Giro do Vale / Arroio do Meio / Polícia

Agricultor de Arroio do Meio é levado à Polícia Federal no lugar de veterinário com mesmo nome

PF logo percebeu engano, mas levou cidadão para depor.

Por engano, a Polícia Federal (PF) efetuou a condução coercitiva de um agricultor de Arroio do Meio, ao invés de um veterinário com o mesmo nome durante a Operação Trapaça, uma nova fase da Operação Carne Fraca.

O arroio-meense tem o mesmo nome de um médico-veterinário da BRF, alvo da investigação, mas que na verdade mora no Paraná. Foi cumprido mandado de busca e apreensão e de condução coercitiva na propriedade do agricultor.

Logo os policiais perceberam que não era a pessoa que estavam procurando, mas levaram o cidadão à Polícia Federal de Santa Cruz do Sul para prestar depoimento, sendo liberado na sequência.

Segundo a investigação da PF, o médico-veterinário procurado, Everaldo Frölich, é suspeito de liberar o abate de aves contaminadas por salmonela.

 

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Um adolescente também foi levado à Delegacia para ser ouvido

Próximo sorteio ocorre no sábado

Homem é apreendido com crack em Teutônia

Eles arrombaram a porta do automóvel e ainda picharam escrita da facção “Os Manos” na parede do colégio

Tricolor venceu o co-irmão nos pênaltis, por 3 a 2 depois de muita tensão e nervosismo