Giro do Vale / Estado / Geral

Governo aposta nos depósitos judiciais para pagar terceira parcela dos salários

Integrantes da Fazenda não têm previsão de ingresso de receitas novas no Tesouro do Estado.

Foto: Luiz Chaves / Palácio Piratini / Divulgação

Foto: Luiz Chaves / Palácio Piratini / Divulgação

Mais uma vez não se confirmou a expectativa dos servidores do Executivo, que receberam até agora apenas R$ 350,00 de seus salários, correspondentes a duas parcelas. O terceiro depósito, de R$ 170,00, aguardado para a última sexta-feira, também não foi feito ontem e pode não se concretizar nesta terça-feira. A Secretaria da Fazenda sustenta o cronograma previsto originalmente, de quitar as nove parcelas até o dia 13.

Segundo integrantes da Fazenda, não há previsão de ingresso de receitas novas no Tesouro do Estado, salvo a possibilidade de crescimento, até o dia 8, no saldo dos depósitos judiciais, situação prejudicada pelo feriado do dia 7, na quinta-feira. Os recursos que mensalmente reforçam o caixa nos dias 9 e 10 irão se concretizar apenas no dia 11, em função do final de semana, que coincidirá com as datas. Entre eles, recursos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Veículos (ICMS) da substituição tributária, de combustíveis, energia elétrica e telecomunicações.

No dia 11, o governo gaúcho recebe também o primeiro repasse mensal da União relativo ao Fundo de Participação dos Estados e o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) exportação e no dia 12, o ICMS do comércio e da indústria, que seriam suficientes para quitar os R$ 940 milhões em aberto da folha. Caso o cenário financeiro se mantenha, deve se confirmar a previsão de encontro de duas folhas salariais em outubro.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Reservas de Odair Hellmann tiveram boa atuação diante do atual campeão gaúcho.

Ambos estavam armados durante o flagrante que ocorreu no Bairro Navegantes.

A identidade da vítima só deve ser confirmada através da análise de material genético coleado na necropsia.

OS veículos ainda não foram localizados.