Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio deixa vitória escapar no fim do jogo contra o Defensor

Tricolor sofreu para romper ferrolho uruguaio e cedeu empate em 1 a 1 numa falha defensiva.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio teve a bola no pé quase o tempo inteiro e o jogo na mão. Mas só no fim do jogo abriu o placar, com dificuldade, apesar da ampla posse de bola, só que no minuto seguinte entregou o empate ao Defensor numa falha completa do setor defensivo. Ficou de positivo o pontinho somado com o 1 a 1 fora de casa, na estreia da Libertadores, nesta terça-feira, em Montevidéu.

Como o Cerro Porteño venceu o Monagas no outro jogo do grupo, o Tricolor ocupa o segundo lugar empatado com o Defensor, ambos com um ponto somado. Agora, o desafio será o Juventude, domingo em Caxias do Sul. Na Libertadores, só volta a jogar em 4 de abril, contra o Monagas na Arena.

Uruguaios entregam a bola ao Grêmio

Os uruguaios ameaçaram um pouco com o perigoso Facundo Castro no início, mas depois a bola foi toda do Tricolor. O problema foi não saber exatamente o que fazer com mais 70% de posse para criar chances de gol. A estratégia do Defensor foi clara desde o minuto inicial, marcação incansável e bolas diretas para o contragolpe. Quase funcionou aos 12 minutos. Facundo Castro recebeu na direita e cruzou para a área. Cougo subiu livre, com a meta à disposição. Cabeceou por cima, para sorte gremista.

Cougo voltou a ter chance aos 15 minutos. Mathias Suarez disparou na direita e fez o passe rasteiro. Cougo buscou o chute no ângulo esquerdo e mandou para fora. Nesse meio tempo, o Grêmio é que trocava passe atrás de passe sem achar espaço.

E mais uma vez no contra-ataque, Cougo quase marcou aos 26 minutos. Ele correu na esquerda após Luan ser desarmado e tentou um golaço por cobertura. Mandou o chute da risca esquerda da área, Marcelo Grohe não alcançou, mas tirou no golpe de vista, beliscando o ângulo direito.

O ferrolho uruguaio pouco permitiu ao Grêmio chutar a gol. Luan tentou aos 27. Fez boa tabela com Madson e chutou forte na área, estufando um dos zagueiros. Outra boa combinação com Madson fez a bola sobrar do lado direito. Luan chutou colocado e Reyes fez sua primeira defesa na partida. Intervalo chegou com o zero no placar.

Tricolor volta com fome de gol

A volta para o segundo tempo teve um Grêmio mais ofensivo e focado em chegar ao gol. Aí foi a vez do goleiro Reyes trabalhar bem. Aos seis minutos o arqueiro salvou em cobrança de falta ensaiada do Tricolor. Luan rolou de calcanhar para Cícero, que bateu desviando a barreira, mas o goleirão voou no canto direito para defender

No lance seguinte, Luan criou grande chance para Madson. O lateral entrou correndo em diagonal e chutou muito forte sobre a meta. Seria a última chance dele, pois Renato lançou Alisson no seu lugar, recuando Ramiro para a lateral.

Um susto veio aos 11 minutos. Geromel tentou sair jogando no ataque e acabou desarmado. No contragolpe, Cougo recebeu na frente da área, cortou e mandou forte. Grohe salvou a cidadela tricolor, espalmando para escanteio.

Desesperado pelo gol, Renato chamou Jael no lugar de Jailson e a partir daí o Defensor foi amassado até ceder o gol. Primeiro, Alisson recebeu na intermediária, deu dois passos e disparou um foguete. Reyes fez bela defesa no canto direito. Aos 27, Cícero recebeu na esquerda e mesmo do meio da rua bateu forte. O goleirão pegou no canto direito, mas com dificuldades.

Festa e frustração

Em meio à pressão, tinha que vir o gol, e veio numa baita jogada do volante Maicon. Ele tabelou no meio e lançou Éverton de cavadinha. Jael abriu espaço e sofreu pênalti. O juiz deu vantagem e Éverton completou. A bola passou por Reyes, mas não pelo zagueiro que salvou em cima da linha. No rebote, porém, Maicon apareceu para anotar um golaço colocando no ângulo esquerdo.

Só que a festa durou pouco por causa de um lance de completa desatenção gremista. Na cobrança de escanteio, o zagueiro Maulella ficou totalmente livre no segundo pau. Sem precisar nem pular, ele desviou de cabeça no canto esquerdo, igualando em 1 a 1. Frustrado, o Tricolor tentou um último abafa, com Maicosuel no lugar de Éverton. Com o relógio correndo contra, entretanto, teve de se contentar com o empate.

Libertadores – Grupo A

Defensor 1

Reys; Maullella, Nicolás Correa, Carrera e Mathías Suárez; Cardacio, Benavidez (Rabuñal), Facundo Castro (Waterman), Cougo e Goñi; Germán Rivero. Técnico: Eduardo Acevedo.

Grêmio 1

Marcelo Grohe; Madson (Alisson), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Jaílson (Jael), Maicon, Ramiro, Luan e Everton (Maicosuel); Cícero. Técnico: Renato Gaúcho.

Gols: Maicon (35min/2ºT); Maullella (39min/2ºT).

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG).

Cartões amarelos: Maulella e Cardacio (D)

Local: estádio Luis Franzini, em Montevidéu, Uruguai.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo, que ainda não teve a identidade confirmada, teria sido alvejado por quatro disparos de arma de fogo.

Veículo cortou a frente de ônibus que transportava cerca de 20 pessoas. Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, sendo que quatro permanecem no HBB, em estado regular.

Mulher havia registrado ocorrência de Maria da Penha contra o indivíduo.

Ele foi agredido com socos e teve sua carteira, com documentos e cerca de R$ 1 mil, levada.