Giro do Vale / Destaque / Internacional

Atirador entra em igreja batista nos EUA e mata 26 pessoas

Suspeito é homem branco que estava vestido de preto.

Foto: Nick Wagner / Divulgação

Foto: Nick Wagner / Divulgação

Um atirador abriu fogo em uma igreja batista na pequena cidade de Sutherland Springs, no Texas, Estados Unidos, e deixou 26 mortos e 20 feridos no último domingo, dia 5. O suspeito foi encontrado morto após uma pequena perseguição, mas as autoridades ainda não sabem se ele cometeu suicídio ou foi morto por um morador. O FBI ajuda nas investigações.

 “Vinte e seis vidas foram perdidas”, disse o governador do estado, Greg Abbott. “Não sabemos se o número vai subir ou não, tudo o que sabemos é que são muitos e essa será uma longa manhã de luto para queles que sofrem”. Abbott classificou o ato como o pior tiroteio em massa da história moderna do Texas.

Freeman Martin, porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Texas, disse que 23 vítimas morreram dentro da igreja, outras duas do lado de fora e uma durante o transporte para o hospital. Algumas pessoas que estavam dentro da igreja conseguiram escapar.

Segundo Freeman Martin:

  • O homem foi visto todo vestido de preto e usando um colete à prova de balas por volta das 11h20 (horário local) em um posto de gasolina.
  • Ele atravessou a rua, saiu do veículo e começou a atirar na igreja.
  • Em seguida ele foi para o lado da igreja atirando, entrou no local e continuou a atirar.
  • Quando ele deixava a igreja, uma pessoa não identificada conseguiu desarmar o atirador e ele fugiu.
  • Outra pessoa da área o perseguiu.
  • O suspeito bateu com seu veículo.
  • Ele foi encontrado morto depois de fugir do local. A polícia ainda não sabe dizer se ele levou um tiro ou atirou em si mesmo durante a perseguição.
  • No carro, foram encontradas outras armas.
  • Ao todo, são 20 feridos, mas não se sabe ainda quantas pessoas acompanhavam o culto.
  • As idades das vítimas variam de 5 a 72 anos de idade.

O Suspeito

Ainda segundo Martin, o suspeito é um homem branco “talvez com seus 20 poucos anos”. Ele também disse que a pessoa que conseguiu desarmar o atirador não se feriu. As autoridades agora trabalham para identificar as vítimas e notificar as famílias.

Segundo a agência de notícias AP, duas fontes policiais que não quiseram se identificar por conta das investigações em andamento, identificaram o atirador como Devin P. Kelley, de 26 anos. Um dos policiais disse que Kelly vivia nas proximidades de San Antonio e não parece estar associado a grupos terroristas.

Ele disse ainda que foram analisados posts que Kelley pode ter feito em redes sociais antes do ataque de domingo, incluindo um em que uma arma AR-15 é mostrada.

Feridos

De acordo com comunicado divulgado pelo hospital Connally Memorial Medical Center, oito pessoas foram atendidas no local com ferimentos de bala. Quatro delas foram transferidas para o hospital da Univerdade de San Antonio para tratamento sendo uma em estado crítico. Três pacientes foram tratados e liberados e um permance internado no hospital.

Além do Connally Memorial, pelo menos outros dois hospitais da região receberam feridos, mas ainda não há informações sobre o estado de saúde dos pacientes.

Sutherland Springs é uma pequena comunidade do Texas e tem cerca de 362 habitantes.

De acordo com uma testemunha ouvida pela KSAT, afiliada da rede ABC no local, um homem entrou na Igreja Batista e abriu fogo por volta das 11h30 do horário local (15h30, pelo horário de Brasília). Ainda de acordo com a TV, policiais e dos bombeiros chegaram ao local do tiroteio e helicópteros foram ao local para transportar vítimas a hospitais.

Sherry Pomeroy, mulher do pastor Frank Pomeroy da igreja, contou a CNN que a filha deles, de 14 anos, morreu no local durante o tiroteio. Nem Sherry nem o pastor estavam na igreja neste domingo, dia 5.

Trump lamenta

O presidente dos EUA Donald Trump, que está em uma viagem pela Ásia, usou o Twitter para comentar o tiroteio: “Que Deus esteja com as pessoas de Sutherland Springs. Estou monitorando a situação aqui do Japão”. governador do Texas, Greg Abbott, também falou no Twitter sobre o tiroteio: “Nossas orações estão com aqueles machucados por este ato maligno. Nossos agradecimentos aos agentes da lei por sua resposta. Mais detalhes em breve”. Momentos depois ele anunciou que estava se dirigindo ao local para apoiar familiares das vítimas e acompanhar as investigações.

G1

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Foram recuperados materiais possivelmente oriundos de furtos e roubos.

Um dos homens foi imobilizado por populares e o outro foi capturado no porão de uma casa.

Suspeito foi acompanhado por câmeras de videomonitoramento.

Chamas iniciaram na tarde da última quarta-feira