Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter empata com o São Paulo num jogo ruim em Rio Grande

Colorado desperdiçou as poucas chances e foi pressionado na partida encerrada em 0 a 0.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Inter e São Paulo de Rio Grande ficaram longe do bom futebol neste domingo no Aldo Dapuzzo. Os donos da casa mostraram mais vontade e presença ofensiva, mas com pouca qualidade. Os reservas colorados estacionaram na falta de inspiração. O resultado ficou mesmo num 0 a 0 sem brilho.

O resultado mantém o Inter na liderança, com 16 pontos – o Brasil de Pelotas também tem 16, só que fica atrás no saldo, enquanto o Caxias, com 14, pode retormar a ponta após a partida contra o Juventude, nesta segunda. O São Paulo chega a cinco pontos e é o décimo, primeiro fora da zona de rebaixamento. Agora, o Colorado mira a Copa do Brasil, já que enfrenta o Remo na quarta-feira.

A primeira etapa ficou marcada por baixa qualidade técnica, passes errados e pouquíssimas chances de gol. A melhor delas foi do São Paulo. Ainda assim parou fraca nas mãos de Marcelo Lomba.

Os reservas colorados tiveram dificuldades de se livrar da marcação dos donos da casa e quem ameaçou mais, nas bolas longas e contragolpes, foi a equipe do técnico Claiton. A primeira dessas chances veio com Pedro, aos 7 minutos. Ele subiu mais que todos no segundo poste, mas desviou sobre o gol.

Poucas chances e muitos erros

Os comandados de Odair Hellmann responderam aos 13, com um chute de fora da área. Ruan disparou na direita e cruzou, a zaga afastou e Charles emendou de primeira, mas acima do travessão. Só aos 19 é que Brandão dominou no peito e chutou de primeira dentro da área, pegou fraco e parou nas mãos do goleiro do Inter. Depois disso, a inspiração caducou por longos minutos.

Aos 32, o São Paulo voltou a testar a atenção colorada em jogada aérea. Pedro desviou bola cruzada na pequena área. Passou de Marcelo Lomba e percorreu a linha do gol. Uendel tirou na hora certa para evitar o gol.

Três minutos depois, Roger perdeu a melhor chance do Inter. Camilo fez bom lançamento na esquerda. O centroavante superou a marcação e tentou o chute colocado, mas com pouco ângulo. O goleiro Nicolas fez o desvio para tiro de meta. Zero a zero sem maiores cerimônias na etapa inicial.

A segunda etapa voltou com a mesma tocada da primeira. A diferença foi que o Inter finalmente criou alguma chance. Parou no goleiro Nicolas. No primeiro minuto, contudo, foi o São Paulo que ameaçou a meta do Marcelo Lomba. Diguinho se livrou da marcação e cruzou na área, Ruan trombou com Lomba e quase sobrou para Brandão. O lateral conseguiu consertar e tirar o perigo dali.

Grande jogada e desperdício

A melhor oportunidade do Inter veio aos 5 minutos. Nico López recebeu boa bola de Uendel na entrada da área. O atacante teve tempo de enquadrar o corpo e disparou um balaço. Nicolas voou para espalmar no ângulo esquerdo.

Depois do início movimentado, um deserto ofensivo dominou por 20 minutos. Aos 24 foi Tiago Silva que quebrou o silêncio, forçando grande defesa de Lomba. O atacante do São Paulo disputou com Moledo e Thales no corpo, levou a melhor e chutou da pequena área. O goleiro do Inter surgiu em cima do lance para abafar.

Na resposta colorada, Gabriel Dias perdeu chance daquelas difíceis de digerir. Lançado na área, ele errou o domínio. Só que a bola bateu nas costas do zagueiro e voltou na marca do pênalti. Com toda a meta à disposição, ele chutou em cima do goleiro Nicolas.

Daí até o final, o que de melhor aconteceu foi um lance com o pé de Marcelo Lomba. Aos 37, Moledo recuou apertado e o goleirão fez um drible seco em Paraíba, deixando o rival sentado na grande área. Empate sem gols e um pontinho para cada lado pela apresentação.

Gauchão – 8ª rodada

São Paulo 0

Nicolas; Falcão, Pedro, Gulithi e Anderson Pico; Diguinho, Leanderson, Tom (Thiago Silva) e Diogo (Victor Feijão); Janderson e Brandão (Rafael Paraíba). Técnico: Claiton.

Inter 0

Marcelo Lomba; Ruan (Cláudio Winck), Rodrigo Moledo, Thales e Uendel; Charles, Gabriel Dias, Nico López, Juan Alano e Camilo (Wellington Silva); Roger (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann .

Cartões amarelos: Rodrigo Moledo e Cláudio Winck (I); Tom e Rafael Paraíba (S).

Árbitro: Anderson Daronco.

Local: estádio Aldo Dapuzzo.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo, que ainda não teve a identidade confirmada, teria sido alvejado por quatro disparos de arma de fogo.

Veículo cortou a frente de ônibus que transportava cerca de 20 pessoas. Pelo menos 11 pessoas ficaram feridas, sendo que quatro permanecem no HBB, em estado regular.

Mulher havia registrado ocorrência de Maria da Penha contra o indivíduo.

Ele foi agredido com socos e teve sua carteira, com documentos e cerca de R$ 1 mil, levada.