Giro do Vale / Destaque / Estado / Geral

RS perde empregos formais pelo 6º mês seguido, aponta Caged

Estado fechou 278 vagas formais de trabalho no mês de setembro.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Pelo sexto mês consecutivo, o Rio Grande do Sul mais demitiu do que contratou. O Estado fechou 278 vagas formais de emprego no mês de setembro, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na tarde desta quinta-feira (19) pelo Ministério do Trabalho.

No mês, o saldo do RS foi o quinto pior entre os demais Estados brasileiros e o Distrito Federal, ficando atrás apenas de Rio de Janeiro (- 4.769 vagas), Minas Gerais (- 4.291), Goiás (- 3.493) e Sergipe (- 584). Desde 2003, esse é o terceiro pior resultado para um mês de setembro no Estado, mas o melhor para o mesmo período desde 2015.

O saldo negativo no RS decorre da abertura de 75.819 vagas formais e 76.097 desligamentos. O resultado desfavorável foi puxado pela indústria de transformação, que fechou 3.167 empregos. Já o setor que mais criou foi o comércio (1.733).

Na região metropolitana de Porto Alegre foram gerados 983 novos postos de trabalho, enquanto no interior foram fechadas 1.261 vagas. O RS tem saldo negativo de 630 postos no acumulado de janeiro a setembro deste ano.

No Brasil, a situação é inversa, conforme os dados gerais. O mercado brasileiro abriu 34.392 vagas de emprego em setembro. Trata-se do sexto aumento consecutivo com número de vagas com carteira assinada no país, segundo o ministério. Para meses de setembro, o resultado é o melhor desde 2014.

 

GauchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

tempo

Com mudança de tempo, marcas não devem passar dos 25°C

Foto: Divulgação

Provas estão previstas para acontecer no dia 23 de dezembro

Imagem: Ilustração

Mais informações podem ser obtidas na prefeitura ou pelo telefone (51) 3766-1255

Foto: Divulgação

Presidente deve aproveitar a internação para passar por avaliação do procedimento urológico a que foi submetido