Giro do Vale / Geral / Internacional

Terremoto mata mais de 50 pessoas e provoca destruição no México

Bombeiros trabalham no resgate de mais vítimas

Foto: Omar Torres / AFP / Divulgação

Foto: Omar Torres / AFP / Divulgação

Mais de 50 pessoas morreram nesta terça-feira, dia 19, nos estados de Morelos, Puebla e do México devido ao terremoto de magnitude 7 na escala Richter que sacudiu a região central do México. Por sua vez, na Cidade do México há um total de 27 edifícios destruídos e as equipes de resgate e os moradores trabalham para retirar as pessoas que poderiam estar debaixo dos escombros. As informações são da agência de notícias EFE.

No estado Morelos, epicentro do sismo, foram contabilizadas 42 vítimas fatais, enquanto no estado do México morreram dois adultos e três crianças e no de Puebla mais duas pessoas, de acordo com relatórios oficiais preliminares. O maior número de mortes foi registrado na localidade de Jojutla (12), segundo informou o governador Graco Ramírez por meio do Twitter.

Em Cuernavaca, capital de Morelos, há quatro mortos, enquanto em Tetecala morreram seis pessoas, mesmo número que em Yecapixtla, além de quatro em Jiutepec. Mais quatro pessoas morreram em Axochiapan, e também em Miacatlan e Tlayacapan. Além disso, há um morto em Cuautla e outro em Yautepec.

O governador do estado do México, Alfredo del Mazo, informou à emissora Milenio Televisión sobre cinco mortos e confirmou 22 feridos. Del Mazo também reportou danos em infraestruturas, enquanto todas as estradas do estado estão operando.

Na Cidade do México seguem acontecendo cenas de pânico perante o temor de réplicas e com um trânsito caótico nas ruas que gera ainda mais confusão.

O presidente Enrique Peña Nieto, que convocou uma reunião de emergência com todo o seu gabinete, ordenou que os serviços de emergência estejam abertos a toda a população e que se evacuassem os hospitais com danos e a transferência de seus pacientes para outras unidades médicas.

Por outro lado, o aeroporto de Toluca recebe voos que não podem aterrissar no aeroporto da capital, cujos terminais foram fechados após o terremoto.

O sismo registrado hoje no centro do México foi de 7 graus na escala Richter, segundo a última atualização do Serviço Sismológico Nacional (SSN), que inicialmente situou o movimento em 6,8 e depois em 7,1.

O epicentro do movimento se localizou no limite entre os estados de Puebla e Morelos, 12 quilômetros ao sudeste de Axochiapan, em Morelos, e a 120 quilômetros da Cidade do México, e sua profundidade foi de 57 quilômetros, detalhou o SSN em um comunicado.

 

Agência Brasil

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foto: Divulgação

Os corpos, que seriam de pai e filho, já estavam em avançado estado de decomposição

Foto: João Vilnei / Divulgação

Defesa Civil concentrou o atendimento aos moradores no ginásio do Corpo de Bombeiros em Santa Maria

Foto: Divulgação

Casa incendiou, mas os bombeiros conseguiram controlar as chamas

Foto: Brigada Militar / Divulgação

Indivíduo estava com crack, cocaína e maconha