Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio empata em 1 a 1 com Vitória, mesmo com um jogador a mais

Tricolor saiu atrás, igualou placar, mas teve pouco ímpeto para vencer em Caxias.

Foto: Rodrigo Rodrigues / Grêmio / Divulgação

Foto: Rodrigo Rodrigues / Grêmio / Divulgação

O Grêmio desperdiçou a vantagem numérica, neste domingo, e empatou com o Vitória por 1 a 1, em Caxias do Sul, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor saiu atrás do placar, empatou rápido, mas não virou, perdendo mais dois pontos como mandante. Com o resultado, vai a 58 pontos, ainda na vice-liderança, mas dez atrás do líder Corinthians – que poderá ser campeão já na próxima rodada. O Vitória é 16º, primeiro fora da linha de rebaixamento com 39 pontos.

Agora, os gremistas enfrentam o São Paulo, quarta-feira, na Arena. O Vitória terá um confronto direto com a Chapecoense na luta do Z4, no dia seguinte.

Susto e reação

Jogando em Caxias devido ao show do Coldplay na véspera, na Arena, o Grêmio iniciou o jogo se sentindo em casa e controlando as ações. A primeira boa chance gremista veio aos 12 minutos, com o volante Jailson. Ele recebeu no meio, correu para a área e disparou uma bomba. Mas desviou ligeiramente à esquerda do poste.

No contragolpe do Vitória, Pedro Geromel tirou parcialmente a tentativa de Adeilton. Sobrou para Neilton, que chutou forte, mas carimbou as costas do zagueiro gremista. A equipe baiana gostou do jogo e quase marcou na pressão. Paulo Victor fez grande defesa, após Ramon driblar a zaga do Grêmio e chutar da entrada da área.

Aos 15, porém, uma pane geral da defesa foi castigada. Kannemann errou o bote, Jailson furou e sobrou para Patrick dentro da área. Levemente impedido, ele enquadrou o corpo e fulminou no canto direito. A arbitragem deu lance legal, definindo 1 a 0 para o Vitória.

A resposta tricolor, porém, foi certeira. Três minutos depois, Leonardo tabelou com Ramiro, olhou para a área e cruzou com perfeição. Fernandinho antecipou o zagueiro e cabeceou para o fundo da meta, igualando em 1 a 1.

O Grêmio retomou as rédeas da partida, a partir daí. Aos 22, Geromel deu um chapéu no lado direito e lançou Leonardo. O garoto arrancou na linha de fundo e serviu Luan. Veio a bomba de fora da área, mas passou por cima.

Na bola aérea, aos 31, o Vitória ainda ameaçou. Deivid cruzou, ninguém afastou e Trelles cabeceou na pequena área. Por sorte, para cima. Antes do intervalo, o goleiro Fernando Miguel ainda defendeu o que seria um gol de placa de Luan. O atacante gremista deu um chapéu em Ramon, e emendou de voleio. A bola tinha endereço certo, mas o camisa 1 defendeu no ângulo esquerdo.

Grêmio volta pressionando, mas esfria

O segundo tempo começou sem grandes chances de parte a parte, com um chute de longe de Trelles, seguido de um cabeceio por cima de Fernandinho. Aos 12 minutos, o Vitória teve a vida complicada com a expulsão de Filipe Souto. O volante chegou atrasado em Ramiro e levou o segundo amarelo, com o vermelho em seguida.

Os comandados de Renato Portallupi foram para cima e, aos 14 minutos, Barrios perdeu um gol incrível. Ramiro serviu da direita e, a dois metros do gol o centroavante chutou em cima do goleiro Fernando Miguel.

Logo depois, o goleirão voltou a salvar o Vitória. Fernando afastou cruzamento perigos, Leonardo aparou o rebote de primeira, mas o goleiro se recuperou para pegar na sequência. Renato lançou Jael e Éverton para buscar a vitória, sacando Leonardo e Jailson.

Chance de gol, contudo, apenas aos 36 minutos. Léo Moura ajeitou de cabeça na área, Luan chegou batendo de primeira, mas mandou por cima. O Grêmio ainda teve Patrick no lugar de Fernandinho, mas pouco fez para perturbar a vida do goleiro Fernando Miguel. Empate com gosto de dois pontos perdidos com mando de campo.

Brasileirão 2017 – 34ª rodada 

Grêmio 1

Paulo Victor; Leo Moura, Geromel, Kannemann e Leonardo (Everton); Jailson, Jael, Arthur, Ramiro e Luan; Fernandinho (Patrick) e Lucas Barrios. Técnico: Renato Portaluppi.

Vitória 1

Fernando Miguel; Patric, Kanu, Bruno Bispo e Geferson; Ramon, José Welison e Fillippe Soutto; Neílton (Caíque Sá), Tréllez (André Lima) e David (René). Técnico: Vágner Mancini.

Gols: Patric, aos 16/1º; Fernandinho, aos 18;1º;

Cartões Amarelos: Fillipe Soutto (V); Kanu (V);

Cartão Vermelho: Fillipe Soutto (V)

Árbitro: Marcelo Aparecido R de Souza – SP

Local: Alfredo Jaconi, Caxias do Sul.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele foi detido por uma guarnição da Brigada Militar (BM) na Estação Rodoviária, no Florestal, onde aguardava um ônibus.

Condutor do veículo que atropelou a vítima, deixou o local sem prestar socorro.

Tempo fica instável, mas sol aparece com nuvens em várias cidades.

Com decisão, ex-presidente seguirá preso para cumprir condenação no caso do triplex.