Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter empata com o São Paulo num jogo ruim em Rio Grande

Colorado desperdiçou as poucas chances e foi pressionado na partida encerrada em 0 a 0.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Inter e São Paulo de Rio Grande ficaram longe do bom futebol neste domingo no Aldo Dapuzzo. Os donos da casa mostraram mais vontade e presença ofensiva, mas com pouca qualidade. Os reservas colorados estacionaram na falta de inspiração. O resultado ficou mesmo num 0 a 0 sem brilho.

O resultado mantém o Inter na liderança, com 16 pontos – o Brasil de Pelotas também tem 16, só que fica atrás no saldo, enquanto o Caxias, com 14, pode retormar a ponta após a partida contra o Juventude, nesta segunda. O São Paulo chega a cinco pontos e é o décimo, primeiro fora da zona de rebaixamento. Agora, o Colorado mira a Copa do Brasil, já que enfrenta o Remo na quarta-feira.

A primeira etapa ficou marcada por baixa qualidade técnica, passes errados e pouquíssimas chances de gol. A melhor delas foi do São Paulo. Ainda assim parou fraca nas mãos de Marcelo Lomba.

Os reservas colorados tiveram dificuldades de se livrar da marcação dos donos da casa e quem ameaçou mais, nas bolas longas e contragolpes, foi a equipe do técnico Claiton. A primeira dessas chances veio com Pedro, aos 7 minutos. Ele subiu mais que todos no segundo poste, mas desviou sobre o gol.

Poucas chances e muitos erros

Os comandados de Odair Hellmann responderam aos 13, com um chute de fora da área. Ruan disparou na direita e cruzou, a zaga afastou e Charles emendou de primeira, mas acima do travessão. Só aos 19 é que Brandão dominou no peito e chutou de primeira dentro da área, pegou fraco e parou nas mãos do goleiro do Inter. Depois disso, a inspiração caducou por longos minutos.

Aos 32, o São Paulo voltou a testar a atenção colorada em jogada aérea. Pedro desviou bola cruzada na pequena área. Passou de Marcelo Lomba e percorreu a linha do gol. Uendel tirou na hora certa para evitar o gol.

Três minutos depois, Roger perdeu a melhor chance do Inter. Camilo fez bom lançamento na esquerda. O centroavante superou a marcação e tentou o chute colocado, mas com pouco ângulo. O goleiro Nicolas fez o desvio para tiro de meta. Zero a zero sem maiores cerimônias na etapa inicial.

A segunda etapa voltou com a mesma tocada da primeira. A diferença foi que o Inter finalmente criou alguma chance. Parou no goleiro Nicolas. No primeiro minuto, contudo, foi o São Paulo que ameaçou a meta do Marcelo Lomba. Diguinho se livrou da marcação e cruzou na área, Ruan trombou com Lomba e quase sobrou para Brandão. O lateral conseguiu consertar e tirar o perigo dali.

Grande jogada e desperdício

A melhor oportunidade do Inter veio aos 5 minutos. Nico López recebeu boa bola de Uendel na entrada da área. O atacante teve tempo de enquadrar o corpo e disparou um balaço. Nicolas voou para espalmar no ângulo esquerdo.

Depois do início movimentado, um deserto ofensivo dominou por 20 minutos. Aos 24 foi Tiago Silva que quebrou o silêncio, forçando grande defesa de Lomba. O atacante do São Paulo disputou com Moledo e Thales no corpo, levou a melhor e chutou da pequena área. O goleiro do Inter surgiu em cima do lance para abafar.

Na resposta colorada, Gabriel Dias perdeu chance daquelas difíceis de digerir. Lançado na área, ele errou o domínio. Só que a bola bateu nas costas do zagueiro e voltou na marca do pênalti. Com toda a meta à disposição, ele chutou em cima do goleiro Nicolas.

Daí até o final, o que de melhor aconteceu foi um lance com o pé de Marcelo Lomba. Aos 37, Moledo recuou apertado e o goleirão fez um drible seco em Paraíba, deixando o rival sentado na grande área. Empate sem gols e um pontinho para cada lado pela apresentação.

Gauchão – 8ª rodada

São Paulo 0

Nicolas; Falcão, Pedro, Gulithi e Anderson Pico; Diguinho, Leanderson, Tom (Thiago Silva) e Diogo (Victor Feijão); Janderson e Brandão (Rafael Paraíba). Técnico: Claiton.

Inter 0

Marcelo Lomba; Ruan (Cláudio Winck), Rodrigo Moledo, Thales e Uendel; Charles, Gabriel Dias, Nico López, Juan Alano e Camilo (Wellington Silva); Roger (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann .

Cartões amarelos: Rodrigo Moledo e Cláudio Winck (I); Tom e Rafael Paraíba (S).

Árbitro: Anderson Daronco.

Local: estádio Aldo Dapuzzo.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduos conseguiram fugir para uma mata, e depois não foram mais localizados

Projeto enviado pelo governo Sartori a pedido de Eduardo Leite recebeu 40 votos favoráveis e 10 contrários

Marcas seguem mais amenas em muitos lugares, com máximas de 30°C

Corpo estava próximo ao Rancho Bonanza