Giro do Vale / Arroio do Meio / Polícia

Agricultor de Arroio do Meio é levado à Polícia Federal no lugar de veterinário com mesmo nome

PF logo percebeu engano, mas levou cidadão para depor.

Por engano, a Polícia Federal (PF) efetuou a condução coercitiva de um agricultor de Arroio do Meio, ao invés de um veterinário com o mesmo nome durante a Operação Trapaça, uma nova fase da Operação Carne Fraca.

O arroio-meense tem o mesmo nome de um médico-veterinário da BRF, alvo da investigação, mas que na verdade mora no Paraná. Foi cumprido mandado de busca e apreensão e de condução coercitiva na propriedade do agricultor.

Logo os policiais perceberam que não era a pessoa que estavam procurando, mas levaram o cidadão à Polícia Federal de Santa Cruz do Sul para prestar depoimento, sendo liberado na sequência.

Segundo a investigação da PF, o médico-veterinário procurado, Everaldo Frölich, é suspeito de liberar o abate de aves contaminadas por salmonela.

 

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Dois carros incendiaram após a colisão

Porém, o pedido foi negado pela Justiça, mesmo com parecer favorável do Ministério Público (MP)

Previsão é que a Draco comece a operar em maio de 2019, a partir do ingresso de novos servidores na corporação

Ministério da Saúde ampliou prazo para até terça-feira, na tentativa de preencher vagas que faltam