Giro do Vale / Esporte / Inter

Em jogo ruim, Inter fica no 0 a 0 com o Cruzeiro em Gravataí

Colorado teve pouca criatividade em jogo que Odair escalou os reservas.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter ficou no empate com o Cruzeiro na noite desta quarta-feira no estádio Vieirão em jogo que o técnico Odair Hellmann poupou os titulares por conta do Gre-Nal do próximo domingo, às 17h, no Beira-Rio. Em uma partida de poucas chances de gol, o placar zerado fez jus ao que as duas equipes produziram na partida válida pela 11ª rodada do Gauchão.

Com o empate, o Inter vai a 18 pontos e mantém a liderança graças a tropeços de Brasil de Pelotas e Caxias, que também não venceram na rodada. Já Cruzeiro soma apenas nove pontos, mas deixa a zona de rebaixamento. O Estrelado vai decidir a permanência na primeira divisão estadual diante do Caxias no próximo domingo.

Cruzeiro melhor no primeiro tempo

O time reserva do Inter voltou a apresentar pouco futebol no Campeonato Gaúcho. Pouco inspirado ofensivamente e com vários erros de posicionamento e na tomadas de decisões na defesa, o Colorado só não foi para o intervalo atrás do placar por conta do goleiro Marcelo Lomba.

Tecnicamente, a partida não foi boa no estádio Vieirão. O Cruzeiro, em situação delicada na tabela, mostrou superação para ser mais perigoso que o Inter nos primeiros 45 minutos. Se faltava técnica, sobrava entrega para o Estrelado. Com dificuldade para combinar jogadas e trocar passes, o Cruzeiro encontrou na bola aérea o caminho para ameaçar o Inter. Foram cinco cabeceios de dentro da área colorada, que tinha os zagueiros Moledo e Thales encontrando dificuldades de posicionamento.

Assim, pelo alto, França e William Kozlowski tiveram as melhores chances do Cruzeiro nos primeiros 30 minutos em bolas que passaram perto do gol de Lomba. O Inter só foi levar perigo ao gol de Deivity aos 39, quando Nico López acertou um belo chute da entrada da área e a bola passou raspando o travessão.

O Cruzeiro respondeu aos 43 minutos no que foi a chance mais clara de gol no primeiro tempo. Se falhava pelo alto, a dupla de zaga do Inter também não foi bem pelo chão nesse lance. Wagner meteu a bola entre Thales e Moledo e encontrou França livre. O centroavante tentou um toque por cima de Marcelo Lomba, mas o goleiro colorado saiu de forma arrojada para fazer a defesa a levar o 0 a 0 para o intervalo.

Inter volta melhor, mas não consegue o gol

Se no primeiro tempo o Inter criou apenas uma chance perigosa e não chegou a obrigar o goleiro Deivity a nenhuma defesa, no começo do segundo o time teve duas finalizações no alvo. Aos 2 minutos, Moledo cabeceou após escanteio batido por Camilo, Roger ainda desviou no caminho e Deivity, bem colocado, fez a defesa. Aos três, o camisa 1 do Cruzeiro pulou no canto para impedir o gol de Cláudio Winck em falta batida da intermediária.

Mesmo com o bom começo do Inter, Odair Hellmann mexeu no time logo aos 6 minutos. O centroavante Roger saiu para a entrada de Marcinho. Com isso, Nico López passou a jogar mais adiantado. Logo aos 15, outra troca: Wellington Silva no lugar de Juan Alano. E o Inter voltou a levar perigo no minuto seguinte. Nico fez uma bela jogada e tocou para Ruan, que avançou e cruzou para Camilo. O meia tentou o chute, mas o desvio na zaga tirou a bola do caminho do gol.

O Cruzeiro foi levar ameaçar o gol de Lomba apenas aos 22 minutos. Em falta perto da área, João Guilherme bateu procurando o ângulo, mas a bola foi por cima do gol colorado. Odair fez a terceira mudança antes dos 30 minutos. O garoto Brenner foi chamado para entrar no lugar de Nico López. A troca não surtiu efeito, entretanto.

Aos poucos, o Inter foi diminuindo o ritmo. De positivo em relação ao primeiro tempo foi que a defesa passou a correr poucos riscos. Em raro ataque, o Colorado ainda quase marcou o gol. Após cruzamento de Ruan, o goleiro Deivity soltou nos pés de Marcinho, que demorou para chutar e acabou travado por João Guilherme com o goleiro do Cruzeiro já fora do lance.

Nos minutos finais, os dois times pareceram satisfeitos com o empate. Sem nenhuma arriscar, o jogo se arrastou até o apito final do árbitro Douglas Silva.

Gauchão 2018 – 11ª rodada

Cruzeiro 0

Deivity; Lucas Carvalho (Foguinho), João Guilherme, Fernando Pinto e Jonathan; Ben-Hur,

Reinaldo, Wagner e William Kozlowski (Michel Renner); França e Dê.. Técnico: Ben-Hur Pereira.

Inter 0

Marcelo Lomba; Cláudio Winck, Thales, Rodrigo Moledo e Ruan; Fabinho, Gabriel Dias, Nico López (Brenner), Camilo e Juan Alano (Wellington Silva); Roger (Marcinho). Técnico: Odair Hellmann.

Cartões amarelos: França, Reinaldo (CRU); Gabriel Dias, Marcinho, Juan (INT)

Árbitro: Douglas Silva

Local: Vieirão, em Gravataí

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

A precipitação deve ser forte e com trovoadas em diferentes localidades, por efeito de uma frente fria.

Mais cinco apostadores acertaram os números 03-29-33-53-69.

Acertador das seis dezenas poderá sacar mais de R$ 9,6 milhões.

Ele foi detido por uma guarnição da Brigada Militar (BM) na Estação Rodoviária, no Florestal, onde aguardava um ônibus.