Giro do Vale / Lajeado / Polícia

Suspeito de atropelar e matar jovem em Lajeado, se entrega à polícia

Condutor de 24 anos, é investigado pela autoria do atropelamento de Vinícius Abella (21).

Foto: Reprodução / Facebook

Abella foi atropelado na madrugada do dia 7 de setembro. (Foto: Reprodução / Facebook)

O suspeito de ter atropelado Vinícius Rodrigues da Silva Abella (21), na madrugada da última quinta-feira, dia 7, se entregou à polícia na tarde desta segunda-feira, dia 11. Havia um mandado de prisão preventiva decretada contra o motorista do veículo Hyundai HB20, de 24 anos, que era considerado foragido pela polícia. O condutor se apresentou na Delegacia de Polícia de Lajeado, na presença do seu advogado. Ele foi direcionado ao sistema prisional.

Na semana passada, o jovem havia sido levado à delegacia, mas foi liberado após prestar depoimento. No sábado, dia 9, a polícia pediu a prisão preventiva. O titular da Delegacia de Polícia de Lajeado, delegado Juliano Stobbe, estima que o inquérito seja concluído em até dez dias, a partir da detenção. Os investigadores levam em conta depoimentos de testemunhas e do suposto autor, além da análise de câmeras de segurança e fotografias do veículo envolvido no acidente.

Stobbe antecipa que “não se trata de um simples acidente de trânsito, e sim de algo que pode se configurar como dolo eventual – que se diferencia da simples culpa, na medida em que o autor tem a consciência do possível resultado e mesmo assim continua atuando, não se importando com a consequência daquele ato”.

Um taxista que trafegava na Avenida Senador Alberto Pasqualini, por volta das 5h30, quando o acidente ocorreu, anotou a placa do carro. O veículo de Teutônia foi encontrado abandonado, a uma quadra da casa em que o suspeito morava. Ele não tem carteira de habilitação e estaria dirigindo sob o efeito de álcool.

Conforme o delegado, “o rapaz confirmou a autoria. Disse que não estava andando em zigue-zague e em alta velocidade, circunstâncias que ainda vão ser analisadas”, pontua.

A perícia do carro deve apontar a velocidade em que ele trafegava. Segundo o delegado, o proprietário do automóvel também será investigado, com respaldo no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Entregar a direção a pessoa não habilitada ou sem condições para dirigir configura um delito, e muito provavelmente ele vai ser indiciado por esse crime, respondendo a processo em liberdade”, explica.

Manifestação no domingo

Com faixas que pediam justiça e paz no trânsito, amigos e familiares do jovem atropelado fizeram uma manifestação, na tarde deste domingo, dia 10, no Parque Professor Theobaldo Dick, em Lajeado. Quanto ao ato, o delegado esclarece que, mesmo atenta às manifestações populares, “a polícia não atua com base em pressão social, mas atua com base em fatos, elementos, provas e manifestações do Ministério Público ou do Judiciário”.

 

Grupo Independente

Comentários

  1. lyria bilhar disse:

    Muito irresponsável

  2. lyria bilhar disse:

    Muitos l jovens morrendo
    Motorista imprudentes

Publicidade

Últimas Notícias

Time colorado joga pelo empate fora de casa nesta primeira fase.

Uma terceira vítima foi encaminhada ao hospital e não corre risco de morte.

Por motivos desconhecidos um Astra, que seguia em direção a Arroio do Meio, teria invadido a pista contrária e colidido de frente com a Saveiro.

Homem que arremessou objetos para o interior do pátio do presídio, chegou a disparar um tiro contra um policial.