39 pontos, contra 47 do Timão.

O Grêmio volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45min, para encarar o Cruzeiro, na Arena, pela ida da semifinal da Copa do Brasil.

O jogo

De olhos nos jogos de ida da semifinal da Copa do Brasil, que acontecem na próxima quarta-feira, Grêmio e Botafogo pouparam seus titulares na partida deste domingo no Engenhão. O time carioca conseguiu logo no começo usar uma arma letal da equipe principal: o contra-ataque.

Com o cronômetro marcando apenas seis minutos, Jaílson perdeu a bola no meio-campo, o Botafogo saiu em contra-ataque rápido e Brenner rolou para Leandrinho, que deu um toque na saída de Paulo Victor e abriu o placar no Engenhão.

O Botafogo seguiu em cima do Grêmio e três minutos depois quase marcou o segundo em um lance fortuito. Gilson cruzou fechado e quase enganou Paulo Victor, que se esticou para mandar a bola para escanteio. Na sequência, Bruno Silva cruzou da direita, mas Emerson Silva não conseguiu o toque para mandar a bola para o do gol.

Após dificuldades defensivas encontradas nos primeiros 15 minutos, o Grêmio foi se organizando na partida. Marcando melhor e tendo a bola no meio-campo, ainda faltava levar perigo ao gol de Gatito Fernández. E a primeira chance veio aos 21 em escanteio batido por Lincoln, que sobrou para Batista após desvio de Marcelo Oliveira. O atacante bateu de primeira, mas Emerson Silva tirou quando Gatito parecia não ter como chegar na bola.

O Botafogo teve mais um contra-ataque perigoso aos 24 minutos, quando Guilherme saiu em velocidade, tabelou com Bruno Silva, se livrou de Bressan e chutou para defesa de Paulo Victor. A resposta gremista veio com Everton, que também partiu em velocidade, mas teve o chute desviado por Leandrinho dentro da área.

Já nos acréscimos, o Grêmio teve duas grandes chances para marcar. Primeiro, Fernandinho teve falta para cobrar na entrada da área. Ele bateu e a bola estourou no braço de Matheus Fernandes na barreira. O árbitro Wagner Reway viu e marcou o pênalti. Coube ao lateral Marcelo Oliveira fazer a cobrança. Mas o camisa 26 bateu mal. Ele optou pela cobrança colocada, sem força, e Gatito pulou no canto para fazer a defesa e evitar o empate.

O segundo tempo seguiu o panorama do primeiro, com o Grêmio tendo a bola, mas chegando mais em lances de bola parada e o Botafogo apostando nos contra-ataques. Assim, em uma bola parada, o Grêmio quase empatou no primeiro minuto. Após escanteio de Lincoln, a bola foi desviada no primeiro pau e Batista, meio no susto, cabeceou para fora.

Aos 9, a chance gremista veio em uma falta frontal na entrada da área. Lincoln bateu procurando o ângulo esquerdo e mandou perto. O Botafogo levou perigo pela primeira vez na segunda etapa aos 13. E foi em uma bela jogada. Bruno Silva deu o passe de calcanhar para Leo Valencia, que bateu colocada e Paulo Victor fez a defesa.

Logo depois, o lateral-direito Arnaldo fez uma grande jogada. Ele arrancou em velocidade, driblou Bressan e só não fez o gol porque Paulo Victor saiu de forma arrojada para fazer a defesa.

Na busca pelo empate, o técnico Renato Portaluppi mexeu na equipe aos 21. Dionathã entrou no lugar de Batista. O garoto deu maior movimentação ao ataque. Logo no primeiro lance, ele arriscou o chute e Gatito fez a defesa. Depois, aos 28, a mudança de Renato foi mais ofensiva. O volante Jaílson foi sacado para a entrada do meia-atacante Patrick.

Aos 36, o Botafogo teve mais um contra-ataque perigoso de três jogadores atacando contra dois defensores do Grêmio, mas Guilherme optou pela finalização e mandou por cima do gol de Paulo Victor.

Renato ainda fez mais uma troca, Jean Pyerre no lugar de Lincoln e, mas não foi suficiente para o Grêmio buscar o empate. O Botafogo ainda perdeu uma grande chance para o segundo gol aos 47, quando Guilherme recebeu dentro da área e finalizou uma bola que passou raspando à trave esquerda de Paulo Victor.

Campeonato Brasileiro – 20ª rodada

Botafogo – 1

Gatito Fernández; Arnaldo, Marcelo, Emerson Silva e Gilson, Matheus Fernandes, Bruno Silva, Leandrinho (Victor Luís), Leo Valencia e Guilherme; Brenner. Técnico: Jair Ventura.

Grêmio – 0

Paulo Victor, Leonardo, Bruno Rodrigo, Bressan, Marcelo Oliveira, Jailson (Patrick), Kaio, Fernandinho, Lincoln (Jean Pyerre) e Everton; Batista (Dionathã). Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Leandrinho (6min/1ºT)

Cartões amarelos: Matheus Fernandes, Gilson, Émerson Silva (BOT); Bruno Rodrigo (GRE)

Arbitragem: Wagner Reway (MT), auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

Local: Nilton Santos , no Rio de Janeiro (RJ)

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

tempo

Com mudança de tempo, marcas não devem passar dos 25°C

Foto: Divulgação

Provas estão previstas para acontecer no dia 23 de dezembro

Imagem: Ilustração

Mais informações podem ser obtidas na prefeitura ou pelo telefone (51) 3766-1255

Foto: Divulgação

Presidente deve aproveitar a internação para passar por avaliação do procedimento urológico a que foi submetido