Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Destaque / Educação

Colégio Estadual Jacob Arnt de Bom Retiro do Sul adere a greve por tempo indeterminado

Decisão foi tomada em reunião na noite desta segunda-feira, dia 11.

Em 2015 uma faixa foi colocada em frente ao CEJA, em protesto contra o parcelamento de salários. (Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale / Arquivo)

CEJA entra em greve por tempo indeterminado. (Foto: Juliano Beppler / Giro do Vale / Arquivo)

No início da noite desta segunda-feira, dia 11, direção, professores, funcionários e Grêmio Estudantil do Colégio Estadual Jacob Arnt (CEJA) de Bom Retiro do Sul reuniram-se para debater sobre a possibilidade de greve, o que já ocorre em outras escolas estaduais pelo RS, em virtude dos recorrentes parcelamentos de salários do funcionalismo público, que inclui o magistério.

No encontro ficou definido que o CEJA vai aderir à greve a partir desta terça-feira, dia 12, por tempo indeterminado.

“Lembramos que não estamos entrando de férias e sim, em um momento de luta não só dos professores, mas dos alunos e de toda a comunidade pelos direitos que são inteiramente nossos”, diz um comunicado na página do Grêmio Estudantil José Ronan Brenner.

A diretora do CEJA Martinha Dullius destaca que a escola estará aberta nos períodos da manhã e tarde para prestar informações.

As outras escolas estaduais do município devem definir nesta terça-feira, dia 12, se também aderem ao movimento de greve, ou não.

Pela região

Castelo Branco e Érico Veríssimo, ambas de Lajeado e IEEM de Estrela foram as primeiras a aderirem. Nesta segunda-feira, dia 11, também paralisaram as atividades os colégios estaduais Pedro Scherer (Lajeado), Ensino Médio São Miguel (Cruzeiro do Sul) e Ensino Médio Santa Clara (Santa Clara do Sul).

Em outros educandários ocorrem manifestações alternativas, sem suspensão das aulas.

 

Giro do Vale

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foram recuperados materiais possivelmente oriundos de furtos e roubos.

Um dos homens foi imobilizado por populares e o outro foi capturado no porão de uma casa.

Suspeito foi acompanhado por câmeras de videomonitoramento.

Chamas iniciaram na tarde da última quarta-feira