Giro do Vale / Destaque / Polícia

Foragidos da Peva são presos em cerco policial em Bom Princípio

Quadrilha estava com armamento pesado, além de joias e dinheiros levados em assalto realizado em Soledade.

Foto: Divulgação / BM

Foto: Divulgação / BM

Um cerco realizado pela Brigada Militar (BM) de Bom Princípio resultou na prisão de quatro dos sete homens que fugiram da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) na madrugada do dia 28 de outubro. A abordagem ocorreu na noite desta sexta-feira, dia 10, nas proximidades do posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), na ERS-122, no município de Bom Princípio.

A atenção de um policial à paisana deu início ao acompanhamento do bando, na ERS-470, Bairro Fenachamp, em Garibaldi. Ele notou um veículo Peugeot que, segundo informações da Brigada, havia sido utilizado em um roubo a residência, na segunda-feira, dia 6, em Garibaldi, e em um assalto a um mercado, na terça-feira, dia 7, em São Sebastião do Caí.

Através de mensagens pelo WhatsApp, o policial foi informando os colegas da movimentação do grupo, até a abordagem no posto da PRE. No automóvel estavam Arlei da Silva (41), natural de Boqueirão do Leão, Maicon Medeiros Rosa (24), natural de Itapiranga-SC, Maicon Ricardo da Silveira Soares (25), de Alvorada e João Trindade (30), de Porto Alegre.

Com eles foram apreendidas várias armas e munições, além de joias, relógios e dinheiro que foram levados de uma joalheria em Soledade na tarde de ontem. De acordo com a Brigada Militar, os criminosos disseram que estavam retornando de Soledade. Apesar do armamento pesado apreendido com os bandidos, não houve confronto no momento da abordagem feita pelos policiais e ninguém se feriu.

Seguem foragidos do Presídio Estadual de Venâncio Aires (Peva) Cristiano dos Santos Soares (22), de Alvorada, Bruno Costa (21) e Vagner Figueiredo (29), ambos de Porto Alegre.

 

Folha do Mate

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Recebem o Pasep servidores públicos com inscrição de final 3

Volante não atua há cinco meses entre os profissionais e crê que não terá problemas para retomar ritmo