Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter se despede da Série B com vitória sobre Guarani

Nico López, duas vezes, fez 2 a 0 para o Colorado no estádio Beira-Rio.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Para nunca mais viver. Esta é a lição que fica para o Inter sobre a Série B. Com o acesso garantido, o Colorado venceu o Guarani por 2 a 0 na tarde deste sábado, no estádio Beira-Rio. O destaque do jogo foi o uruguaio Nico López, que marcou os dois gols da equipe gaúcha. Por conta da vitória do América-MG sobre o CRB, o time de Odair Hellmann ficou sem o título da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

Inter domina e Nico brilha no primeiro tempo

O bota-fora do Inter da Série B começou muito diferente das partidas anteriores, que levaram o Colorado ao acesso para a Série A. O time escalado por Odair Hellmann entrou leve, sem o peso da necessidade de vencer. Isto fez com que o desempenho coletivo e individual se sobressaísse diante do Guarani.

Os primeiros minutos, porém, foram de Inter ainda sonolento. O Guarani, que não corre risco de rebaixamento e nem luta para classificar, foi ousado e até chegou a assustar, principalmente com as escapadas de Bruno Mendes, pela direita. Aos quatro minutos, ele apareceu livre e cruzou para Richarlyson. O meia-atacante entrou na corrida e chutou e quase abriu o placar no Beira-Rio.

Mais tarde, Bruno Mendes apareceu novamente pela direita e fez um novo cruzamento, mas dessa vez, ninguém do Guarani aproveitou. O Inter começou a dominar o jogo a partir dos 10 minutos, quando começou a avançar as suas linhas. Seis minutos depois, a mudança de postura surtiu efeito. Pottker foi lançado dentro da área na direita, se livrou do zagueiro e cruzou rasteiro para Nico López abriu o placar. Com o 1 a 0, o Inter ficava perto do título e precisaria apenas do tropeço do América-MG contra o CRB para levantar a taça.

O gol deu tranquilidade ao Inter e freou as tentativas de contra-ataque do Guarani. O time de Campinas começou a errar em demasia e o Inter se aproveitava disso, principalmente quando Camilo e D’Alessandro trocavam figurinhas no meio-campo. Aos 26 minutos, o Colorado ampliou o placar numa linda jogada protagonizada pela dupla. D’Ale pegou a bola na intermediária e lançou Camilo dentro da área. O meia cabeceou a bola para Nico, que ajeitou para a perna esquerda e fez 2 a 0.

A partir da vantagem, o Inter decidiu arrefecer o ritmo e tocar mais a bola. A iniciativa de jogar no erro do Guarani funcionou o suficiente para levar o placar de 2 a 0 até o fim do primeiro tempo, em uma tarde que só valia para algo que fosse além do acesso: o título.

Inter administra e se despede da B 

Depois de um primeiro tempo em que foi dominado, o Guarani decidiu reagir contra o Inter e arregaçou as mangas logo no início da etapa complementar. Aos cinco minutos, Luiz Fernando fez boa jogada pela meia-esquerda e arriscou de fora da área. A bola encobriu Danilo Fernandes e bejiou o travessão.

Aproveitando a falta de ofensividade do Inter no segundo tempo, o Guarani assustou mais uma vez em uma cobrança de falta. Aos 12 minutos, Dener recebeu dentro da área e bate forte, cruzado, para uma grande defesa de Danilo, que deu rebote e foi obrigado a afastar a bola com os pés.

O jogo mudou de panorama aos 25 minutos, quando Philipe Maia foi expulso do jogo. O zagueiro cometeu falta em cima de D’Alessandro na intermediária e, como já tinha um amarelo, recebeu uma nova advertência e o cartão vermelho. Aos 27, o Inter criou a chance que poderia transformar o placar em goleada. D’Alessandro fez um lindo lançamento para Pottker, que ajeitou a bola para Edenilson. O volante se livrou da marcação e bateu forte, mas o chute foi para fora.

Jogo ficou fraco tecnicamente, com o Inter tentando buscar o terceiro e o Guarani tentando evitar um novo tento. O Colorado só voltou a assustar já no final da partida, quando Winck invadiu a área a dribles e desequilibrado bateu para fora.

A partida se encaminhou para o fim e terminou sem o título para o Inter. Se a taça não virá para o armário, fica o aprendizado para o clube que viveu dois anos em sofrimento e agora está de volta à elite do futebol brasileiro para, quem sabe, escrever novos capítulos vitoriosos da sua história.

Brasileirão Série B 2017 – 38ª rodada

Inter 2

D. Fernandes, Cláudio Winck, Thales, Cuesta, Uendel, R. Dourado, Edenilson, D’Alessandro, Camilo (Carlos), Nico López (Roberson), William Pottker. Técnico: Odair Hellmann

Guarani 0

Vágner; Bruninho, Philipe Maia, Diego Jussani, Salomão; Baraka, Evandro, Denner e Luiz Fernando (Vitor); Richarlyson e Bruno Mendes.Técnico: Lisca

Gols: Nico López, aos 16 e aos 26/1º;

Cartões Amarelos: Cuesta (I); Rodrigo Dourado (I); D’Alessandro (I); Philipe Maia (G);

Cartão Vermelho: Philipe Maia (G).

Árbitro: Rodolpho Marques (PR)

Local: estádio Beira-Rio.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Mulher se dizendo advogada também tentou angariar dados da vítima

Apesar do forte calor, não se descarta chuva isolada na Metade Norte

Medida encurta em 15 dias período com o sol até mais tarde

Colisão entre um caminhão caçamba e uma motocicleta ocorreu em frente ao Country Clube, no Bairro Olarias.