Giro do Vale / Destaque / Estado

Novos pedágios da BR-386 deverão ter preço máximo de R$ 7,48

Na rodovia serão quatro praças de pedágio: em Montenegro, Paverama, Fontoura Xavier e Tio Hugo.

As novas praças de pedágio que deverão começar a operar nas BRs 386, 101, 290 (Freeway) e 448 (Rodovia do Parque) em julho de 2018 terão o preço máximo da tarifa única de R$ 7,48 para carros de passeio. O valor foi acordado nesta quinta-feira, dia 24, em encontro do grupo de trabalho da concessão das rodovias na sede da Empresa de Planejamento Logístico (EPL), em Brasília.

Conforme uma das representantes do Vale do grupo de trabalho, a presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Cíntia Agostini, o edital deverá passar pela análise do Tribunal de Contas da União em setembro para ser lançado em dezembro. Depois disso serão feitas reuniões para apresentar o projeto, denominado de Rodovia de Integração Sul, pelo Estado. “Só não se sabe ainda as condições destas reuniões. Isto é um fato a ser definido”, informa Cíntia.

A licitação está prevista para o primeiro trimestre de 2018 e vencerá a empresa que apresentar o menor valor. O início da cobrança se dará no começo de julho.

Na Rodovia Leonel de Moura Brizola (nome oficial da BR-386) serão quatro praças de pedágio: em Montenegro, Paverama, Fontoura Xavier e Tio Hugo. Ou seja, uma viagem de ida e volta entre Lajeado e Porto Alegre terá um custo aproximado de R$ 30 de pedágio. Para caminhões o valor será multiplicado pelo número de eixos, com limite de seis multiplicações.

Como o valor de R$ 7,48 tem como data-base setembro de 2016 e a cobrança começará apenas em julho de 2018, haverá a incidência da inflação sobre o mesmo. Apesar disto Cíntia Agostini acredita que o valor da tarifa será menor que os R$ 7,48. “Nós temos uma expectativa de ter uma tarifa muito próxima a R$ 7”, cita. Ela vibra com o fato de terem sido baixadas as tarifas de R$ 0,13 para R$ 0,11 por km. Nas primeiras estimativas divulgadas pelo Ministério dos Transportes as tarifas variavam entre as praças e chegavam a R$ 11,30.

A concessão valerá por 30 anos e prevê obras em 473km das quatro rodovias. Na BR-386 será feita a duplicação de 226km, entre Lajeado e Carazinho e entre Canoas e Tabaí, onde hoje existe um alargamento de pista. Além disso estão projetadas várias “obras de arte” como passarelas, uma terceira faixa entre Lajeado e Estrela, uma passagem inferior de acesso ao bairro Olarias e um túnel em Soledade.

O valor total do investimento na BR-386 será de R$ 15 bilhões e a primeira obra prevista, entre 2021 e 2023 (3º e 4º anos da concessão), é a duplicação entre Lajeado e Marques de Souza (20km). Nos dois primeiros anos serão feitas apenas manutenções.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Time colorado joga pelo empate fora de casa nesta primeira fase.

Uma terceira vítima foi encaminhada ao hospital e não corre risco de morte.

Por motivos desconhecidos um Astra, que seguia em direção a Arroio do Meio, teria invadido a pista contrária e colidido de frente com a Saveiro.

Homem que arremessou objetos para o interior do pátio do presídio, chegou a disparar um tiro contra um policial.