Giro do Vale / Estado / Saúde

Rio Grande do Sul tem confirmado primeiro caso de febre amarela

Doente contraiu a enfermidade durante viagem para Belo Horizonte sem tomar a vacina.

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde revelou no início da noite desta quarta-feira o primeiro registro de febre amarela no Rio Grande do Sul. Apesar da chegada da doença ao Estado, o secretário João Gabbardo revelou que o caso é importado, pois foi contraída por uma pessoa que estava em viagem por Minas Gerais e não havia tomado a vacina. Outras informações serão divulgadas em coletiva na manhã de quinta-feira na Secretaria de Saúde.

Minas Gerais registrou 86 mortes desde dezembro de 2017, segundo informou a Secretaria de Saúde do Estado. Ao todo, 222 casos da doença no estado da Região Sudeste e outras 505 ocorrências são investigadas. A maioria dos infectados (89,6%) são homens. Entre as mortes notificadas, apenas três são mulheres.

Veja quem não deve tomar a vacina

• Crianças menores de 9 meses

• Pacientes com imunodepressão

• Pacientes que vivem com HIV com imunossupressão grave, com a contagem de células CD4 <200 células/mm3 ou menor de 15% do total de linfócitos para crianças menores de 6 anos

• Pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores)

• Pacientes submetidos a transplante de órgãos

• Pacientes com imunodeficiência primária

• Pacientes com neoplasia

• Indivíduos com história de reação anafilática relacionada a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha e seus derivados, gelatina bovina ou outras)

• Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, casos de ausência de timo ou remoção cirúrgica)

Idosos, nutrizes ou lactantes amamentando crianças com menos de 6 meses de idade, pessoas que terminaram tratamento de quimioterapia e radioterapia, com doenças no sangue, que vivem com HIV, grávidas e quem usa corticoide devem consultar um médico antes de procurar a vacina.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Condutor de um dos veículos envolvidos, fugiu do local

Ações foram na madrugada desta sexta, dia 19, na região central

Moto bateu em carro que estava parado, e condutor não resistiu aos ferimentos

Brigadiano teve fratura frontal do crânio. Ele está internado na UTI. Fato ocorreu após o Gre-Nal