Giro do Vale / Nova Bréscia / Polícia

Nova Bréscia terá de indenizar árbitro de futsal que sofreu agressão

Juiz foi atacado durante jogo do campeonato municipal e levou caso à Justiça.

Um árbitro de futsal agredido durante partida de torneio amador será indenizado em R$ 5 mil pelo Município de Nova Bréscia e mais sete pessoas. A ação tramitou na Comarca de Arroio do Meio. A Juíza Lourdes Helena Pacheco da Silva determinou o pagamento de R$ 5 mil ao prejudicado.

Conforme a ação, no jogo entre Esperança e Baixada pelo torneio municipal, um atleta do Esperança partiu para cima do árbitro. Logo, seis colegas de time se juntaram para agredir e xingar o “homem de preto”. O jogo foi cancelado e o juiz levou o caso à Justiça da Comarca de Arroio do Meio para pedir ressarcimento por danos morais.

Além dos agressores, o Município de Nova Bréscia foi incluído como réu na ação indenizatória, por ser o organizador do torneio – através da Secretaria de Turismo local – e não fornecer a necessária segurança. A municipalidade contestou, alegando ainda não ter ligação ou responsabilidade com os acusados das agressões, que não eram agentes públicos. Os atletas, por sua vez, alegaram que a confusão só aconteceu por culpa do árbitro, que “era nervoso, autoritário e favorecia o time adversário – o que os deixou revoltados”.

A juíza aceitou as provas – súmula da partida e exame de corpo de delito – dos fatos narrados pelo autor da ação. Segundo ela, a responsabilidade civil do ente público – e o dever de indenizar – está caracterizada pela omissão, “ao passo que não providenciou nenhum tipo de segurança, seja ela pública ou particular”, levando à “ineficácia da proteção, tendo em vistas agressões sofridas pelo autor”, explicou.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Time colorado joga pelo empate fora de casa nesta primeira fase.

Uma terceira vítima foi encaminhada ao hospital e não corre risco de morte.

Por motivos desconhecidos um Astra, que seguia em direção a Arroio do Meio, teria invadido a pista contrária e colidido de frente com a Saveiro.

Homem que arremessou objetos para o interior do pátio do presídio, chegou a disparar um tiro contra um policial.